sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Ceará disponibiliza 2,8 mil vagas no Prouni

Inscrições ocorrem em 22 cidades do Ceará e começa nesta quinta (17).
Prouni disponibiliza bolsa integral e bolsa parcial de estudo, de 50%.

 

Do G1 CE
 
 
Começa nesta quinta-feira (17) as inscrições para o Programa Universidade para todos (Prouni). No Ceará, são 2.896 bolsas para ingressar em faculdades, universidades e centros universitários particulares. Desse total, 1.784 são bolsas integral e 1.112 são de 50%.
O Prouni oferece bolsas de estudo de 50% e 100% nestas instituições. No primeiro semestre de 2013, o sistema protocolou, até agora, 144.629 bolsas: 92.223 são integrais e 45.416 são parciais. O prazo de inscrição será aberto nesta quinta-feira (17) e vai até as 23h39 do dia 21. As inscrições poderão ser feitas no site do Prouni.
O Prouni é uma alternativa para estudantes de baixa renda que não conseguiram ser aprovados para as vagas em instituições federais de ensino superior pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) estudarem em uma faculdade particular com bolsa de estudos paga pelo governo, o Prouni disponibiliza em seu site a consulta das vagas disponíveis em instituições particulares de ensino superior.
Site do Prouni traz informações sobre as bolsas oferecidas por cada instituição particular vinculada ao programa e o valor da mensalidade de cada curso (Foto: Reprodução)Site do Prouni traz informações sobre as bolsas oferecidas por cada instituição particular vinculada ao programa e o valor da mensalidade de cada curso (Foto: Reprodução)
A consulta das vagas pode ser feita por instituição ou por município onde o candidato pretende estudar. Para pleitear a bolsa, o aluno precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 e ter obtido nota mínima de 450 pontos. Precisa ainda ter tirado nota na redação que não tenha sido zero.
A primeira chamada ocorre de 24 a 31 de janeiro, e a segunda chamada, de 8 a 19 de fevereiro de 2013.
As bolsas serão divididas em duas modalidades: integrais e parciais. A integral custeia todo o valor da mensalidade e é destinada a candidatos que tenham renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo. Já a parcial custeia 50% da mensalidade e é oferecida a quem possui renda familiar per capita de até três salários mínimos.
Podem participar do programa estudantes que fizeram o ensino médio integralmente em escola pública ou que tenham obtido bolsa integral em instituições particulares. Os candidatos também não podem ter diploma de ensino superior ou estar matriculado em uma faculdade.
Postar um comentário