sexta-feira, 1 de julho de 2011

Ponto de vista

A vida nem sempre é como a gente quer
Nada nem ninguém é perfeito
Cada um ver a vida ao seu modo
Cada um encara as coisas ao seu jeito.

Para muitos ser pobre é uma desgraça
Para outros é coisa do destino
Tem rico que nunca foi feliz
Outro é feliz sendo Pelegrino

Tem aquele que é dono de mansões
Com mais de vinte carros na garagem
Terras que nunca visitou
Carro que nunca fez viagem

E ainda reclama a própria sorte
Quando um negócio não da certo
Outros sem casa pra morar
Dormindo por ai a céu aberto

Agradece a Deus por um pedaço,
De pão ceco que encontra na rua.
Enquanto os que têm casa nesta terra
Ta procurando uma morada na lua.

Maldito seja to rico ambicioso
Que suas riquezas no futuro sejam fel
E todo aquele injustiçado nesta terra
Deus lhe prepare uma morada no céu.

Para cumprir o que disse Jesus Cristo
Aos seus discípulos amigos camaradas,
Vou e volto para vos levar junto comigo
Porque lá ainda tem muitas moradas

Para todos os infelizes deste mundo
E para o que se orgulha no que ganha
Não vos escrevo, mas aconselho que leiam
O que disse Cristo  no sermão da montanha.

Na vida tudo é ponto de vista
Cada um encara as coisas ao seu jeito
Cada qual ver a vida ao seu modo
E se resume que nada é perfeito.


 Francis Gomes
Postar um comentário