sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Clientes da Coelce devem registrar prejuízos causados pelo apagão

Pessoas devem ligar nos próximos dias devido congestionamento.
Se for confirmado dano, a empresa fará o ressarcimento.

 

Clientes da Companhia Energética do Ceará (Coelce) que tiveram equipamentos queimados com apagão da madrugada desta sexta-feira (26) devem registrar a perda. O presidente da Coelce, Abel Rochinha, aconselhou as pessoas ligarem só daqui dois dias devido ao congestionamento na linha da companhia e garantiu que se for comprovado tecnicamente o dano, a empresa irá fazer o ressarcimento. “As pessoas devem ligar para nossa central de atendimento, não nesta sexta-feira (26), pois o atendimento está super carregado. O ideal é ligar daqui um ou dois dias. O correto é telefonar para nossa central de atendimento. Nossos atendentes tem todo o roteiro direito, e sabem como proceder, de forma que as pessoas possam ser atendidas, levantar suas questões, e dai fazemos nossa análise para poder fazer o ressarcimento”, afirmou.
Apagão
Um apagão atingiu o Ceará na madrugada desta sexta-feira (26). Segundo a Companhia de Energia Elétrica do Ceará (Coelce), empresa distribuidora de energia no estado, houve um problema no sistema interligado nacional que afetou todo o Nordeste.
A companhia diz que ainda não se sabe o que provocou e onde ocorreu o apagão, mas as equipes da concessionária estão trabalhando para restabelecer a energia no Ceará. Em Fortaleza, o blecaute ocorreu por volta das 23h15. Em Fortaleza, moradores dos bairros Messejana, Benfica, Jardim Iracema, Barra do Ceará, Fátima, Aldeota, Meireles já relataram a queda de energia, além de moradores de outras cidades do estado como Crato, Juazeiro do Norte, Sobral e Maracanaú.
É a segunda vez nos últimos 35 dias que ocorre um apagão na região Nordeste. Em 22 de setembro, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), órgão responsável por administrar o Sistema Interligado Nacional um problema nas interligações Sudeste - Norte e Sudeste - Nordeste, atingiu o fornecimento de energia elétrica em parte da região Nordeste do país.
Postar um comentário