quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Ceará recebe 13 mil cisternas para combater efeitos da seca no estado

Em 2012, 174 das 184 cidades do Ceará sofrem com a seca, diz governo.
Cisterna tem capacidade para armazenar 16 mil litros de água.

Do G1 CE, com informações da TV Verdes Mares
O governo do estado constrói 12.824 mil cisternas no interior do Ceará para amenizar os efeitos da seca no estado, que afeta 174 das 184 cidades cearenses. A cidade de Missão Velha, no sertão do Cariri é uma das mais afetadas pela estiagem e recebeu 827 cisternas de placa.
"O sofrimento foi grande demais, agora eu sei que vai chegar água. Antes a gente pegava água em uma carroça, que vinha de mais de três quilômetros", diz o agricultor Francisco João dos Santos, aliviado.
Segundo os coordenadores do projeto, a cisterna deve acumular água até dezembro deste ano, quando estão previstas chegada de chuvas pela Fundação Meteorológica do Ceará (Funceme). "Aqui está uma situação muito difícil por conta dessa estiagem. A cisterna ela traz esse alento, essa alegria para as famílias rurais, onde vai ter água o suficiente para esse período de estiagem", diz a coordenadora do programa de cisternas, Maria Angelita Marciel.
Com as cisternas, os agricultores recebem água encanada de poços, que mantém as cisternas abastecidas. Cada cisterna tem capacidade para armazenar 16 mil litros de água e pode garantir abastecimento durante oito meses para uma família de oito pessoas.
As famílias contempladas pelas cisternas foram selecionadas a partir do cadastro do Bolsa Família. Os coordenadores do projeto também capacitam as famílias para o uso da água abastecida e melhor forma de racioná-la.

 

Postar um comentário