domingo, 18 de abril de 2010

Saiba como fazer a graduação em dois anos: Cursos tecnológicos

Que tal concluir uma graduação em apenas dois anos? Embora muitos ainda desconheçam, isso já é possível. Há mais de 10 anos no Brasil, os cursos de graduação tecnológica (ou tecnóloga), mais rápidos e focados no mercado de trabalho, estão à disposição, e as pessoas graduadas nestes cursos são profissionais de nível superior.

Assim como os bacharelados e licenciaturas, os cursos tecnológicos são abertos a candidatos com ensino médio e conferem diplomas de graduação de igual valor, o que possibilita a continuidade dos estudos tanto em cursos de especialização como de pós-graduação (mestrado e doutorado), além de permitir a participação em qualquer concurso público que exija nível superior.

Diferenças
Uma das principais diferenças entre a graduação tradicional e graduação tecnológica é o foco dos estudos. Com a ausência de disciplinas teóricas como Filosofia, Psicologia e outras voltadas para o conhecimento acadêmico, os cursos tecnólogos privilegiam a prática e a técnica, buscando o aprimoramento de métodos para realização de atividades específicas.

Mas, desde que surgiram, estes cursos têm brigado para conquistar respeito e valorização, principalmente porque ``ainda há muito desconhecimento por parte do mercado e do alunado`` como explica a professora Lúcia Cristina Gauber, coordenadora geral da unidade North Shopping das Faculdades Nordeste (Fanor).

Na graduação tecnológica, os cursos buscam qualificar pessoas para carreiras em que há maior demanda, explica o vice-diretor da Faculdade 7 de Setembro (Fa7), Adelmir Jucá. Segundo ele, ``muitos dos que procuram a graduação tecnológica são pessoas que já estão no mercado de trabalho e ainda não possuem graduação``. Adelmir Jucá lembra ainda que, por serem mais curtos, o aluno pode concluir uma graduação e um mestrado em quatro anos, tempo que se levaria em uma graduação tradicional.

É pela rapidez, e por atenderem as necessidades específicas das empresas, que a graduação tecnológica vem conquistando cada vez mais espaço, apresentando crescimento constante nos últimos anos. E de acordo com especialistas ouvidos pela reportagem este será o grande segmento da educação para os próximos anos.

E-MAIS

> O Ensino Tecnológico surgiu nos Estados Unidos, em meados do século passado, com o objetivo de qualificar profissionais rapidamente. No Brasil, foi a partir de 1996, com a nova Lei de Diretrizes e Bases (LDB) da Educação Nacional, que o curso tecnólogo foi reconhecido como superior.

> Inicialmente, os cursos eram voltados exclusivamente para o setor de tecnologia, mas o conceito se expandiu e outras áreas de estudos entraram na grade de opções como moda, recursos humanos, design, gestão, marketing e saúde.

> A Fa7, que já oferece os cursos tecnólogos de Logística e de Negócios Imobiliários, irá lançar nesta terça-feira (20/4) o novo curso de Design Gráfico, que terá turmas a partir do próximo semestre. Os cursos têm duração
de dois anos.

> Os cursos tecnológicos são regulamentados pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) e avaliados e regulados pela Secretaria de Ensino Profissional e Tecnológico do Ministério da Educação (MEC).

Postar um comentário