sexta-feira, 24 de junho de 2011

A dor da saudade




Meus queridos amigos, leitores e seguidores deste blog, tenho tantas coisas para escrever e falar para vocês, tantas coisas boas que tem acontecido comigo nos últimos dias.
Como o sucesso que foi o lançamento do meu livro, da venda de todos os exemplares que eu trouxe, das pescarias no rio Cariús e  a felicidade de novamente ter mergulhado em suas águas após vinte anos de saudades. Mas eu não consigo falar nem escrever nada, meu coração esta mais apertando que uma lata de sardinha,

sangrando como se milhões de navalhas o cortasse, uma angútia que para não ter fim, porque mais uma vez, preciso deixar uma das razões de minha vida, o motivo da minha existência, meus pais, minha terra e meu povo.
Apesar de saber que grandes amigos me esperam, minha esposa e  minha filha, a outra razão do meu viver, o único motivo que hoje me faz deixar meu pais novamente estarão de sorrisos largos e corações pulando de alegria a minha espera, mesmo assim eu não posso falar que estou feliz, infelizmente, a dor da despedida muitas vezes supera a alegria da chegada, e isso o coração não explica, apenas sente
 portanto esta é a última vez que atualizo meu blog, daqui de Farias Brito, me dispenso dos amigos e leitores,  agradecendo a todos, principalmente a todos Fariasbritense por tudo que fizeram por mim. A todos que me acompanharam nesta viagem por meio do blog obrigado amigos, leitores e a todos da Associação Cultural Literatura no Brasil, principalmente Paulo Odair e Meu grande Amigo e escritor Sacolinha sempre me dando força por meios de mensagens positivas, valeu amigos, este sucesso eu dedico a vocês.

Um abraço do tamanho do mundo a todos.

Para cumprir meu destino
mesmo contra a vontade
mais uma vez eu preciso
deixar a minha cidade
chorando tento sorrir
porque antes de partir
já to sentindo saudades.

Até  breve amigos, leitores.
Valeu, mas Valeu muito Farias Brito.

Deste poeta louco por sua terra e seu povo.

Francis Gomes
Postar um comentário