segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Passeio arrecada 1,2 t de alimentos

Mais de 500 pessoas participaram da 2ª fase do passeio ciclístico promovido pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social Foto: Marília Camelo
Além de cuidar da mente e do corpo através do esporte, ainda ajudar as famílias carentes que sofrem com a estiagem. Com este espírito, cerca de 600 pessoas participaram, na manhã deste domingo, da 2ª fase do I Passeio Ciclístico Solidário, promovido pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) em prol das vítimas da seca no Estado. Dos 184 municípios do Ceará, 176 se encontram em estado de emergência por conta da estiagem.
Com percurso de 25 Km de extensão que incluiu as avenidas Aguanambi, Antônio Sales, Barão de Studart, Beira-Mar, Abolição, Frei Mansueto, Santos Dumont e ruas Cel Jucá, Beni de Carvalho, Padre Valdevino, Rui Barbosa e Soriano Albuquerque, o passeio arrecadou 1,2 toneladas de alimentos não perecíveis. Os ciclistas tiveram o apoio do Corpo dos Bombeiros, policiais do Ronda do Quarteirão, agentes da Utarquia Municipal de Trânsito (AMC), ambulância, água mineral e um transporte para bicicletas com problemas. A distribuição dos produtos será feita pela Defesa Civil.
A primeira fase do passeio ciclístico ocorreu antes do Carnaval, quando foram arrecadadas 22,5 toneladas de alimentos. Segundo a assessoria de imprensa da STDS, a meta é completar a marca de 40 toneladas, o que a secretaria espera conseguir na 3ª fase do passeio, marcada para março. Salienta que qualquer pessoa pode contribuir com a doação de 2 kg de alimentos ou dois litros de água mineral, bastando se dirigir à sede da STDS (Rua Soriano Albuquerque, 230) para fazer a entrega.
Além da Campanha Solidária pelas Vítimas da Seca, o Comitê Estadual de Combate à Seca do governo do Estado desenvolve ainda outras ações para minimizar os efeitos da estiagem, como a construção de milhares de cisternas de placas, construção do cinturão das águas (interligação de bacias hidrográficas), perfuração de poços profundos e distribuição de água por carros pipa.
Postar um comentário