segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Programa incentiva o plantio de mudas de árvores nativas no Cariri


Por causa das poucas chuvas, este ano, 50% das mudas não foram plantadas. Ao todo, até o fim de 2012, serão cultivadas 100 mil de mais de 50 espécies diferentes. É para fortalecer a arborização foto: yaçana neponucena
Crato Até o próximo mês de setembro, a administração do Viveiro Municipal de Mudas estará executando ações de preparação dos substratos para o plantio das mudas de árvores nativas, frutíferas, medicinais e ornamentais. O horto florestal tenta recuperar algumas plantas nativas que entraram para a lista de espécies em extinção. Entre as quais está o Pau d´Arco, Aroeira, Braúna, Cedro e Violeta.

A colheita das sementes raras e outras variedades terá início ainda em setembro. Logo após começará o processo de fabricação das mudas.

Ao todo, até o fim deste ano, serão plantadas 100 mil mudas de mais de 50 espécies diferentes. As novas árvores deverão atender as demandas do Município em arborização, prestar apoio aos pequenos produtores de base familiar, a projetos de reflorestamentos de áreas degradadas e incentivar a educação ambiental. O Viveiro Municipal de Mudas é mantido por meio de uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente, Universidade Regional do Cariri (Urca) e administração da Área de Proteção Ambiental (Apa), no qual são investidos anualmente cerca de R$ 10 mil.

As pequenas árvores são doadas aos projetos de reflorestamentos ou trocadas por sacos plásticos destinados a produção de outras mudas e equipamentos de manutenção do viveiro. Além das doações diárias, a ação mais recente do Viveiro Municipal de Mudas foi realizada durante a Semana do Meio Ambiente, onde foram repassadas à população uma grande quantidade de plantas prontas para o plantio. O horto florestal também auxiliou na recuperação da área degradada próximo às obras da Ferrovia Transnordestina e na arborização da Ceasa Cariri, para onde foram destinadas mais de 15 mil mudas.

Devido à qualidade da madeira e beleza das árvores, as espécies mais procuradas são a Sabiá, Aroeira, Pau d´Arco, Angico e as frutíferas.

Em 2012, por conta da estiagem, somente 50% das mudas produzidas foram plantadas. O gerente administrativo do Viveiro Municipal, Luiz Renato de Brito Bacurau, conta que o período mais indicado para o plantio é durante a quadra invernosa. Segundo ele, a plantação exige cuidados específicos, como o espaçamento entre as mudas, fundura das covas e adubação do terreno. "É preciso que os cultivadores sigam as instruções técnicas necessárias para o plantio correto. Se as orientações não foram postas em prática, as variedades podem não se desenvolver normalmente", revela.

O Viveiro Municipal de Mudas só aconselha o plantio em larga escala se o mesmo for realizado em áreas de irrigação ou durante o período chuvoso. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente acompanha o crescimento das árvores doadas. Devido à ampla variedade de espécies e à alta rotatividade, o viveiro tornou-se um referencial para todos os Municípios da região, além de obter notoriedade em outros Estados, como Pernambuco, Piauí e Paraíba, de onde constantemente surgem demandas por mudas.

Para adquirir unidades de mudas em pequenas quantidades, as doações são feitas diretamente aos interessados, no próprio Viveiro Municipal de Mudas. Já para quem deseja obter maiores quantidade, é preciso enviar uma solicitação à Secretaria de Meio Ambiente. O órgão analisa a proposta do projeto e sua viabilidade. A única exigência é que ele possua um caráter educativo e ou ambiental. As mudas são doadas após 120 dias da plantação das mesmas. Outro fato ainda comum é a procura por mudas de plantas medicinais. Muitas donas de casa buscam auxílio no viveiro para prepararem os conhecidos remédios caseiros, que até hoje são muito utilizados na cultura nordestina.

A colheita das sementes raras e outras variedades terá início ainda em setembro. Depois começa a fabricação das mudas

YAÇANÃ NEPONUCENACOLABORADORA
Mais informações:

Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano; Rua 7 de Setembro, Bairro: São Miguel
Telefone: (88) 3586.8000
Postar um comentário