sábado, 17 de dezembro de 2011

Universitários lotam Basílica de São Pedro para ouvir o Papa

papa.universitariosBento XVI presidiu na noite de ontem um encontro de oração com os estudantes universitários de Roma, no Vaticano, alertando para o perigo de "construir o mundo sozinhos, sem ou contra Deus".
"O resultado é marcado pelo drama de ideologias que, no final, se revelaram contra o homem e a sua dignidade profunda", disse o Papa na homilia da celebração de vésperas a que presidiu na Basílica de São Pedro. Retomando uma ideia que marcou várias intervenções do seu pontificado, Bento XVI declarou que a existência humana não está "abandonada às forças impessoais dos processos naturais e históricos", mas assenta "na certeza de que o Deus de Jesus Cristo está presente".
A homilia papal deixou elogios, por diversas vezes, à virtude da "paciência", chamando a "construir a história juntamente com Deus", evitando que a mesma seja "instrumentalizada para fins ideológicos". Neste contexto, Bento XVI convidou a "vencer a tentação de colocar toda a esperança no imediato, numa perspectiva puramente horizontal, em projetos tecnicamente perfeitos, mas afastados da realidade mais profunda", a dimensão "transcendente".
A celebração da tarde-noite de ontem, que integra o calendário de preparação para o Natal do Papa, foi organizada pelo setor diocesano para a Pastoral Universitária da capital italiana, criado há 20 anos pelo beato João Paulo II. Bento XVI convidou os presentes a "escutar e acolher de novo o anúncio do nascimento" de Jesus, um "mistério inefável de luz, de amor e de graça", desafiando-os a questionar o que significa para cada um o Natal.
"São muitas as pessoas, nos nossos dias, que dão voz à pergunta sobre se devemos esperar algo ou alguém, se devemos esperar um outro messias, um outro deus, se vale a pena confiar naquele menino que encontraremos na noite de Natal, numa manjedoura, no meio de Maria e José", prosseguiu o Papa, que utilizou uma plataforma móvel para fazer os trajetos da procissão entre a sacristia e o altar central da basílica. No final da celebração, foi entregue um ícone de Nossa Senhora a uma delegação da universidade 'La Sapienza', para iniciar uma peregrinação pelas capelanias da capital italiana.
Fonte: www.cnbb.org.br
Postar um comentário