quarta-feira, 12 de maio de 2010

Novo Uno: revolução popular

Clique para Ampliar

Cada um no seu quadrado: design teve inspiração no quadrado, mas com curvas; o resultado é harmônico e revela modernidade, até no interior

Clique para Ampliar

Clique para Ampliar

FIAT QUER vender 10 a 12 mil unidades do Uno por mês, e não vai matar o Mille

12/5/2010

O renascimento do Uno em grande estilo. Com uma radical mudança em seu design, motores e internamente, carro mais popular da Fiat completa 26 anos antecipando tendências e com fôlego para mais

O lançamento mais aguardado do ano foi revelado na Praia do Forte, em Salvador, na Bahia. Com a presença de 700 convidados, entre jornalistas brasileiros e outros de 20 nacionalidades, a Fiat surpreendeu a todos ao mostrar sua nova aposta: o Uno, depois de 2 anos de trabalho e mais de 6 milhões e 500 quilômetros percorridos para testes.

Ele estará nas concessionárias a partir desta semana em quatro versões: Vivace 1.0 flex, Way 1.0 flex, Attractive 1.4 flex e Way 1.4 flex. Uma das grandes novidades é que esses modelos podem ter personalização total, com múltiplas opções de acabamento e de acessórios.

O visual inovador trás sob o capô dois novos motores, o Fire 1.0 Evo e o Fire 1.4 Evo, ambos flex, com tecnologia que une bom desempenho com economia de combustível e baixas emissões. Eles têm componentes inéditos em motores de baixa cilindrada.

As novas tecnologias do 1.0 litros permitem uma redução média de 3% no consumo de combustível.

Já o motor 1.4 é equipado com o variador de fase contínuo, um sistema eletrohidráulico controlado pela centralina do motor. Ele é capaz de uma redução de 5% no consumo de combustível, permitindo ganhos de desempenho quando em altas rotações.

Importado?

Mas o que salta aos olhos é mesmo o design. Durante o teste nas ruas de Salvador, muita gente fotografava e perguntava: "é importado?". E simplesmente não acreditavam quando falava que era o Novo Uno. "Mas está totalmente diferente", diziam, surpresos com a ousadia da Fiat.

O carro foi totalmente criado e desenvolvido pelos designers do Centro Estilo Fiat, da fábrica em Betim, Minas Gerais. "Nosso desafio era captar a alma do Uno, entender sua essência na mente e no coração dos consumidores", relata Per Fassbender, gerente do Centro Estilo Fiat para a América Latina. Constatou-se que a forma quadrada é o mais forte elemento de identidade do carro. "Não se tratava de reestilizar o modelo, mas de criar um carro moderno, marcante", acrescentou.

A concepção de seu design convergiu para o conceito do quadrado com cantos curvos, que preservam a forma geométrica básica, mas destacam a harmonia. O conceito tornou-se o DNA do Novo Uno, resumido nos três elementos estéticos que ladeiam o emblema da Fiat sobre a grade frontal e o visual externo.

Ficha técnica
Motor:
1.0l/1.4 litros flex
Potência: 73cv (gas) 75 cv (alc)/85 cv (gas) e 88 cv (alc)
Consumo: 1.0: urbano de 15,6 km/l (gasolina) e 10,5 km/l (álcool) e na estrada faz 20,1 km/l (gasolina) e 12,9 km/l (álcool). No 1.4 o consumo é de 13,2km/l urbano e 17,7 km/l (com alcool passa para 10,1 km/le 12,4 km/l
Porta-Malas: 280 litros
Versões: Way 1.0/Vivace 1.0/Way 1.4/Attractive 1.4
Preços: de R$ 25.550 (2 portas) a R$ 31.870 (4 portas)

ANDRÉ MARINHO
EDITOR

FONTE: http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=783717
Postar um comentário