segunda-feira, 11 de junho de 2012

Barbalha recebe 350 mil devotos

Programação religiosa e cultural atrai público cada vez mais crescente para a cidade durante sua festa do padroeiro
Barbalha. Será encerrada nesta quarta-feira, com grande procissão pelas principais ruas do Centro deste Município, a tradicional festa de Santo Antônio de Barbalha. Serão milhares fiéis reverenciando o santo casamenteiro. Segundo os organizadores, em 11 dias cerca de 350 mil pessoas passaram pela cidade. A festa está em processo de tombamento pelo Instituo Nacional de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), sendo considerada como um dos principais aspectos da manifestação popular, incluindo o carregamento do pau da bandeira e o cortejo dos grupos de tradição.

A Festa de Barbalha abre o calendário das festas juninas da região, que segue com grandes eventos como o Juaforró, em Juazeiro do Norte; a ExpoCrato, e a festa de São Pedro, na cidade de Caririaçu.

Todos os dias têm sido realizadas na terra de Santo Antônio pequenas procissões, nos noitários em louvor do padroeiro. Esta é a 302ª edição dos festejos. A festa faz uma homenagem a Luiz Gonzaga, pelo centenário de nascimento do Rei do Baião.

Objetivo
Segundo o pároco da Matriz do padroeiro da cidade, Cícero Alencar Ferreira, o principal objetivo este ano, com a motivação que representa a festa, é realizar uma preparação para celebrar o ano da fé, reafirmando o compromisso de católicos como testemunhas do Cristo Ressuscitado. O pároco cita todos os festejos que vem sendo realizados nas proximidades da igreja, com as quermesses iniciadas desde o último sábado.

Mesmo sendo aberta oficialmente com o carregamento do pau da bandeira, que transcorreu no dia 3 passado, a festa contou no sábado anterior à abertura com a Noite das Solteironas, que passa a ser um dos atrativos da festa. Este ano, houve muitas reclamações, principalmente por parte dos turistas, da demora no hasteamento da bandeira de Santo Antônio, que é a grande atração do dia, que só veio a acontecer por volta das 11h30 da noite.

Foram quase 12 horas de trajeto do cortejo do pau da bandeira, vindo do Sítio São Joaquim até o Centro da cidade. Mesmo sendo transportado por 200 carregadores, este ano o jacarandá de 2,5 toneladas e de 23 metros chegou à frente da Matriz de Santo Antônio guinchado, mesmo que por poucos metros.

Resistência
Segundo o capitão do pau da bandeira, Rildo Teles, que há 12 anos comanda o cortejo, essa foi a primeira vez que aconteceu o transporte de um tronco desse tipo de árvore e não se tinha uma garantia da resistência da madeira, que durante o percurso é jogada ao chão continuamente por conta do peso. O pau de bandeira chegou a rachar, mas não comprometeu o seu objetivo final, de estar fincando de frente à igreja com a bandeira do santo.

Os noitários são realizados para várias categorias profissionais da cidade e empresas, em diferentes localidades. No dia da procissão, a mobilização acontece a partir das 15 horas, com a chegada das imagens do padroeiro das capelas de todo o Município.

Às 16 horas, o cortejo sai pelas principais ruas do centro histórico de Barbalha.

Segundo o secretário de Cultura da cidade, Antônio Luna, a mobilização em torno da festa acontece até o último dia, com turistas pelos vários pontos da cidade, principalmente à noite, com os shows no Parque da Cidade. Na última sexta-feira, foi realizada uma terreirada com os grupos folclóricos e shows. Ele destaca as homenagens que foram feitas durante este ano.

De acordo com Luna, o Iphan ainda está programando uma exposição permanente com a história de Barbalha, inserindo os seus principais atrativos nos festejos, que é o pau da bandeira e os grupos de tradição.

MAIS INFORMAÇÕES: SECRETARIA DE CULTURA E TURISMO DE BARBALHA, RUA DA MATRIZ 25, CENTRO, REGIÃO DO CARIRI - TELEFONE : (88) 3532.1708

RepórterElizângela santos
Postar um comentário