terça-feira, 16 de junho de 2009

Avança Cariri!

Por Luiz Domingos de Luna

A Região do cariri cearense sempre foi um núcleo muito coeso, tendo inclusive, inúmeras manifestestações artísticas, culturais, religiosas (...) que permeiam no tabuleiro histórico pontos firmes de identidade, muitas vezes, beirando ao bairrismo: porém sempre dentro de uma linha afirmativa de desenvolvimento nuclealizado que irradia luz para todas as cidades que formam este espaço geográfico, já, devidamente revestido de uma cultura bem consolidada no espaço tempo.

A Criação da Região Metropolitana do Cariri é sem dúvidas um renascimento muito afirmativo para "no vislumbre de um mundo globalizado" a necessidade de canais legalizados, onde os recursos possam fluir naturalmente, no processo interativo de desenvolvimento global do cariri, porém aí, é, que de fato reside o perigo.  Explico: O Bairrismo de forma afetada, forma uma ideologia, mais do que isto, uma bandeira, mais do que isto, uma doutrina , às vezes até uma xenofobia emocional direcionada, o pior é quando a xenofobia é direcionada a uma cidade, a política, a economia, a razão de ser do conjunto, o eixo, a sagração do trono do rei, o ponto máximo; O Poder concentrado e diluído em uma única cidade, porém, vejo que a Região Metropolitana do Cariri é um ponto de difusão de desenvolvimento para todas as cidades satélites que formam a região do cariri cearense, ou seja, do seu núcleo são irradiadas todas as formas afirmativas de desenvolvimento para o bem comum de todo o conjunto caririense, pois, com certeza é o que pensa, presumo, todas as cidades satélites desta linda região no sul cearense, porém, não poderia haver algo de mais danoso do que o pensamento mesquinho e egoísta de que é preciso fazer uma metrópole implodindo as demais cidades, com um raciocínio medíocre de que o cariri não comporta mais de uma metrópole, quem pensa assim, conspira contra o cariri, contra a globalização e, por fim, contra o pulsar de crescimento econômico na querida região do cariri cearense.
Postar um comentário