segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

As doze leis da vida

CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
As doze leis da vida - Dom Orlando Brandes*
Escolhe pois a Vida (Dt 30,19). A Campanha da Fraternidade nos leva a refletir sobre a lei da vida, ou seja, a lei do amor que se desdobra em 12 aspectos:
1. A lei do pensamento. Somos o que pensamos. Pela inteligência protegemos e desenvolvemos a vida. Deus nos fez seus co-criadores, Deus cria criadores. A reta razão é lei da vida porque somos a imagem e semelhança de Deus.
2. A lei da mudança. Tudo cresce, se transforma, evolui e caminha para uma meta. Aceitar o novo, superar o tradicional e o fanatismo, vencer o medo do fracasso, ter criatividade é lei da vida.
3. A lei da consciência. É a lei do dever, da responsabilidade, do respeito pelo outro. A consciência nos dá metas, expectativas, propósitos, visão. A consciência nos livra da corrupção e da mentira.
4. A lei da afirmação. É ser positivo, ter confiança, buscar solução, enfrentar situações difíceis, olhar para frente. Precisamos ser proativos, entusiasmados, esperançosos.
5. A lei da atração. É a força da positividade, da esperança, do futuro. O que está na meta e no coração se torna realidade. Abandonemos os medos, pessimismos e preocupações. Façamos o bem e atrairemos bênçãos.
6. A lei da disciplina. É o auto-controle, a renúncia, o auto-domínio. A disciplina nos leva superar os sabotadores da vida que são as indecisões, a rotina, a dúvida, o isolamento, a apatia, a arrogância.
7. A lei da ação. Buscar soluções, abandonar murmurações cumprir as promessas, realizar sonhos, aceitar mudar, perseguir metas. Dar testemunho de vida, ter coerência, praticar o que ensinamos.
8. A lei do valor. Os valores geram motivações, conferem sentido à vida, criam ideais. A saúde, a família, as amizades, o trabalho e a fé em Deus são valores inegociáveis.
9. A lei da comunicação. Nossos relacionamentos básicos são: com Deus, com os outros, com a natureza e conosco mesmos. Filhos de Deus, irmãos dos outros, cuidadosos da natureza e amigos de nós mesmos são atitudes que trazem a vida.
10. A lei da oportunidade. O tempo, as chances, as ocasiões, as surpresas nos dão oportunidades, abrem portas, oferecem possibilidades. Deus não está só nas leis. Ele está também nas situações. Eu sou eu e minhas circunstâncias. Deus nos dá oportunidades.
11. A lei da persistência. É a coragem, a paciência, a perseverança, a fortaleza. Não desistir, não olhar para traz, nada é impossível para quem crê. A lei da persistência ensina a recomeçar. Não perder a utopia, a meta.
12. A lei da Verdade. A verdade é o amor e o bem. A verdade nos faz fortes, confiantes e livres. A busca da verdade nos torna peregrinos na busca do bem e da vida. Sem a verdade a vida é impossível.
*Dom Orlando Brandes, 61, é arcebispo de Londrina (PR) e presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB
Postar um comentário