quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Lídia Gomes de Lacerda - Por Laice e Iari

Lídia Gomes de Lacerda, nasceu em 07 de agosto de 1911, ano da conclusão da Matriz Senhora Santana em Santana do Cariri. Filha de Manoel Gomes de Oliveira e Ana Gomes Linard, tendo como irmãos: Paulo, José, Antônio, Luís, Alba, Maria, Beatriz, Helena e Ana.

Foi educada nos moldes italianos de trabalho e dedicação à família. Conheceu João Ajury de Lacerda que logo a pediu em casamento, o qual se realizou na mesma Matriz, no dia 27 de julho de 1930, data da sua padroeira.

O casal teve 13 filhos: Clóvis, Luiz, Joary, Mariene, Iariene, Iari, Liariene, Liary, Ajury, Luciene, Manoel Ary, Lidiene e João Luzary. Além de seus filhos tinha sempre em casa a presença de parentes e amigos, transformando a casa em uma constante festa.

Família reunida no "Sítio Oiti" em Santana do Cariri/CE

Terminou a educação formal dos filhos quando o último se formou em Odontologia e no mesmo ano, comemorou Bodas De Ouro com S. João. Era uma defensora da paz, pois não aceitava ninguém falar mal do outro e se entristecia quando isso acontecia.

João de Aquino afirmou, durante o seu falecimento, em carta à família: ”a nossa Igreja Católica canoniza os seus santos, mas não impede, e até aceita que cada um de nós tenha a nossa galeria particular de santos. Eu tenho a minha e D. Lídia acaba de adentrar nela, o que significa dizer que estarei sempre a implorar a sua intercessão, junto ao Altíssimo para que nos ajude a vencer as vicissitudes aqui na terra”.

Durante 90 anos de existência foi de dedicação e serviço à família. Assim como Maria serviu em silencio, sem nada exigir em troca. Em contrapartida, recebeu sempre o carinho e o apoio dos filhos, filhas, genros, noras e netos.Além de seus treze bisnetos.

Faleceu em Barbalha no Hospital São Vicente em 15 de agosto de 2001, cercada pela família.

Missa em Ação de Graças

No último domingo, dia 7, foi comemorado o centenário de D. Lídia na cidade de Santana do Cariri, com uma celebração em Ação de Graças na Matriz Nossa Senhora Santana e um almoço festivo. Estiveram presentes no evento: filhos, noras, genros, netos, bisnetos, demais parentes e amigos.

Por Laice Almeida e Iari Lacerda


Lição de Amor - Por Koika Crispim
Felizes foram seus filhos que a tiveram como genitora:
Noras, amigos e parentes que desfrutaram da companhia de tão amável ser.
Semeadora de exemplo de como amar e ser mulher generosa.
Era caprichosa nos seus afazeres.
Coração grande,
Preferia silenciar a ofender.
Apaziguadora,
Dizia não à discórdia,
A paz era tudo que queria ver.
Em relação aos filhos
A impressão que se tinha é que
Para ela, o tempo não os fez crescerem.
E como mãe zelosa que era
Rezava e rezava muito
Para Deus os protegerem.
"Homenagem a uma pessoa que soube particularmente, nos deixar um lindo exemplo de amor, abnegação, atenção e sabedoria."


Postar um comentário