terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Metrô do Cariri transporta em média mil passageiros por dia


O serviço está funcionando dentro da operação assistida em que não há cobrança de passagem.

Cerca de 1.000 passageiros estão sendo transportados por dia pelo Metrô do Cariri, que liga as cidades de Juazeiro do Norte e Crato. O serviço, inaugurado no dia 1º de dezembro de 2009, está funcionando dentro da operação assistida, em que não é cobrada passagem e as viagens são realizadas fora do horário de pico. Atualmente, estão sendo realizadas nove viagens por dia.

O gerente de Controle e Tráfego da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos, Antonio Chalita de Figueiredo, explica que após a paralisação do serviço no fim do ano passado para ajustes no Transporte Rápido Automotriz (Tram), a operação assistida transcorre normalmente e sem incidentes. "Não tem havido atrasos nem cancelamentos", reitera.

De acordo com o gerente, o público está aprovando o novo serviço. "A reação está excelente. Todos que andam saem satisfeitos e já cobram aberturas de outras estações e pedem caixa de sugestões para solicitar melhorias, como, por exemplo, os bancos nas plataformas das estações".

A operação assistida deve prosseguir até maio. Após essa fase, terá início a operação comercial parcial em que o serviço funcionará num horário ampliado, das 7 horas às 17 horas, excluindo os domingos. A última etapa é a operação completa em que o trem circulará das 5h30min às 22h30min, todos os dias da semana, com 38 viagens em cada sentido, num total de 76 viagens/dia. A previsão é que o Metrô do Cariri atenda uma demanda de cinco mil passageiros por dia, em média.

Enquanto a operação assistida prossegue, a obra nos 14 quilômetros de linha está avançando. Hoje, duas estações - Juazeiro e Crato - estão operando. O sistema terá ao todo nove estações. Quando o sistema tiver funcionando plenamente, o percurso entre Juazeiro do Norte e Crato será feito em 28 minutos por veículos leves sobre trilhos (VLTs). Serão duas composições. Os trens foram feitos pela empresa Bom Sinal, do município de Barbalha, também no Cariri. Tratam-se dos primeiros trens de passageiros fabricados na América do Sul nos últimos 20 anos. O projeto do Metrô do Cariri foi orçado em R$ 25.190.720,90.

09.02.2010

Assessoria de imprensa do Metrô de Fortaleza

Viviane Lima (viviane@metrofor.ce.gov.br - 3101.7183)

Postar um comentário