terça-feira, 28 de agosto de 2012

Servidores da Justiça Eleitoral no CE decretam greve em meio às eleições

Segundo sindicato, paralisações começam na segunda-feira (3).
Servidores reivindicam reajuste salarial para cobrir inflação de seis anos.

  Do G1 CE

Servidores usaram preto para simbolizar a "morte" do resjuste salarial (Foto: Wanderson César/Arquivo pessoal)Servidores fizeram manifestação em frente à sede do TRE (Foto: Wanderson César/Arquivo pessoal)
Servidores da Justiça Eleitoral no Ceará decretaram greve na tarde desta terça-feira (28). Os servidores reivindicam um reajuste salarial, congelado desde 2006. Segundo o Sindicato dos Servidores da Justiça Eleitoral no Ceará, desde o último reajuste, a inflação supera em 40% o aumento salarial.
O governo federal ofereceu um reajuste de 15%, parcelados em três anos. "Nosso salário foi corroído e a proposta do governo pode não passar nem a inflação do ano", diz José Gentil de Holanda, da direção do sindicato da Justiça Eltiroal.
Segundo o sindicato, a paralisação dos funcionários irá começar na segunda-feira (3). Durante esta semana, os servidores trabalham normalmente. o diretor do sindicato José Gentil diz ainda que, a greve ocorrerá por tempo indeterminado e as paralisações podem afetar o calendário eleitoral.
Servidores federais de 18 categorias ligadas à Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Condsef) decidiram nesta terça-feira aceitar a proposta de reajuste do governo e encerrar a greve, segundo informou o coordenador-geral da entidade, Josemilton da Costa. A decisão, por maioria absoluta, foi tomada em plenária que reuniu representantes dos estados.
Postar um comentário