terça-feira, 5 de junho de 2012

Parcela extra do Garantia Safra será paga até 6ª feira

Reunião em Brasília define hoje antecipação do Bolsa Estiagem, numa negociação com a Caixa Econômica
Fortaleza A data para o pagamento da parcela extra do Garantia safra deverá ser paga ainda esta semana. As negociações foram definidas, ontem, e ainda hoje será feito o empenho pelo Governo do Estado junto à Caixa Econômica.

Este esforço antecipa em um mês o pagamento do benefício pelo Governo Federal, sendo discutido hoje, durante a reunião do Comitê Gestor do Fundo, financiado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

A reunião, que conta com a participação do coordenador de crédito da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), vinculada à administração direta do Governo do Estado, Arimatéia Gonçalves, está empenhada para discutir outros termos do Garantia Safra.

Segundo o titular da SDA, Nelson Martins, a antecipação é uma iniciativa do Governo do Estado, com recursos próprios, no sentido de atender de imediato aqueles que foram os mais prejudicados com a seca.

Ao todo, está prevista a liberação de cerca de R$ 30 milhões, beneficiando 176 Municípios e 239.982 agricultores. "Apesar dos recursos serem do Governo do Estado, o repasse somente será realizado em concordância com o cadastro do MDA, favorecendo os Municípios que estão aptos a receber os benefícios a partir dos laudos aprovados pela Ematerce", disse.

Nelson Martins lembrou que, a rigor, o Garantia Safra está estabelecido para chegar ao trabalhador rural somente em julho. "Existem duas alternativas. Ou o agricultor recebe através de um cartão em qualquer agência da Caixa ou nas agências lotéricas ou na boca do caixa, conforme o cadastro registrado no MDA", salientou o secretário.

Ele reconhece que alguns Municípios vão contar com dificuldades de logística de pagamento para os beneficiados, em vista do grande número de demanda. Ele ressaltou que há localidades com mais de 6 mil pessoas aptas aos recursos do Garantia Safra. "Vamos encontrar alguma dificuldade, mas todos os esforços é para que possamos ser ágeis e para isso é que os membros do Comitê Gestor devem discutir na reunião de hoje", acrescentou Martins.

Primeiros laudos
O presidente da Ematerce, José Maria Pimenta, informou, ontem, que mais de 100 Municípios tiveram seus laudos aprovados para a obtenção do Fundo. Ele acrescentou que os exames ainda prosseguem, mas os primeiros a obter a concessão foram Tauá, Quiterianópolis, Quixeramobim e Senador Pompeu.Em Canindé, 4.984 agricultores estão aptos a receber as cinco parcelas do Governo Federal e mais a parcela adicional do Governo do Estado no valor de R$ 136,00.

Segundo lembrou o secretário de Agricultura e Recursos Hídricos de Canindé, Ivan Andrade, o Garantia Safra é uma ação do Programa Nacional da Agricultura Familiar para agricultores da área de atuação da Sudene, majoritariamente semiárida, que sofrem perda de safra por seca ou excesso de chuvas.

Os agricultores que aderiram ao Garantia Safra nos Municípios que detectarem perdas de pelo menos 50% da produção de algodão, arroz, mandioca, feijão ou milho, receberão a indenização diretamente do Governo Federal, através do MDA.

Um laudo do Centro de Atendimento ao Cliente da Ematerce em Canindé aponta que nos 3.191,4km, foram plantados 70% e um replantio de 10%. A perda é de 92,76%. Segundo o gerente local Domingo Sávio, o pasto para animais praticamente acabou no mês de maio e existe uma tensão social moderada na região.

Em relação à quadra invernosa, a pluviometria marca em período de chuvas normais 756 milímetros para a região, mas este ano, choveu apenas 2347.6mm. Na opinião do prefeito de Canindé, Cláudio Pessoa, é preciso que se crie um plano anual para que as Prefeituras possam estar preparadas. "Se for um ano de safra, esses recursos ficam retidos para uma outra emergência. Se for ano de seca, aí assim estaremos preparados para atender as necessidades do homem do campo", disse.

"Para isso, é preciso que seja planejado pelos governos Federal, Estadual e Municipal. Com essa parceria, muda muita coisa. Em Canindé, o que está no nosso alcance estamos fazendo.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Canindé, José Thomé da Cruz Almeida, defendeu a necessidade de que haja maior parceria entre governos Federal, Estadual e os gestores municipais.

Mais informações:
SDA
Avenida Bezerra Menezes, 1820 - São Gerardo
Fortaleza
Telefone: (85 )3101-8002

MARCUS PEIXOTO/ ANTÔNIO CARLOS ALVESREPÓRTER/COLABORADOR
Postar um comentário