quarta-feira, 5 de março de 2008

A Rainha Altiva do Alto do Cruzeiro

Algumas pessoas que nasceram especiais para a vida,
não vieram de berço de ouro, descendência nobre,
ou de famílias tradicionais.

O mundo as trouxe, para que durante a sua trajetória,
mostrassem o significado real da existência,
e servissem de referência àqueles que se julgam
superiores, e verdadeiros guardiões da verdade absoluta.

Um exemplo de dignidade humana sempre me veio aos olhos.
Pessoa simples, humilde, trabalhadora, conhecedora das suas
virtudes, e com um senso como ninguém do seu verdadeiro
papel na sociedade.

A vida para ela sempre apareceu, como uma impiedosa madrasta.
Ceifou seus galhos, impôs humilhações, e lhe deixou à margem da vida,
navegando a deriva jogada à sua própria sorte.

Artista ímpar brilhou na vida como uma estrela,
com suas mãos de fada, tirando da terra o seu sustento,
e a sua arte.

Privada da visão para admirar a beleza da modernidade,
vive essa grandiosa figura dentro do seu alto nível
de religiosidade, talvez a agradecer a Deus,
pela oportunidade de trazer ao mundo,
o verdadeiro sentido da negação aos desejos terrenos.

Sarava Mãe Julia Briosa, Rainha Altiva do Alto do Cruzeiro,
e Líder Espiritual daqueles que tem o pé no chão.
Postar um comentário