quarta-feira, 18 de maio de 2011

Reforma do Maracanã custará R$ 956,8 milhões, o dobro do previsto

Conclusão das obras está prevista para dezembro de 2012, data limite para os estádios que serão utilizados na Copa das confederações de 2013

Por Agência EFE
Reprodução Internet
A lona é confeccionada em fibra de vidro translúcida, não aderente e autolimpante. De acordo com o comunicado oficial, a ideia é proteger os torcedores da chuva e do calor

A reforma do estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, que sediará a decisão da Copa do Mundo de 2014, custará R$ 956,8 milhões, aproximadamente o dobro do valor que estava previsto anteriormente, informou o governo do Rio de Janeiro, que apresentou nesta terça-feira o orçamento oficial ao Tribunal de Contas. Segundo o documento, o custo das obras duplica os cálculos iniciais anunciados no final de 2009, que eram de cerca R$ 500 milhões.

A conclusão das obras está prevista para dezembro de 2012, de acordo com os responsáveis pelo projeto, exatamente na data limite que a Fifa impôs para os estádios que serão utilizados na Copa das confederações de 2013. Cerca de 90% da parte interna do antigo estádio já foi demolida, enquanto fachada será mantida intacta, segundo um comunicado do Governo do estado.

Uma das razões que explicam o aumento do orçamento é a necessidade de demolir a cobertura, que se encontra muito desgastada, conforme constatação dos engenheiros, e será substituída por uma estrutura de lona tensionada, que dura cerca de 50 anos e tem uma aparência similar à atual. O desenho definitivo prevê a redução da capacidade de 87 mil assentos para 80 mil, e não para 76.525, como constava no projeto inicial. EFE

Postar um comentário