segunda-feira, 3 de setembro de 2012

DO PINCEL NA AQUARELA DO CARIRI - DÉBORA LEITE

Por: Luiz Domingos de Luna*

Da terra de Aldemir Martins ao sopé da Chapada do Araripe corre o cinzel à busca de inspiração, da criação, da arte em projeção, labirinto da Arcádia, musa da poesia, natureza ritmada, oásis de uma estrada, bioma verdejante ao cariri um novo dia.

Canteiro de talentos, uma chama que fumega esfarelada no tempo, são artistas, músicos, artesãos, esculturas projetadas, aquarelas bem pintadas sob o céu azul do firmamento. A Alma quebra a algema do ser, fluindo no mistério da vida no vôo mágico do sopro, nasce um novo segmento, a arte tremulante na matéria a sorrir, para a invenção de mais um novo instrumento.

Do topo da chapada da Araripe, a aquarela bem pintada, Tem magia, tem beleza, tem o rio que corre, tem natureza viva, a tinta quente que escorre, no capricho do aroma, dos pomares ventilados, da história do futuro, presente, passado encanto de uma cidade, de um pintor com rigor o seu timbre foi deixado!!! Oh amada Crato, aquarela que da tela, visão mística acurada, terra da poesia e da arte encantada, tua música está presente, na sublime harmonia do pensamento, do fruto serás sempre a semente a brotar em cada coração, na rima certeira de uma canção, ao crepúsculo saudoso de um raio quente.

A arte mágica do pensamento roda a existência em um momento, é silêncio total, com certeza uma garota, uma adolescente, tintas, pincel, cinzel, panos frios e quentes, na Avenida Duque de Caxias, 206 - Centro - Crato, a olhar calmamente, com a leveza de suas mãos Talentosas, Débora Leite ( Email: ana_debora7@hotmail.com) vai criando, o seu universo em andamento, uma cadeira, uma rede, um senhor lendo jornal, uma senhora no tricô com passo decimal, uma cadelinha nasce, tudo muito natural uma garotinha brincando com seu gatinho chulau, na perspectiva ciranda, com cores bem definidas, assim nasce uma nova vida, uma pintora aguerrida criando seu lindo mural.

A arte toca o outro também pela simplicade, sem malicia, sem maldade, sem interesse comercial, no fabrico da própria arte da grandeza artesanal, assim é Crato no Cariri, na Chapada do Araripe, já se vê o clarão, fonte de inspiração, com é linda a sua voz, rios caudalosos correndo, um novo mundo nascendo, na mágica da criação de um povo hospitaleiro, tem Barbalha, Juazeiro, lindas cidades ornadas têm beleza encantada, caminho de um luzeiro, fonte de inspiração, assim é a linda região de meu Ceará brasileiro.

(*) Professor da Escola de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor Vicente Bezerra- Aurora – Ceará.





Postar um comentário