segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Lançamento: A História da Escola Agrotécnica Federal de Codó - MA: Memórias de um Professor

O fariasbritense Antonio Sérgio M. dos Santos, professor da Escola Agrotécnica Federal de Codó/MA, que mora na cidade de Codó - Maranhão há 11 anos está lançando o Livro: A história da Escola Agrotécnica Federal de Codó/MA: memórias de um professor.

É com muito orgulho que o Blog Farias Brito divulga o trabalho de inúmeros fariasbritenses talentosos Brasil a fora. Veja a apresentação do livro abaixo:

Apresentação do livro do profº Serginho:

O livro “A história da Escola Agrotécnica Federal de Codó/MA: memórias de um professor” é resultado de um trabalho literário do profº de história da Escola Agrotécnica Federal de Codó Antonio Sérgio M. dos Santos (conhecido como profº Serginho), é um registro dissertativo dos principais fatos ocorridos na Escola desde sua inauguração ou efetividade de suas funções administrativas e pedagógicas datadas entre abril de 1997 a junho de 2008; é uma oportunidade dos leitores conhecerem toda a trajetória da magnífica Escola Agrotécnica, como também relembrarem (no caso dos servidores e ex. alunos) os fatos que marcaram a trajetória da referida Escola. É um reconhecimento dos agentes históricos (servidores, alunos, sociedade civil, representantes políticos) que contribuíram (direta ou indiretamente) para a concretude da operacionalidade da Escola Agrotécnica.

É um livro de leitura leve, recheado de informações, fotos e relatos que constituem a memória e identidade Institucional. È oportuno à leitura desse livro para todos aqueles que participaram direta ou indiretamente dessa história, é, portanto um legado cultural a Instituição e a própria comunidade codoense; é uma apologia ao trabalho a dignidade e responsabilidade social que a Escola Agrotécnica Federal de Codó/MA tem prestado durante todo o seu percurso, no cumprimento de sua maior missão: educar e preparar seu alunado para atuarem no mercado de trabalho e na sociedade como verdadeiros profissionais e cidadãos conscientes do seu papel social.
Postar um comentário