terça-feira, 6 de novembro de 2012

Dilma prorrogará Bolsa Estiagem

Além disso, a Operação Carro-Pipa será ampliada. O Exército brasileiro foi autorizado a contratar o serviço
São Paulo. A presidente Dilma Rousseff anunciou ontem que o governo federal vai prorrogar por mais dois meses o pagamento do Bolsa Estiagem em razão da seca prolongada na Região Nordeste e no norte de Minas Gerais.


A presidente destacou que os agricultores cadastrados no Garantia Safra também vão receber ajuda extra do governo federal FOTO: ANTONIO CARLOS ALVES

Segundo Dilma, cada família beneficiada pelo programa vai receber mais duas parcelas de R$ 80, totalizando um custeio de R$ 560 e não mais de R$ 400.

"Essa renda, que transferimos com o Bolsa Estiagem, é para muitas famílias a única alternativa para não passar fome porque, sem a produção agrícola, elas não têm o que comer nem o que vender no mercado", explicou.

No programa semanal "Café com a Presidenta", Dilma destacou que os agricultores cadastrados no Garantia Safra também vão receber ajuda extra do governo federal em razão da estiagem. Serão pagas duas parcelas a mais do benefício, cada uma no valor de R$ 136.

"Com mais dois meses de Bolsa Estiagem e dois meses de Garantia Safra, estamos garantindo renda para 1,5 milhão de famílias que vivem no semiárido", avaliou. Outra medida anunciada pela presidente trata- se da prorrogação, até fevereiro de 2013, da venda de milho a um preço mais baixo que o do mercado para pequenos agricultores. Segundo ela, o governo pretende também melhorar o sistema de distribuição do produto.

Carro-pipa

Além disso, Dilma informou que a Operação Carro-Pipa será ampliada. O Exército brasileiro foi autorizado a contratar mais 906 carros-pipa, que vão se juntar aos 4.082 em serviço. Os estados, segundo ela, também receberam recursos e já contrataram mais de 2 mil carros-pipa.

Sobre investimentos em obras para tentar solucionar a falta de água na região do Semiárido, Dilma destacou o Eixão das Águas, as barragens do Missi e do Riacho da Serra, no Ceará; a Adutora do Pajeú e a Adutora do Agreste, em Pernambuco; as Vertentes Litorâneas, na Paraíba; a Barragem do Atalaia, no Piauí; o Sistema Adutora Alto Oeste, no Rio Grande do Norte; e o Canal do Sertão Alagoano.

Na sexta-feira (9), segundo ela, será inaugurada a Adutora do Algodão, em Guanambi, na Bahia. A expectativa é que a estrutura leve água para 140 mil pessoas. Dilma disse que a seca atual é uma das piores já registradas nos últimos 40 anos. "Obras como essas e da transposição do Rio São Francisco preparam o Semiárido para as estiagens".
Postar um comentário