sábado, 7 de maio de 2011

O Cariri na contra-mão do mundo - Por Marco Lacerda



A nova ordem mundial chama-se descentralização. A busca de alternativas para evitar o caos urbano e ao mesmo tempo promover um desenvolvimento social e econômico das cidades e das regiões, tem levado a diversas nações distribuir ações tanto públicas como privadas dentro do seu território.

Os problemas ocasionado pelo crescimento urbano desordenado são incontáveis e aparentemente sem solução. O trânsito caótico, no qual os trabalhadores perdem horas semanais e o país bilhões de reais anualmente, tem sido apontado como a principal causa da perda da qualidade de vida nos grandes centros. Soluções para este problema ainda não foram encontradas, e as ações paliativas demandam de muito recurso, como é o exemplo dos metrôs.

Alguns países lançaram planos de desenvolvimento no passado, que estão se mostrando eficientes no presente. A descentralização da saúde promoveu o desenvolvimento de importantes centros de referências em áreas específicas da medicina pelo território francês. Isso levou ao desenvolvimento econômico e social para essas regiões e evitando maiores transtornos urbanos na capital Paris. A descentralização da educação também ajudou na criação de ilhas de excelência em áreas específicas de ensino no território norte americano.

O Cariri é uma região em pleno desenvolvimento e que tem as três maiores cidades vizinhas e equidistantes, Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha. Porém, a falta de planejamento e de políticas públicas tendem a levar a região a graves transtornos sócio-ambientais em pouco tempo. A concentração de atividades em apenas um município, transformando os vizinhos em “cidades dormitórios”, ocasionando a perda de recursos para essas cidades em um curto período de tempo. A médio e longo prazo, o caos urbano tenderá a reduzir a qualidade de vida dos habitantes, que é observado hoje nos grandes centros urbanos do país.

Portanto, não há mais tempo a desperdiçar. Está na hora de cobrar das autoridades um plano de desenvolvimento para o Cariri. Complicações futuras e previsíveis poderão ser evitadas com um planejamento eficiente e equilibrado.

Por Marco Lacerda

Imagem: Google Images
Postar um comentário