sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Expediente da segunda-feira, dia 1º, será facultativo

Segunda-feira, dia 1º de novembro, véspera de feriado, será ponto facultativo em todas as repartições da Administração Pública Estadual. O Decreto de nº 30.340, de 20 de outubro de 2010, foi assinado pelo governador Cid Gomes e considerou que o Dia do Funcionário Público Estadual, comemorado em 28 de outubro, em uma quinta-feira acarretaria uma quebra na sequência da semana e portanto foi transferido para a segunda-feira, dia 1º, que antecede o feriado de Dia de Finados.

No entanto ficam assegurados o fornecimento normal de água, atendimento médico-hospitalar e dos serviços policiais, militar e de bombeiros militar, assim como o funcionamento do Sistema de Licitações, pertencentes à estrutura orgânica da Procuradoria Geral do Estado (PGE), no que se refere aos procedimentos licitatórios designados para o dia 1º de novembro, a Biblioteca Pública Menezes Pimentel, Museu do Ceará, sobrado Dr. José Lourenço, Museu Sacro São José do Ribamar e Theatro José de Alencar, além dos serviços relacionados à campanha de vacinação contra a febre aftosa, executada pela Adagri e Ematerce.

29.10.2010
Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil ( comunicacao@casacivil.ce.gov.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / 3101.6247)

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Segue chovendo no interior do estado. Brejo Santo registra 167 mm

Contrariando as previsões da Funceme, continua chovendo no interior cearense. Nas últimas 24 horas, 13 municípios foram banhados pelas precipitações. 9 deles estão na região do Cariri.
Só em Brejo Santo foram registrados 167 milímetros. Em Missão Velha a chuva atingiu 63 milímetros e em Porteiras, 64.

FONTE: http://verdesmares.globo.com/v3/canais/noticias.asp?codigo=303818&modulo=178

WWF‐Brasil lança o movimento “Cuidar da natureza é cuidar da vida”


Depois de um mês colhendo contribuições da população, organização inicia movimento com o objetivo de chamar atenção para a relação entre conservação da natureza e qualidade de vida da população.
O WWF‐Brasil lança o movimento “Cuidar da natureza é cuidar da vida”, sobre a importância da conservação da biodiversidade, como um alerta às consequências que o descuido com a natureza pode provocar. Associada à meta do WWF‐Brasil de contribuir para que a sociedade brasileira alcance o desmatamento zero até 2015, a iniciativa teve uma primeira etapa que, durante o mês de setembro, instigou a população a responder à pergunta “O que você precisa pra viver?”. Sem saber que o WWF‐Brasil era o autor da campanha, foram enviadas respostas variadas. Hoje, ao lançar o movimento, a organização responde que “Para viver você precisa que a natureza também viva” e apresenta uma lista com 10 áreas prioritárias para a criação de novas unidades de conservação na Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica e Pantanal.
Amor, amigos, sol, saúde e família foram as principais respostas da primeira etapa coletadas nas ruas, no Twitter, no Facebook e no Youtube. “A ausência da natureza nesse tipo de preocupação mostra a necessidade de valorização desse tema na opinião pública nacional”, afirma Denise Hamú, secretária‐geral do WWF‐Brasil. “Esse processo de conscientização sobre o papel que a biodiversidade tem na vida de todos nós é mais urgente do que nunca, pois não é exagero dizer que, vivemos uma crise de biodiversidade, que coloca em risco a nossa saúde e meios de subsistência. Podemos reverter essa situação, por isso a campanha pretende indicar soluções para a sociedade brasileira.”
A resposta “Para viver você precisa que a natureza também viva” sustenta sua argumentação na manutenção dos serviços ecológicos, como o equilíbrio climático e a prevenção e recuperação de desastres ambientais; no uso direto da biodiversidade, como os recursos naturais que fornecem remédios, fibras e combustíveis para a garantia do nosso bem‐estar; na segurança de estoques de alimentos naturais como peixes, frutas e verduras; e no uso público, pois as áreas protegidas também podem ser fonte de lazer e aprendizado. Sem esquecer os benefícios econômicos, pois a biodiversidade é um recurso do qual dependem famílias, comunidades e gerações futuras.
A campanha de comunicação integrada foi criada pela agência Repense, e incluí ações on‐line, com foco nas mídias sociais, propaganda e ações de mobilização urbana que serão implementadas nos próximos meses. Grandes empresas também aderiram à primeira etapa do movimento, apoiando a disseminação da mensagem. O Walmart Brasil veiculou a vinheta “O que você precisa para viver?” em quatro mil televisores em suas lojas por meio de seu canal TV Walmart; o Yazigi divulga em sua rede que conta com 420 escolas; a Seguros Unimed espalhou peças da campanha por sua comunicação interna; e os hotéis da rede Sol Meliá em Brasília prepararam uma comunicação especial para engajar os hóspedes no movimento, com cartazes nos elevadores e cartões‐postais na recepção. A indústria farmacêutica Boehringer Ingelheim programou a distribuição de cartões postais da campanha e sementes para o público do Edifício Rochaverá, o primeiro empreendimento greenbuilding de São Paulo.
WWF‐Brasil propõe a criação de unidades de conservação em 10 áreas prioritárias Em tempos relativamente recentes, o mundo começou a perder espécies e habitats a uma velocidade alarmante. Na área de farmacologia, a estimativa é que entre 50 mil e 70 mil espécies vegetais sejam fontes de ativos para uso na medicina tradicional e moderna em todo o mundo. A poluição, o uso excessivo dos recursos naturais e a expansão urbana e industrial levam muitas espécies à extinção. A cada ano, aproximadamente 17 milhões de hectares de floresta tropical são desmatados. Avaliações sugerem que, se esse ritmo se mantiver, entre 5% e 10% das espécies que habitam as florestas tropicais poderão estar extintas dentro dos próximos 30 anos.
Por isso, uma ação diretamente ligada ao movimento é a proposta de criação de unidades de conservação em dez áreas prioritárias. Estes espaços instituídos pelo poder público terão a finalidade de conservar as características naturais relevantes em cada área. A lista criada pelo WWF‐Brasil é uma sugestão para o governo brasileiro alcançar, ainda em 2010, as metas de cobertura natural protegida por unidades de conservação estabelecidas pela Convenção sobre Diversidade Biológica da Organização das Nações Unidas (CDB).
Os focos são a Reserva Extrativista Baixo Rio Branco – Jauaperi (Amazonas), o Parque Nacional dos Lavrados (Roraima), o Parque Nacional Chapada dos Veadeiros (Goiás), o Parque Nacional Boqueirão da Onça (Bahia) e outras unidades no Cerrado do Amapá, no Tabuleiro do Embaubal (Pará), no Croa (Acre), no extremo Sudoeste do Pantanal e em Bertioga, São Paulo. No âmbito da CDB, o governo brasileiro se comprometeu a garantir a cobertura, por unidades de conservação, de 10% em cada bioma (conforme a área original) e de 30% na Amazônia. Hoje, somando todas as unidades existentes no País, ainda resta proteger aproximadamente 2,5% do território nacional em área terrestre e 8,5% em área marinha.
Sobre o WWF‐Brasil
O WWF‐Brasil é uma organização não‐governamental brasileira dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações. O WWF‐Brasil, criado em 1996 e sediado em Brasília, desenvolve projetos em todo o País e integra a Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.
Saiba mais: www.wwf.org.br/cuidardanatureza
CDN Comunicação Corporativa:
Gabriela Davies: 21‐3535‐8330 – gabriela.davies@cdn.com.br
Anna Catharina Siqueira: 21‐3535‐8361 – anna.catharina@cdn.com.br

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Morre em São Paulo o senador Romeu Tuma

 

Ele estava hospitalizado desde setembro no hospital Sírio-Libanês.
Com insuficiência cardíaca, recebeu em cirurgia um coração artificial.

O senador Romeu Tuma (PTB-SP), 79 anos, morreu por volta das 13h desta terça (26), em São Paulo. A informação foi confirmada por um dos filhos dele, o médico Rogério Tuma.
O senador estava internado desde setembro no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Neste mês, o senador passou por uma cirurgia para implantação de um coração artificial, devido a uma grave insuficiência cardíaca.
De acordo com informações da Agência Senado, atribuídas ao gabinete de Tuma, o velório ocorrerá na Assembleia Legislativa de São Paulo. Ele era casado com a professora Zilda Dirane Tuma. Deixou quatro filhos e nove netos.
Romeu Tuma exerceu dois mandatos como senador por São Paulo. Durante a campanha eleitoral deste ano, foi internado e não conseguiu se reeleger.
Em 1994, disputou pela primeira vez uma eleição e se elegeu senador com mais de 5,5 milhões de votos. Em 2000, foi candidato à Prefeitura de São Paulo, mas terminou em quarto lugar. Nas eleições de outubro de 2002, recebeu 7,27 milhões de votos e obteve novo mandato de senador, com vigência até 2011.
Tuma foi o primeiro corregedor parlamentar do Senado Federal. Pertencia ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa.

Dois de seus filhos seguiram a carreira política. Romeu Tuma Júnior foi deputado estadual em São Paulo e secretário nacional de Justiça. Robson Tuma foi deputado federal até 2006.
Carreira policial
Nascido na capital paulista em 4 de outubro de 1931, Tuma era policial, formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
Ele ingressou na carreira policial aos 20 anos. Durante o regime militar, tornou-se investigador e delegado de polícia em 1967, quando ingressou no Departamento Estadual de Ordem Política e Social (Dops). Exerceu o cargo de diretor de polícia especializada entre 1977 e 1983.
Em 1983, assumiu a Superintendência da Polícia Federal de São Paulo e logo depois o cargo de diretor-geral da PF, função em que permaneceu até 1992. Ainda nesse posto, acumulou os cargos de Secretário da Receita Federal e Secretário da Polícia Federal. Em 1991, também passou a ocupar uma vice-presidência da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).
Permaneceu como diretor-geral da PF até 1992, quando acumulou o cargo de Secretário da Receita Federal, no governo do presidente Fernando Collor. De 1992 a 1994, foi assessor especial do governador de São Paulo, com status de Secretário de Estado.
Entre os seus trabalhos policiais de maior repercussão, está a descoberta da ossada de um dos mais procurados criminosos de guerra nazistas, Joseph Mengele, e a captura do mafioso italiano Thommaso Buscheta.
www.g1.com.br

Belo Xote

Safra de caju cai 40% e Estado terá que importar castanha

Chuvas mal distribuídas e ventos fortes nos quatro polos produtores do Estado prejudicam floração e frutificação dos cajueiros. Indústrias vão importar até 80 mil toneladas de castanha, em fevereiro de 2011

O Ceará é o maior produtor de castanha de caju do Brasil, mas vai ter que importar a matéria-prima. A safra 2010/2011 de castanha in natura deve ser 40% menor que a de 2009/2010, insuficiente para suprir a demanda das indústrias de beneficiamento do produto.

Segundo estimativas do Sindicato dos Produtores de Caju do Ceará (Sincaju), serão produzidas, no máximo, 80 mil toneladas de castanha in natura nesta safra, enquanto a do ano passado foi de 135 mil toneladas, número já considerado baixo.

O período de colheita se estende até a primeira quinzena de janeiro, mas já é considerada pelos produtores como a pior dos últimos 30 anos. A projeção pôde ser feita no período de floração e frutificação dos cajueiros, em agosto e setembro, que, por causa das chuvas mal distribuídas e dos ventos fortes, foi prejudicado. O presidente do Sincaju, Paulo de Tarso Meyer, também ressalta o “cansaço dos cajueiros”. “Muitos cajueiros foram plantados na década de 70 e já estão morrendo. Tínhamos 375 mil hectares plantados, hoje são 330 mil”, diz.

A secretária do grupo de coordenação de estatísticas agropecuárias do IBGE, Regina Dias, confirma as projeções do Sincaju, mas ainda não tem dados oficiais. “Ainda estamos fazendo o levantamento entre os 42 municípios produtores. Mas algumas cidades do polo produtor de Itapipoca, como Jijoca e Trairi, já anunciaram perdas de 90% da produção de caju gigante”, afirma Regina.

Situação ruim
Produtor de caju há quinze anos, em Cascavel, Evilásio Dantas, diz que há dois anos a produtividade tem sido baixa, mas este ano está pior. Em 450 hectares, ele já chegou a produzir 300 toneladas de castanha, em 2007. Neste ano, não vai passar de 100 toneladas.

“Quem tem caju anão precoce (produzido em laboratório) até que dá para ‘tirar’ mais, a produtividade caiu 40%. Mas quem só tem cajueiro nativo, teve perdas de 90%. A situação está ruim”, confessa o produtor, que defende mais incentivos do Governo e pesquisas em tecnologia de produção.

O produtor e agrônomo Francisco Gadelha, da região de Aracoiaba, afirma que a baixa umidade do ar também prejudicou a floração, mas coloca nas chuvas da última semana a esperança de produção maior. “Devo produzir só 10% do que produzo normalmente. É frustrante, mas quem sabe as chuvas tragam ‘boas-novas’”, diz.

Diante da safra insuficiente, as indústrias de beneficiamento da castanha de caju do Ceará devem começar a importar a matéria-prima da África Ocidental, mas só em de fevereiro de 2011.

Segundo o presidente do Sindicatos das Indústrias de Beneficiamento da Castanha de Caju do Ceará (Sindicaju), Lúcio Carneiro, a baixa produção só vai se refletir no segundo semestre do próximo ano. Devem ser importadas entre 70 mil e 80 mil toneladas de castanha in natura.

Férias coletivas
A situação da indústria, no momento, só não está “normal”, de acordo com Lúcio, por causa do atraso da entrada da safra. “A produção que era para ter entrado no final de setembro só entrou neste mês. Quase a totalidade do setor teve que recorrer a férias coletivas, esperando safra entrar”, afirma o presidente do Sindicaju.

As indústrias pararam parcialmente, mas devem voltar entre a primeira e segunda quinzena de novembro. “O mercado não ficou desabastecido por conta dos estoques processados que nós tínhamos”, afirma.

E-MAIS

OS PROBLEMAS DA CAJUCULTURA NO CEARÁ
Produtores de caju e empresários das indústrias de beneficiamento da castanha reclamam dos efeitos negativos da desvalorização do dólar. O Brasil é o terceiro maior exportador do mundo, atrás de Índia e Vietnã:

>Segundo o Sindicato dos Produtores de Caju (Sincaju), 30% dos 330 mil hectares de produção estão quase totalmente improdutivos. Antes eram 700 kg de castanha por hectare, hoje são 300 kg.

>”Os cajueiros estão velhos e falta dinheiro aos pequenos e médios produtores (responsáveis por 60% da produção total) para investir no trato das plantações e assim aumentar a produtividade”, afirma o presidente do Sincaju, Paulo de Tarso Meyer. Segundo ele, esses produtores também estão desestimulados por “falta de preço”. “O dólar cai e os industriais tiram dos produtores”.

>De acordo o presidente do Sindicato das Indústrias de Beneficiamento da Castanha de Caju do Ceará (Sindicaju), Lúcio Carneiro, as importações já são plano antigo por três fatores: 1º Exporta-se para 40 destinos diferentes (como EUA e Europa), mas o abastecimento ainda é regionalizado. Para ele, “é preciso globalizar a oferta de matéria-prima por necessidade de sobrevivência no mercado“.2º Se antecipar a possíveis problemas da safra nacional, como a de agora. 3º A garantia da moeda.”Como a volatilidade do dólar é grande, é preciso comprar matéria-prima no mesmo preço da moeda em que se exporta, neutralizando perdas”, avalia.
Luar Maria Brandão
luar@opovo.com.br

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Lavras da Mangabeira-CE: Corpo do ex-prefeito Chico Aristides será sepultado na tarde desta segunda-feira

Demontier Tenório
O corpo do ex-prefeito de Lavras da Mangabeira, Francisco Aristides Ferreira, o Chico Aristides, será sepultado por volta das 17 horas desta segunda-feira logo após a celebração de missa no Distrito de Mangabeira na zona rural daquele município. Ele faleceu na madrugada deste domingo no Hospital Monte Klinikum, em Fortaleza, vítima de falência múltipla dos órgãos. No ano passado, Chico foi acometido de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e, semanas depois, entrou em estado de coma.

É que o quadro clínico se agravou em virtude do diabetes, prostração e insuficiência renal até o colapso na madrugada de ontem. O corpo está sendo velado na Câmara Municipal de Lavras da Mangabeira e a prefeita Dena Oliveira decretou luto oficial de três dias no município. Ele era funcionário aposentado do Banco do Nordeste e foi diretor de futebol do Guarani de Juazeiro, clube do seu coração, tendo sido suspenso como dirigente pela Federação Cearense de Futebol, após invadir o gramado do Romeirão para reclamar contra o árbitro de um jogo o qual teria prejudicado seu time.

Por três oportunidades, Chico Aristides foi prefeito de Lavras da Mangabeira tendo sido derrotado em outras duas oportunidades pela a atual prefeita. Ele era uma pessoa bastante querida no município e conquistou liderança regional. Certa vez disputou sem êxito uma vaga para deputado estadual. Parentes, correligionários e lideranças políticas do Cariri devem acompanhar o cortejo fúnebre e o sepultamento do político de Lavras da Mangabeira.

domingo, 24 de outubro de 2010

Brasil se aproxima da marca de um celular por habitante, segundo Anatel

O Brasil está próximo de ultrapassar a marca de um celular por habitante -- com cerca de 191 milhões de aparelhos habilitados até setembro deste ano -- de acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunições (Anatel) divulgados nesta sexta (22). A teledensidade é de 98,98 acessos móveis por 100 habitantes, o que representa um crescimento de 1% sobre o mês anterior.

Com 2 milhões de habilitações em setembro, o Brasil atingiu o número de 191.472.142 acessos do Serviço Móvel Pessoal (SMP). O Estado de Rondônia ultrapassou neste último levantamento da Anatel a barreira de um celular por habitante.

Do total de acessos via celular, cerca de 157 milhões (82,14%) são pré-pagos. Os demais 34 milhões (17,86%) são pós-pagos.

O Estado do Maranhão foi o que apresentou maior crescimento da teledensidade em setembro, com alta de 2,31%, seguido de Roraima (2,26%) e Piauí (2,25%). A região Norte lidera o crescimento de habilitações de celular no último mês e no acumulado do ano, seguida das regiões Nordeste, Sul, Centro-Oeste e Sudeste, respectivamente.

Internet móvel

O número de celular com acesso à rede móvel também cresceu no país no mês de setembro. Já são cerca de 17,7 milhões de acessos à internet. Desse total, 12,1 milhões dos acessos são feitos pelo celular; os outros 5,6 milhões são via modem.

Ranking das operadoras

A Vivo continua sendo a operadora com maior número de acessos, cerca de 57,7 millhões ou 30,14% de participação total no mercado. Em seguida, estão a Claro, com 48,7 milhões de acessos (25,47%); a TIM, com 46,9 milhões de acessos (24,25%); e a Oi, com 37,3 milhões de acessos (19,51%).

Fonte: Terra

sábado, 23 de outubro de 2010

Frente Fria provoca chuva de até 132mm na região do Cariri

Milagres foi a cidade caririense que registrou maior precipitação, seguida pelos Municípios de Barro e Baixio
Crato. Depois de três meses e 12 dias de estiagem voltou a chover no Cariri na madrugada de ontem. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) foram registradas chuvas em 24 postos do Cariri. As maiores precipitações ocorreram em Milagres, 132 mm; Barro, 103 mm e Baixio 63. No Município do Crato, o índice pluviométrico variou entre 2mm e 12 mm. A última chuva caiu no dia 10 de julho passado.

O meteorologista da Funceme, Paulo Barbiere, informou que estas chuvas são resultantes de uma frente fria que se deslocou da Bahia para o Oceano Atlântico, provocando instabilidade no sul do Ceará. O meteorologista acrescenta que as chuvas terão continuidade por todo o dia de hoje. São precipitações isoladas que não caracterizam o início da estação chuvosa. A Funceme, segundo Barbiere, ainda não tem previsão para a pluviometria no próximo ano.

O inverno do Cariri só começa no fim de janeiro. Porém, são comuns chuvas esparsas nos meses de outubro, novembro e dezembro. É a chamada "chuva do caju". O agrônomo da Empresa Brasileira de Assistência Técnica Extensão Rural (Ematerce), Luiz Teixeira, adverte que estas chuvas têm pouca influência para a lavoura de sequeiro, que nem sequer foi plantada. "Onde as precipitações foram acima de 50mm, melhora a pastagem para o gado", ressalta o agrônomo.

As chuvas enchem de esperança os agricultores, mas não são suficientes para o reabastecimentos dos açudes. Na zona rural de Araripe, por exemplo, falta água até para beber. Os pequenos reservatórios estão secando. Quatro dias sem tomar banho, roupas lavadas em açudes junto com os animais que bebem da mesma água que também é usada para lavar pratos e fazer a comida. Este é o quadro da seca em alguns pontos do Município de Araripe.

Segundo o empresário João Eduardo Ramos, nos bairros Campo de Aviação e Vitorino, a falta d´água também afeta a rede da Cagece. A solução, segundo o gerente da Cagece, José Ribeiro Júnior, é o racionamento de um poço profundo, com capacidade para 350 mil litros, que abastece também a cidade de Salitre, onde a situação é mais crítica.

Anjinhos
O antigo nome de Araripe, "Brejo Seco", lembra uma época em que as pessoas morriam de fome por inanição, enfraquecimento extremo por falta de alimentos. Os moradores do povoado de Anginhos, na confluência dos municípios de Araripe, Potengi e Santana do Cariri, lembram o fato dramático. Duas crianças morreram dentro de dois caçuás no meio da Caatinga, quando eram transportadas por uma família de retirantes que fugia de uma grande seca, ninguém sabe quando. No sertão são chamadas de anjos crianças falecidas até os seis ou sete anos de idade. Daí a localidade, onde ocorreu o episódio ter recebido o nome de "Anjinhos". Essa história comovente é do conhecimento de todos os moradores do povoado. Hoje, o quadro é outro. Anjinhos é um próspero povoado com assistência médica, telefone e escola. As crianças não morrem mais de fome.

No entanto, falta a mais elementar de todas as necessidades humanas: água para beber. O líquido é transportado em carros de mão, no ombro, na cabeça, em jumento do Sítio São Gonçalo, que fica a mais de dois quilômetros de distância.

Profecias
O inverno do próximo ano será longo com chuvas finas. Começa com boas chuvas, mas, no mês de abril, ocorrerá uma estiagem que causará desânimo aos agricultores. Esta previsão é do profeta Francisco Augusto da Silva, autor do "Almanaque do Ano", uma publicação com informações sobre inverno, horóscopos, remédios populares, fases da lua, bem como o tempo certo para o plantio de cada cultura. O profeta aposta que o inverno vai começar já a partir do dia 22 de dezembro.

Suas previsões são fundamentadas, segundo afirma Francisco Augusto da Silva, no sistema solar, apresentado no livro "Lunário Perpétuo".

Chuvas
Milagres 132mm

Barro 102mm

Baixio 63mm

Lav. da Mangabeira 41.5mm

Mauriti 40mm

Aurora 39.3mm

Ipaumirim 31mm

missão velha 30mm

Várzea Alegre 19.2mm

Cedro 19mm
Fonte: Funceme

MAIS INFORMAÇÕES Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos: (85) 3101.1117/ Profeta Augusto da Silva: (88) 9222.6540


Antônio VicelmoRepórter

FONTE: http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=872315

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Supremo retoma na próxima quarta debate sobre ficha limpa

 

STF vai julgar caso de Jader Barbalho, barrado pela Lei da Ficha Limpa.
Primeiro julgamento no STF sobre ficha limpa terminou empatado em 5 a 5.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, vai colocar na pauta de julgamento da próxima quarta-feira (27) o recurso do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA) contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que negou seu registro de candidatura.

A informação foi confirmada nesta quinta-feira (21) pela assessoria do STF, depois de o relator do caso, ministro Joaquim Barbosa, ter concluído seu voto e disponibilizado o processo para análise em plenário. Este é o segundo caso sobre a validade da Lei da Ficha Limpa e sua aplicação nas eleições deste ano que deve ser julgado pelo Supremo.
Jader teve a candidatura questionada pela Procuradoria Eleitoral do estado porque renunciou ao mandato de senador, em 2001, para evitar um processo de cassação em meio às investigações do caso que apurava desvios no Banpará e a denúncias de envolvimento no desvio de dinheiro da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). O candidato sempre negou irregularidades. Sua defesa afirma que não houve atentado à moralidade pública porque o então senador foi alvo apenas de denúncias publicadas na imprensa.
Primeiro julgamento
Em caso semelhante sobre o registro de candidatura a governador do Distrito Federal de Joaquim Roriz, o julgamento no STF terminou empatado em 5 votos a 5. Roriz terminou renunciando à disputa e a coligação indicou a mulher dele, Weslian Roriz, para concorrer ao governo do DF.
O empate aconteceu porque o STF está com um integrante a menos desde agosto, quando o ministro Eros Grau se aposentou. A indicação de um novo ministro é feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
A expectativa de alguns ministros era de que o STF fosse aguardar a nomeação de um novo integrante para retormar a discussão sobre o assunto. Em entrevista ao G1, no final de setembro, o ministro do STF e presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, afirmou que a decisão sobre a validade da Lei da Ficha Limpa dependeria do novo ministrar a ser indicado.
"Eu diria que [o futuro da ficha limpa] está nas mãos do próximo ministro, salvo se algum outro integrante da corte mudar de opinião. Claro que é mais confortável um Supremo completo, porque nós não teríamos o impasse que tivemos, mas a escolha de um ministro do Supremo é difícil, complexa, porque é preciso que seja alguém que tenha notório saber jurídico e reputação ilibada."
Caso
O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) liberou o registro de Jader, mas a Procuradoria Eleitoral recorreu ao TSE, que barrou o candidato com base na ficha limpa. Mesmo com registro indeferido, nas eleições do último domingo (3), Jader Barbalho recebeu 1.799.762 de votos e, caso não estivesse barrado, seria eleito em segundo lugar.
Na última segunda-feira (18), o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, encaminhou ao Supremo parecer contrário à liberação do registro de candidatura do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA).
"Inelegibilidade constitui restrição temporária à possibilidade de o recorrente candidatar-se a cargo eletivo. Não visa propriamente a exclusão do candidato, mas a proteção da coletividade, a preservação dos valores democráticos e republicanos, afirma o procurador.

 

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

A VIOLÊNCIA: Serra é agredido durante caminhada no Rio de Janeiro


NE - Agressividade declarada:


Serra leva pancada na cabeça em confusão com militantes do PT no Rio


http://2.bp.blogspot.com/_WY3qKeZY6L0/TL8ojdhPXcI/AAAAAAAATUs/x8xmwg9HIrY/s1600/Serra+e+agredido+por+Petistas.jpeg


O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, disse ter se sentido "grogue" após levar uma pancada na cabeça, durante confronto entre militantes do PSDB e do PT quando o tucano participava de caminhada em Campo Grande, na zona oeste do Rio. Serra chegou a colocar gelo na cabeça para amenizar a dor da pancada. Ele foi levado para o Hospital Sorocaba, que fica em Botafogo, para avaliação. O tucano se deslocou até o hospital num helicóptero.

De acordo com o pastor Maurício Ferreira, que acompanhava Serra na caminhada, não se sabe exatamente o que atingiu o candidato, se o mastro de uma bandeira ou uma bobina de adesivos de papel.

"O PT tem tropa de choque. Não sei se foi previsto ou não, mas eles fazem no piloto automático. Lembra a tropa dos nazistas? É típico de movimentos fascistas", disse Serra.

O tucano estava caminhando pelo calçadão do bairro, acompanhado por militantes, quando se deparou com um grupo que fazia campanha para Dilma Rousseff (PT). Os petistas começaram a gritar "Quem é Paulo Preto?", fazendo referência a um tucano que teria feito arrecadações para a campanha de Serra e sumido com o dinheiro. Os militantes do PSDB reagiram e houve confusão. Serra chegou a entrar em uma loja, onde permaneceu até que os ânimos se acalmassem.

Fonte: folha.com

Comer devagar pode ajudar a emagrecer




Comer rapidamente pode inibir hormônios da saciedade, e induzir a comer em excesso, diz um estudo publicado no periódico científico The Endocrine Society’s Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism (JCEM). Diversos estudos já demonstraram como esses hormônios secretados pelo cérebro indicam o momento de finalizar uma refeição, mas até agora não havia estudos que focassem o ritmo alimentar das pessoas.

“A maioria de nós já ouviu falar que comer rápido leva ao consumo alimentar excessivo e à obesidade e agora essa pesquisa demonstrou cientificamente essa ideia”, afirma Alexander Kokkinos, pesquisador da Universidade de Kapodistrian, na Grécia. “Nosso estudo mostra claramente que a velocidade com que se come impacta na capacidade cerebral de liberar esses hormônios que fazem com que as pessoas finalizem uma refeição.”

No estudo os pesquisadores observaram que pessoas que levavam quase meia hora para fazer uma refeição mostravam uma dose muito mais alta de concentração de hormônios de saciedade – e portanto se sentiam mais “cheias” – do que pessoas que comiam mais rapidamente.

“Nossas descobertas trazem mais informações para entender como o consumo exagerado de alimentos, causado por uma vida corrida por conta do ritimo de trabalho diário pode levar à obesidade. O conhecimento popular que alerta que ‘engolir’ a comida sem mastigar direito pode realmente ter uma explicação fisiológica”, diz Kokkinos.

Diminuir o ritmo das refeições, mastigando mais cada porção e aumentar o tempo para sair da mesa pode levar a um menor consumo alimentar e ajudar a controlar a quantidade de calorias ingeridas, auxiliando no controle do peso e evitando a obesidade a longo prazo 

Colaboração:AFA - Associação da Família Almeida - Ano XXX

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Caminhão-museu estaciona no Congresso com obra de Patativa do Assaré


Em comemoração ao centenário de nascimento do poeta cearense Patativa do Assaré, o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) autografa nesta quarta-feira (20) o livro Patativa do Assaré - Poeta Universal, organizado pelo parlamentar.
O evento será realizado no caminhão-museu que integra o Projeto Patativa Encanta em Todo o Canto, mantido pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará. O veículo abriga diversas obras escritas por Patativa do Assaré e percorre o país desde o início do ano passado. Nesta quarta, estará estacionado na Alameda das Bandeiras, na Esplanada dos Ministérios, em frente ao Congresso Nacional.
A visitação (gratuita) ao museu itinerante será aberta às 10h e encerrada às 17h. Às 11h, será realizada uma palestra sobre vida e a obra do poeta e, às 16h, o senador Inácio Arruda autografa o livro.
Antônio Gonçalves da Silva, mais conhecido como Patativa do Assaré, é considerado um dos maiores ícones da cultura popular nordestina.
Da Redação / Agência Senado

sábado, 16 de outubro de 2010

16 de outubro: Dia Mundial da Alimentação


Neste sábado, 16 de outubro, é o Dia Mundial da Alimentação. Mais de 150 países comemoram a data, que se transformou na Semana Mundial da Alimentação. A efeméride  deve ser um momento de reflexão, por parte da humanidade, considerando-se que quase 1 bilhão de pessoas passa fome, e vive em condições de miséria, segundo a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). No Ceará, quem está à frente da programação é o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea-Ceará), que conta com o apoio de órgãos públicos e da iniciativa privada.

Para o presidente da Ematerce, Engº Agrº Itamar Teixeira Bezerra, o órgão oficial de assistência técnica e extensão rural do Ceará vem, ao longo de sua existência, contribuindo para o aumento da produção e da produtividade das lavouras e da pecuária, respeitando a cultura dos agricultores familiares e preservando o meio ambiente, considerando-se o fato de que os extensionistas da Ematerce orientam os produtores rurais a adotar práticas conservacionistas, em seus cultivos, e a não abusarem do emprego de agrotóxicos a fim de não se contaminar os alimentos, tanto para o consumo humano, quanto para o animal.

Enfatizou, ainda, o dirigente da Ematerce que a prática da denominada agricultura orgânica não, apenas, proporciona à população alimentar-se, sadiamente, mas também a evitar a poluição dos recursos naturais, como: a flora, a fauna e a parte hídrica da Terra, ou seja, rios, riachos, córregos, açudes, lagos e lagoas. Disse mais que a Ematerce, em trabalhando assim, busca a melhoria das condições de vida das famílias rurais, reduzindo a pobreza no campo e aumentando a oferta de alimentos em todo o Estado, ajudando a saciar a fome e a sede de milhões de cearenses.

Vale salientar  ser a Semana Mundial da Alimentação uma data, em que os habitantes e governantes deste planeta precisam preocupar-se com a produção de gêneros alimentícios sadios, bem assim com a segurança alimentar e nutricional. Ressalte-se que, no Brasil, o Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional elaborou a Semana Mundial da Alimentação. No Ceará, quem está à frente da programação é o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea-Ceará), que conta com o apoio de órgãos públicos e da iniciativa privada.
==============================================================
Assessor de Comunicação e Ouvidor
Jornalista Antonio José de Oliveira - antonio.jose@ematerce.ce.gov.brEste endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.
Fone 85.3217.7872

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

“Unidos Contra a Fome”


“Unidos Contra a Fome” é a temática de 2010 para a Semana da Alimentação. Dados recentes da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) revelam que mais de 1 bilhão de pessoas passam fome no mundo. Diante disso, o intuito da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), em parceria com o Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA-CE) e outras entidades públicas, é conscientizar a população sobre a importância da agricultura e da cooperação técnica internacional como ferramentas para debelar a fome. O evento acontece nesta sexta-feira, dia 15, na Praça do Ferreira, como parte da extensa programação que se inicia nesta segunda-feira, dia 11, e vai até o domingo, 17.
Criada com o objetivo de promover a conscientização sobre as questões que envolvem a alimentação, a data, comemorada em 150 países, é celebrada durante a Semana da Alimentação, e no Ceará é organizada pela STDS, em parceria com o Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA-CE). “A partir do tema deste ano, pretende-se estimular a reflexão entre as pessoas sobre o quadro atual de insegurança alimentar no Brasil e no mundo”, explica a coordenadora da Célula de Segurança Alimentar e Nutricional da STDS, Regina Praciano. Na Praça, haverá programação cultural com a participação de grupos de teatro, dança, repentistas, e os artistas mirins do Circo Escola Bom Jardim, unidade da STDS. Haverá, ainda, prestação de serviços à comunidade tais como orientação nutricional, educação alimentar, oficina de manipulação e higiene de alimentos e orientação ao direito do consumidor e exposição dos trabalhos de entidades parceiras da Secretaria.
Contra a Fome e pela Alimentação
A Semana vai debater a maior participação das populações rurais, com ênfase nas mulheres camponesas, dentro das decisões e atividades coletivas que visam melhorar as condições de vida no campo. “A ideia é que, fortalecendo a consciência política e social do problema entre os cidadãos e cidadãs rurais, criaremos novos mecanismos de combate à fome”, conclui Regina. Em consonância com a FAO, a STDS vai debater, ao longo da Semana da Alimentação, a solidariedade cooperativa entre as instituições da sociedade civil, União, Estados e Municípios para gerar ações que combatam a fome entre os mais vulneráveis.
III Feira da Agricultura Familiar
Ainda em celebração à Semana Mundial da Alimentação, a STDS e o Conselho Estadual de Segurança Alimentar – CONSEA-CE, junto a órgãos públicos e entidades da sociedade civil, promovem a III Feira da Agricultura Familiar e Economia Solidária que se realizará no dia 14 de outubro, das 15 às 21 horas na Praça da Gentilândia (Av. 13 de Maio). Na praça, será montada uma estrutura de feira que contará com produtos da agricultura familiar cearense, agroecologia e economia solidária, além de comidas típicas, artesanatos e atrações culturais.

Dia do Professor


Não sei o que combina mais contigo,
Uma poesia, um livro, uma pintura,
Sinceramente fico pensando
No que deve dar alegria
A alguém que é objeto da alegria de tantos.

Na verdade, o professor de verdade,
É aquele que prefere dividir o que possui,
Do que ter somente para si.

O verdadeiro mestre, sente-se feliz
Quando percebe que o caminho que
Ele abriu tem sido trilhado por muitos.
O mestre tem a sua realização no aprendizado
Do pupilo, da passagem da experiência.

É por isso que meras palavras
Não podem recompensar
A alguém que optou por esta carreira
Que muitas vezes é dolorosa e cheia de espinhos.

Chamo-te somente mestre, abnegado coração
Que se sensibiliza com os olhos sedentos
Por uma vida menos escura, mas cheia de luz.
E essa luz, está em suas mãos,
Em seu coração, em seu olhar.

Que bom que existe um dia
Reservado só para você!
Obrigado por sua obstinação incontida,
Pois graças a ela, você nunca desiste.
Você é muito importante,
Espero que você seja sempre assim.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Horário de Verão vai começar neste domingo


Medida ficará em vigor até dia 20 de fevereiro de 2011. O principal objetivo é reduzir picos de demanda de energia
São Paulo. O horário de verão deste ano começa à 0h do próximo domingo (17), quando moradores das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste deverão adiantar o relógio uma hora. A medida ficará em vigor até dia 20 de fevereiro de 2011.

O principal objetivo, com o horário de verão, é reduzir os picos de demanda, proporcionando uma utilização de energia diária mais uniforme. Adiantar o horário diminui o carregamento nas linhas de transmissão, subestações e nos sistemas de distribuição.

Datas fixas
Desde 2008, decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva estabelece datas fixas para o início e término do horário de verão. Antes, anualmente, era publicado um decreto para definir o período da mudança.

De acordo com o decreto, a mudança no horário ocorrerá, todos os anos, no terceiro domingo de outubro e terminará no terceiro domingo de fevereiro. Se a data coincidir com o domingo de Carnaval, o final do horário de verão é transferido para o próximo domingo.

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) e a BM&F (Bolsa de Mercadorias & Futuros) estreiam novos horários a partir do próximo dia 18, com o início do horário de verão.

A partir da próxima segunda-feira (18), o pregão da Bolsa de Valores atrasa uma hora e passa a funcionar entre 11h e 18h (hora de Brasília). O chamado "after-market" (pregão eletrônico) muda para o horário das 18h30 às 19h30.

Já no segmento da BM&F, o início dos negócios de contratos futuros e de opções, baseados em índices (cesta de ações) também avança uma hora, para a faixa das 10h às 18h30. Para os demais produtos, os horários não sofreram alterações.
www.diariodonordeste.com.br

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Abaixoassinado cobra melhorias no aeroporto

Clique para Ampliar
Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, aguarda melhorias. Terminal, pista e banheiros deverão ser ampliados para atender a demanda regional 
FOTOS: ELIZÂNGELA SANTOS
Liderada por lojistas da região, campanha recolhe assinaturas para cobrar melhorias no aeroporto do Cariri

Juazeiro do Norte - Passam de 10 mil assinaturas o abaixoassinado realizado na região do Cariri, no intuito de fortalecer a luta por melhorias no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, neste Município. O impasse por reformas entre o Estado e a Infraero tem gerado polêmicas na região. Durante o período eleitoral, essa questão passou a ser um dos principais assuntos cobrados pela população aos postulantes dos cargos na Assembleia Legislativa e Câmara Federal, no Cariri.

Várias reuniões também foram realizadas entre integrantes da Infraero, Governo do Estado e representantes de instituições regionais, no intuito de avançar com as reformas necessárias no local. As principais melhorias estão voltadas para a ampliação do terminal e homologação da pista de pouso, para as aeronaves duplicarem o número de passageiros.

O abaixoassinado faz parte de uma campanha, iniciada no mês de julho, com uma caminhada com os prefeitos da região sul. As atividades vêm sendo desenvolvidas por meio de entidades como a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicato dos Lojistas, Frente Municipalista de Prefeitos do Sul do Ceará e o Cariri Shopping, com adesão das entidades lojistas de Barbalha e Missão Velha e coleta nos municípios de Brejo Santo, Jardim, Caririaçu e Milagres. A ideia é que haja assinaturas de todas as cidades da região. O documento será repassado à autoridades.

O diretor social da CDL de Juazeiro do Norte, João Almeida de Carvalho, afirma que a campanha tem obtido avanços, mesmo sem recursos para investir no marketing. O número de assinaturas tem sido uma surpresa e está acima das expectativas. "Esse trabalho tem sido levado às igrejas, aos bairros da cidade e também nas escolas, e a imprensa também tem dado a sua grande contribuição", diz o comerciante.

Para o lojista, o grande intuito dessa campanha é conscientizar a sociedade da importância do equipamento para o desenvolvimento regional. "Estão subestimando isso, num momento em que a região tem tido avanços importantes e o número de usuários tem crescido a cada ano", diz ele. Este ano, a meta é fechar o atendimento em mais de 260 mil usuários dos serviços. Não há definição da data final da campanha de adesão da população, mas o diretor adianta que será apenas quando houver um número significativo de assinaturas. "O que queremos na verdade é que a sociedade seja co-participativa nesse processo, questione sobre essa realidade, fazendo um movimento de baixo para cima", explica Almeida.

Mês passado, foi enviado ofício ao ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, por entidades de classe de Juazeiro do Norte, como a CDL e o Sindilojas, além do prefeito municipal, Manoel Santana, solicitando intervenção junto à Infraero para a imediata e definitiva absorção do aeroporto e autorização da obra de instalação dos módulos operacionais, cujo processo de licitação foi concluído, tendo sido contratada empresa construtora. Essa reforma inclui melhorias nas instalações, desde o terminal à melhoria de banheiros, ampliando a capacidade de recepção.

"As entidades de classe não irão desistir em momento algum de lutar pelas melhorias para o Aeroporto Regional do Cariri. Esta bandeira somente será cessada quando formos atendidos", afirmou o vice-presidente da Câmara de Lojistas de Juazeiro do Norte, empresário Michel Araújo.

Envolto aos antigos problemas como homologação da pista, com avaliação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), ausência de resistência para pousos de aeronaves de grande porte, reforma e ampliação, além do impasse entre o Estado e a Infraero sobre pendências burocráticas relacionadas a um antigo convênio, desde o governo anterior, a população conclama os responsáveis a um comprometimento. A reforma prevista para esse semestre, com a construção dos módulos operacionais, ainda não foi iniciada. A previsão, caso a obra tivesse início em agosto passado, seria inaugurar em dezembro, com a ampliação das áreas de embarque e desembarque.

Segundo o escritor e advogado Emerson Monteiro, o aeroporto regional é estratégico para o desenvolvimento do Cariri e é importante que as autoridades constituídas vejam isso como uma prioridade. Além da mobilização por meio das entidades, proprietários de bares, restaurantes, hotéis e comércio de Juazeiro estão envolvidos. João Almeida afirma que mais de 15 empresas já aderiram à campanha, e os empresários fazem a doação de material, como adesivos para os carros, agora com um novo slogan de campanha: "Aeroporto já, o centenário vai chegar".

MAIS INFORMAÇÕES

Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes - Av. Virgílio Távora, 4000 (CE) - (88) 3572.0700 / 3572. 2118 / CDL Juazeiro - (88) 3512.2266

Elizângela SantosRepórter

XXI Semana de Engenheiros Agrônomos do Ceará

Engenheiros agrônomos discutem questões de clima, alimentos e prestam homenagem à imprensa cearense

Com o propósito de discutir questões voltadas para a Agronomia e alimentos, de 12 a 15 de outubro será realizada a XXI Semana de Engenheiros Agrônomos do Ceará, cujo tema será “Agronomia: Mudanças Climáticas e Produção de Alimentos”

No dia 12 de Outubro é comemorado o Dia do Engenheiro Agrônomo. Parabéns a todos!

 Momento da abertura do evento, na Reitoria da UFC em Fortaleza, no Auditório Castelo Branco.

 A TV Diário cobrindo o evento.

O Engenheiro Agrônomo Dr. Cazuza participou do evento.

Feliz dia do Fisioterapeuta!!!

 
A Todos Fisioterapeutas:  Feliz dia do Fisioterapeuta!!!


Oração da Fisioterapia


“Senhor, eu sou fisioterapeuta.
Um dia, depois de anos de estudos, me entregaram um diploma,
dizendo que eu estava oficialmente autorizado a reabilitar.
E eu jurei fazê-lo. . . conscientemente.
Não é fácil, Senhor, não é nada fácil viver este juramento na rotina
sempre repetida da vida de um fisioterapeuta:
avaliando. . .tratando. . .reavaliando. . .tratando. . .
acompanhando passo a passo a recuperação, às vezes lenta, dos
pacientes. Contudo, Senhor, eu quero ser fisioterapeuta. . .
Alguém junto de alguém.
Não mecânico de uma engrenagem, mas gente reabilitando gente.
Que todo aquele que me procura em busca de cura física
encontre em mim algo mais que o profissional. . .
Que eu saiba parar para ouvi-lo. . .sentar junto ao seu leito par animá-lo. . .
É muito importante, Senhor: que eu não perca a capacidade de chorar.
Que eu saiba ser fisioterapeuta. . .alguém junto de alguém. . .
Gente reabilitando gente, com a tua ajuda, Senhor.”

Fisioterapia no PSF


A fisioterapia no PSF tem como ação indispensável o atendimento a população inserida no Programa de Saúde da Família. A atuação da fisioterapia no PSF é uma proposta de Lei 3256, apresentado em 2004.

A Lei criou à obrigatoriedade da inserção da fisioterapia no PSF garantindo o acesso a população aos meios e técnicas relacionados com esta especialidade.

O programa de Saúde da Família começou a ser implantado em 2004 pelo governo federal como um dos programas propostos aos municípios para desenvolver a atenção básica, ou seja, ações de saúde essenciais aos cidadãos a um baixo custo incluindo assim a Fisioterapia no PSF.

O Ministério da Saúde calcula que até fevereiro de 2009, mais de 50% - o equivalente a 93 milhões de brasileiros - foram beneficiados com as ações do programa incluindo a Fisioterapia no PSF.

A fisioterapia no PSF poderá dessa forma contribuir em áreas como na saúde da mulher, trabalhando com grupos de gestantes dando orientações que irão prepará-las para o parto, além de desenvolver exercícios respiratórios, necessários para uma gestação sem riscos.

A Fisioterapia no PSF também atua na saúde do trabalhador dando orientações sobre postura e investindo na reeducação postural.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Fiéis se reúnem no Santuário de Aparecida no dia da padroeira


Missa Solene acontece durante a manhã, na cidade no interior de SP. Romeiros de todo o país homenageiam Nossa Senhora Aparecida.
aparecida  
 
Milhares de fiéis se reuniam na manhã desta terça-feira (12) no Santuário Nacional de Aparecida, a 180 km de São Paulo, para a tradicional festa da padroeira do Brasil. Vindos de diversas partes do país, os romeiros participam de diversas missas ao longo do dia. A principal celebração, uma missa solene, começou às 10h. Ainda nesta terça acontecerá um show do padre Fábio de Melo e queima de fogos em homenagem a Nossa Senhora Aparecida (Foto: Raul Zito/G1)

A expectativa é que mais de 160 mil romeiros visitem o santuário neste feriado. Os fiéis começaram a chegar na cidade do Vale do Paraíba ainda de madrugada. A primeira missa foi celebrada às 5h30

sábado, 9 de outubro de 2010

Missa da Crisma em Farias Brito

O Sacramento da Crisma completa a obra iniciada no Batismo. A Crisma torna visível o dom do Espírito Santo na pessoa e traz o dom divino para seu crescimento espiritual. Deste modo todo a Igreja cresce e se santifica, pois a pessoa torna-se sinal da presença e da ação do Espírito de Deus. A pessoa que renasceu no Batismo é enriquecida com o DOM DO ESPÍRITO SANTO e, marcada por esse Sacramento, fica perfeitamente unida à Igreja e assume o compromisso de espalhar e defender a fé por palavras e atos, como testemunha de Cristo no mundo. Somos Chamados como cristãos crismados, a viver a vida de união e de comunhão na Igreja.

Neste dia 08 de outubro de 2010, a Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Farias Brito celebrou a Crisma de centenas de jovens pelo Bispo Dom Fernando Panico. Além do vigário local, Pe. José Coringa, Pe. Mota (vigário de Várzea Alegre) e Pe. Cícero (vigário de Grangeiro) participaram da solenidade.



















"O Espírito Santo me ungiu para proclamar a boa notícia a todas as nações"

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Semana pela Vida: a vida é bela!

Por decisão da CNBB, a Igreja no Brasil realiza cada ano, no início de outubro, a semana pela defesa da vida. Não é que somente nesta semana devamos fazê-lo, mas todos os dias, ao longo do ano inteiro. Os cristãos são chamados a escolher, amparar, defender e proteger a vida: “escolhe, pois, a vida”, recordava-nos a Campanha da Fraternidade em 2008. Nós cremos no Deus da vida, que ordenou – “não matarás” -, e somos discípulos daquele que é vencedor da morte e restaurador da vida: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”.

O início de outubro nos traz boas motivações adicionais para manifestarmos nossa posição em defesa da vida, ameaçada de diversas formas, inclusive a vida humana. Estamos no início da primavera, uma explosão de vida, de cores e beleza. O papa Bento XVI, na encíclica Caritas in Veritate, nos adverte sobre a importância de preservar a vida e o meio ambiente no planeta Terra, nossa casa comum (cf. n. 48-50). Cuidar bem da natureza e da nossa casa comum é questão de justiça e solidariedade para com os demais seres que povoam este belo e abençoado paraíso da vida, talvez único no universo; é questão também de justiça e solidariedade para com as futuras gerações, para as quais não deveremos deixar em herança um mundo estragado e sem condições boas de abrigar a vida.

A Igreja também recorda, no dia 4 de outubro, São Francisco de Assis, poeta e cantor da natureza; ele, santo e alma pura, não se deixou corromper pela ganância e o egoísmo, que matam a vida; por isso podia dizer “mãe terra” e reconhecer em cada criatura um irmão e uma irmã; ele se reconhecia como filho querido do Pai muito amado, que fez boas todas as coisas e as abençoou. Por essa mesma razão, também o Papa Bento XVI nos diz na encíclica citada acima que a questão ecológica não deve ser o sonho de alguns ativistas e sonhadores, mas um assunto que envolve nossa fé em Deus Criador e nossos deveres morais. Respeitar e defender a vida é prestar homenagem ao Deus da vida. O contrário seria ofensa ao Criador e pecado contra os irmãos.

A semana de defesa da vida, porém, tem um significado específico para nós: Manifestamos nosso grito de alerta diante dos desprezos, ameaças e agressões contra a vida humana e, assim, queremos desenvolver mais e mais uma cultura favorável à vida humana. De muitas formas a vida humana é desrespeitada e ameaçada: pela miséria, que não permite viver dignamente; pelos vícios, que estragam a saúde e roubam a vida prematuramente; pela violência difusa, de tantas formas, onde muitas pessoas perdem a vida de maneira trágica; pelo aborto, que ceifa um número assombroso de vidas inocentes e indefesas. Não podemos ficar indiferentes diante da cultura da morte, que faz, inclusive, negócios muito rentáveis com o comércio de morte! Lembramos a advertência do Papa Bento XVI, na Fazenda da Esperança, no dia 12 de maio de 2007, contra os que tiram lucros vultosos do comércio da droga: deverão dar contas a Deus pelas vidas que fizeram perder em decorrência desse comércio de morte!

Muito grave é a questão do aborto provocado. Há projetos de lei para legalizar esta prática, até mesmo para que possa ser realizada com dinheiro público! Há mesmo quem argumente que isso é um “direito humano”. Tirar a vida de seres humanos inocentes e indefesos seria um direito humano?! Fala-se em “despenalização”, ou “descriminalização” do aborto, ou em “interrupção da gravidez”, ou “parto antecipado”. São formas de linguagem que escondem a realidade, mas o objetivo e a dura realidade é a mesma: A supressão da vida de um ser humano inocente e indefeso. A interrupção da gravidez, ou o parto feito antes de certo tempo de gestação levam inevitavelmente à morte do feto, ou bebê. Espalhou-se o uso da pílula do dia seguinte (“método contraceptivo de emergência”), que também pode ser abortiva se já houve fecundação após uma relação sexual.

Há quem argumente pelo direito que as mulheres teriam para decidir sobre seu corpo; tratando-se de uma gravidez, há nisso um equívoco primário, pois o feto ou bebê que a mulher traz no seu útero não é parte do seu corpo, mas é um outro corpo, diverso do dela; melhor dito, é um outro ser humano, diverso dela; a natureza da mulher recebeu de Deus a bela e gratificante missão de acolher a vida, de dar-lhe condições para nascer, de amparar e proteger esta vida frágil. Evidentemente, se somos contrários ao aborto, não significa isso que queremos a todo custo o castigo das mulheres que, por alguma razão, o praticam. Mas como proteger a vida nascente, se o aborto fosse legalizado? A defesa da vida, além disso, também requer a cobrança das autoridades para que o Estatuto do Nascituro seja aprovado quanto antes e que seja usado o rigor da lei contra as clínicas clandestinas (ou pouco clandestinas), que exploram o comércio do aborto, para tirar lucros.

Além disso, a defesa da vida nascente também requer, de nossa parte, o amparo e a solidariedade para com a mulher que gera um filho, ou tem uma gravidez problemática, ou até indesejada. A medicina, a psicologia e a assistência social podem fazer muito por ela, sem precisar fazer o aborto; as organizações da Igreja podem estar ao lado dela para ajudá-la. A semana pela defesa da vida deveria ainda ser marcada por homenagens às mulheres grávidas, ou que têm filhos pequenos; elas prestam um grande serviço à humanidade! Em nossas igrejas poderiam ser realizadas celebrações especiais para elas, inclusive previstas no ritual de bênçãos.

Dia 8 de outubro, por iniciativa da CNBB, é o Dia do Nascituro em todo o Brasil. Seja um dia para dizer: Bem-vindos à vida! Felizes são as mães de vocês! Sejam abençoados e abençoadas por Deus!
Cardeal Odilo Pedro Scherer/CNBB

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Cresce o número de milionários na Câmara dos Deputados



Há 194 eleitos com patrimônio superior a R$ 1 milhão.
João Lyra (PTB-AL) declara ter R$ 240 milhões; 18 dizem não ter nada.


A Câmara dos Deputados eleita neste ano e que tomará posse em 2011 terá 194 milionários, mais de um terço da Casa, composta por 513 parlamentares. É o que aponta levantamento feito pelo G1 com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número de políticos que declara ter patrimônio superior a R$ 1 milhão cresce a cada legislatura. Eram 165 na eleição passada; 116 em 2002.

O eleito mais rico é o usineiro João Lyra (PTB-AL). Ele declara ter R$ 240 milhões, o equivalente a 1/5 do patrimônio de todos os eleitos da nova Casa (R$ 1,2 bilhão). Constam da declaração empreendimentos comerciais, terrenos e a Usina Laginha (avaliada em R$ 196 milhões). Segundo a assessoria de imprensa de Lyra, ele está em viagem e não foi encontrado para falar.

Entre os 25 mais ricos há apenas uma mulher. Dona Íris (PMDB-GO), que em 2002 não havia declarado nem um bem sequer, hoje é a sexta pessoa mais rica: R$ 14 milhões. Entre os bens há 11.994 cabeças de gado, totalizando R$ 8,4 milhões. Ao G1 a deputada diz que neste ano fez uma declaração conjunta com o marido, o também político Íris Rezede, que está no segundo turno na disputa ao governo de Goiás.

Para ela, no entanto, o alto patrimônio não revela "nada". "Isso não tem nada a ver com o caráter, com a postura, a atitude do político", afirma. "Estou na política há 40 anos, já tinha uma vida confortável antes de entrar nela. Além disso, lutei contra a ditadura, me mobilizei pelas Diretas Já e faço um trabalho na área social desde que fui primeira-dama de Goiânia ainda novinha, com 20 anos."

"Há muita gente com posses que quer ajudar as pessoas. E tem muita gente com menos dinheiro que não tem o mesmo comprometimento", diz Íris.

Para a cientista política Vera Chaia, coordenadora do programa de pós-graduação em ciências sociais da PUC-SP, a “elitização da Casa” é decorrente de “campanhas cada vez mais caras”. “Não é qualquer um que vai conseguir se eleger. É preciso ter uma base de sustentação, dinheiro para participar da disputa”, diz.

O patrimônio médio dos deputados é de R$ 2,4 milhões. Apesar disso, há entre os eleitos aqueles que digam não ter nenhum bem em seu nome. São 18 nessa situação.

Tiririca (PR-SP) é um deles. O deputado mais bem votado do país foi, inclusive, denunciado pelo Ministério Público de São Paulo sob acusação de falsidade ideológica, suspeito de ter transferido os bens para terceiros. Tiririca nega e garante não ter bem nenhum.

Bancadas
Entre os partidos, o PMDB é o que mais tem deputados com R$ 1 milhão ou mais (36). O DEM, até então campeão, aparece em segundo, com 28. O PSDB conta com 25 parlamentares. O PT, apesar de conquistar a maior bancada da Casa, só figura no sexto lugar, com 11 dos 88.

PMDB é o que mais tem milionários



Já São Paulo manterá o status de estado com mais milionários: 31. Minas Gerais aparece logo atrás, com 25. O Paraná terá 18 e a Bahia, 17. A exemplo de 2006, só o Amapá não contará com nenhum deputado com patrimônio superior a R$ 1 milhão.

Perfil
A Câmara terá mais homens, na faixa dos 51 anos, casados e com superior completo. Neste ano, mais da metade dos eleitos declara a política como profissão – um dado crescente. Em 2010, são 268 “deputados”, 11 “vereadores” e três “senadores”.

“A tendência é essa mesmo”, diz Vera Chaia. “Há uma classe dos políticos profissionais. Muitos não entram com a vontade de mudar. É apenas um legado de família.”

Em relação ao número de mulheres (há uma a menos desta vez), a deputada Íris Rezende credita a culpa, em parte, aos partidos políticos. E diz que falta ousadia para algumas mulheres. "Não é por decreto que vai se ampliar o número de mulheres na política. Mas acredito que uma reforma política poderá colocar essa discussão. Faz tempo que ouço aquela história de 'política é para homem'."

Na comparação com a legislatura passada, há uma pequena queda na instrução dos eleitos. São 12 políticos a menos com uma universidade concluída (401 no total) e oito a mais com apenas o ensino fundamental (completo ou incompleto).

Em relação às profissões, ocupam lugar de destaque os empresários. São 36 (três a mais que em 2006). Em compensação, há menos advogados, médicos e engenheiros.

Os deputados do PT serão maioria na Casa: 88. Já o PMDB será representado por 79 parlamentares. PSDB e DEM, na oposição, aparecem com 53 e 43, respectivamente.