domingo, 6 de janeiro de 2008

Violência

Nem bem havíamos saído do atordoamento das festas da entrada de Ano Novo aquela sensação de confraternização universal quando fomos tomados pelo torpor da violência e ficamos parados..chocados e nos perguntando quem será a próxima vítima?
Meu Deus, o Crato quem diria? Até bem pouco tempo uma cidade totalmente tranquila em que as pessoas podiam sentar-se livremente as calçadas e sairem à noite..
Por que de repente, essa paz foi jogada fora? O que justifica pessoas trabalhadoras, humildes, pais de família.; enfim a sociedade não ter mais tranquilidade?
O que gera tanta violência? Cadê os limites? Por que de repente a sociedade perdeu o controle de si mesma?
Será que temos de conviver com essa barbárie achando que está tudo dentro da normalidade?
É preciso não perder a capacidade de indignar-se e continuar lutando e acreditando que possamos ter um mundo melhor para nossos filhos e netos .

Maria laice Almeida lacerda
laicealmeida@gmail.com
Postar um comentário