quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Lançada a 2ª etapa da campanha contra febre aftosa

O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrario (SDA) e da Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Ceará (Adagri), lançou nesta quarta-feira (31) a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. O evento aconteceu em Guaiuba, na Região Metropolitana de Fortaleza, na Fazenda de Experimentação Agropecuária da Universidade Estadual do Ceará (Uece). A meta nesta etapa é vacinar mais de 95% do rebanho, tendo-se em vista que na primeira etapa mais de 93% do rebanho foi vacinado, ou seja 2,5 milhões de animais de um total de 2,7 milhões foram vacinados.

Apesar de o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) ter deixado a critério dos estados adiar a campanha, o Ceará optou por iniciar dentro do período previsto, pois se houvesse adiamento os animais poderiam estar mais fracos e não há previsão de chuva até lá. “Nós decidimos começar agora porque temos que aproveitar o momento para vacinar os animais e atender as exigências do Mapa, se adiarmos corremos o risco de deixar os animais mais fracos”, afirmou o presidente da Adagri, Augusto Júnior.

O reitor da Uece, Jackson Sampaio, informou que a estrutura do curso de Veterinária da Universidade para contribuir com a campanha. “A vacinação contra a febre aftosa tem uma importância econômica para o nosso estado, e assim precisamos desde já conscientizar os nossos alunos e a sociedade da importância desta campanha”, afirmou.

O secretário Nelson Martins ressaltou que o Governador Cid Gomes estruturou a Adagri, entendendo a importância da vacinação contra a febre aftosa, tanto no que diz respeito à contratação de novos servidores como na estruturação da Agência no interior do Estado: foram foram abertos em 2012, 15 novos escritórios atendendo às exigências do Mapa.

Para o secretário, a segunda etapa da Campanha em 2012 será histórica, pois vai confirmar até março de 2013, o Ceará como zona livre de aftosa com vacinação. “Os escritórios da Ematerce e da Adagri e as secretarias municipais de agricultura estão cientes do seu papel para o sucesso desta campanha, e os produtores também. Não temos dúvida de que atingiremos a meta e que o Ceará será reconhecido como zona livre de aftosa com vacinação”, afirmou Nelson Martins.

Vacinação

A vacinação contra a febre aftosa segue até o dia 30 de novembro. Os produtores devem procurar as lojas veterinárias para comprar as doses da vacina para o rebalho e solicitar a nota fiscal. A dose da vacina continua com preço médio de R$ 1,50. A multa para quem não vacinar o rebanho ainda é de R$ 13,43 por cabeça. A declaração de vacinação deve ser feita nos escritórios da Ematerce e da Adagri.

Febre aftosa

A febre aftosa é uma doença contagiosa, causada por vírus de rápida multiplicação. O animal infectado apresenta feridas na boca, nos lábios,tetas e nos cascos. Os bichos também se afastam do rebanho, babam, não comem e não bebem água.

O último caso registrado de febre aftosa em território cearense foi em 11 de abril de 1997, no município de Porteiras na região do Cariri.

31.10.2012

Assessoria de Comunicação da SDA
Lúcio Filho – (85) 3101.8105 | 8897.8510
lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br
Twitter: @ImprensaSDA
Cícero Lacerda – estagiário de Jornalismo
cicero.lacerda@sda.ce.gov.br

Assessoria de Comunicação da Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Ceará
Amanda Sobreira – (85) 3101.8137
amanda.sobreira@sda.ce.gov.br
Twitter: @adagri
Postar um comentário