quinta-feira, 10 de maio de 2012

Dnit abre 1.200 vagas

Clique para Ampliar
A ministra Miriam Belchior assinou a autorização para a abertura de concurso público do Dnit
FOTO: AG. BRASIL
A responsabilidade pela realização do certame cabe ao próprio órgão, que tem prazo de seis meses para lançar edital
Brasília. O Ministério do Planejamento autorizou ontem, por meio da Portaria n° 191, publicada no Diário Oficial da União, a realização de concurso público para preenchimento de 1.200 cargos no quadro de pessoal do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), destinados à substituição de terceirizados que estão em desacordo com a legislação vigente.

Do total, 911 vagas são para cargos de nível médio, assim distribuídos: 767 para Técnico de Suporte em infraestrutura, com remuneração inicial de R$ 3,5 mil; e 144 vagas para Técnico Administrativo, com salário inicial de R$ 2,5 mil.

As demais 289 vagas exigem nível superior: 110 cargos de Analista Administrativo, com remuneração de R$ 5,4 mil; e 179 vagas para Analista de infraestrutura de Transportes, com inicial de R$ 7,8 mil.

Prazo
A responsabilidade pela realização do concurso cabe ao próprio órgão, que têm prazo de seis meses para lançar o edital contendo todas as demais informações referentes às provas.

A publicação no Diário Oficial é assinada pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior. Em setembro, o Dnit foi envolvido em uma escândalo que provocou a demissão do então ministro dos Transportes, senador Alfredo Nascimento (PR-AM), do ex-diretor-geral do órgão Luiz Antonio Pagot, e dezenas de funcionários acusados de corrupção, fraudes em licitação e superfaturamento.

O edital do concurso deve ser lançado até novembro. O governo vem anunciando vários concursos para o preenchimento de vagas de terceiros em diversos órgãos públicos.

A realização do concurso e o consequente provimento dos cargos estão condicionados à existência de vagas suficientes na data de publicação do edital. Os aprovados substituirão os trabalhadores terceirizados, cujos nomes deverão constar de relação publicada previamente à nomeação dos candidatos.
Postar um comentário