domingo, 10 de maio de 2009

Francis Gomes lança novo cordel em São Paulo

Travessuras
de
Evandro e Eu

Um história engraçada que fala sobre travessuras feitas por dois primos.

veja trechos do cordel

Travessuras de Evandro e Eu

...Um dia eu e Evandro
No meio de uma trilha
Cavemos ali um buraco
Fizemos uma armadilha
Para pegar preá
Pra nois matar e assar
Dispois vender lá vila

Então no primeiro dia
Fiquemos ali de bituca
Pois também logo do lado
Nois armemo uma arapuca
Mas ao invés de preá
Quem primeiro passou lá
Foi à peste do seu Tuca...

...Moleques fios da peste
Nem dos véios vocês tem pena
Cadê o pai de vocês
Que a isso não se antena
Que o diabo vos aluía
Seus espíritos cuia
Fios da gota serena...

...E por onde nois andava
Só fazia estripulia
Entrava em sítio alheio
Roubava fruta e comia
Nas casas que nois passava
Jogava pedra xingava
Fazia mungango e corria

Jogava pedra em cachorro
Corria atrás de gato
Se pegasse uma galinha
Ou mermo que fosse um pato
Nois matava despenava
Fazia um fogo assava
E ia comer no mato...

...E como eu e Evandro
Não era besta nem nada
Ficava lá entocado
Sem mexer nem falar nada
As mulheres iam se banhar
E nois ia espiar
Só pra ver elas pelada...

Adquira já o seu:

Francis gomes

tchekos@ig.com.br

47490384/76154394


Postar um comentário