quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Exposição no Cariri Shopping exibe fósseis








Os visitantes poderão conhecer o material fossilífero retirado de minas de calcário laminado com idade estimada em cerca de 120 milhões de anos. Estão expostos insetos, peixes, plantas e vegetais (Foto: Roberto Crispim)
Com acervo do Museu de Paleontologia de Santana do Cariri e do Projeto Jovens Paleontólogos, a exposição "Talhado" está aberta ao público no Cariri Garden Shopping. A exposição acontece no átrio do shopping, com peças coletadas na Bacia da Chapada do Araripe. O Projeto Jovens Paleontólogos está no âmbito do Geopark Araripe, da Universidade do Cariri (URCA).

Os fósseis apresentados durante a exposição foram encontrados nas cidades de Nova Olinda e Santana do Cariri. O projeto tem parceria com o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Museu de Paleontologia de Santana do Cariri e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Os visitantes poderão conhecer o material fossilífero retirado de minas de calcário laminado com idade estimada em cerca de 120 milhões de anos. Estão expostos insetos, peixes, plantas e vegetais. Um grande fragmento ósseo de Pterossauro também faz parte do material apresentado durante a exposição.

Uma peça em particular chama a atenção dos visitantes: uma pequena libélula com asas em perfeito estado de conservação. "É uma das peças mais bonitas da exposição, principalmente pela delicadeza do material", avalia o historiador Ypsilon Félix, que divide com o geólogo Idalécio Freitas a coordenação da mostra.

Segundo ele, a finalidade da apresentação do material ao público é a de criar o estimulo à conscientização e a preservação do patrimônio fossilífero do Araripe. "A preservação é fundamental, sobretudo para a manutenção das minas de calcário laminado onde a maioria das peças expostas foi encontrada", diz ele, explicando que o nome "Talhado" é usado pelos mineradores da Pedra Cariri, para extração do material.

A Exposição está em sua segunda edição. O material foi apresentado ao público pela primeira vez em abril deste ano, durante um evento realizado pelo Museu de Paleontologia de Santana do Cariri. Naquela ocasião o acervo possuía quase 3 mil peças à mostra.

Agora, além das peças colocadas à exibição, também estão sendo realizadas apresentações de filmes e oficinas de réplicas de dinossauros.

O Projeto Jovens Paleontólogos, responsável pelo levantamento das peças que formam o acervo da exposição, é desenvolvido através de parceria com o CNPq.

O órgão de pesquisa seleciona alunos de nível médio da rede pública de ensino que passam a atuar como paleontólogos nas minas de calcário na Bacia da Chapada do Araripe.

A iniciativa acontece desde janeiro do ano passado e é pioneira no País. Os alunos selecionados vão à campo e realizam a catalogação das minas de calcário existentes na região. Também confeccionam uma espécie de tabela de preenchimento, onde são contabilizadas as peças adquiridas através de doações realizadas pelos mineradores.

Parceiros
"Há uma grande quantidade de mineradores que já se tornaram parceiros do projeto", comenta Ypsilon Félix. Conforme o historiador, o minerador que realiza o maior volume de doação de fósseis é homenageado pela equipe com o recebimento de uma espécie de comenda. "É uma maneira que nós encontramos de reconhecer a iniciativa do minerador em auxiliar a preservação do contexto histórico da nossa região", ressalta.

A primeira comenda foi entregue no mês de maio deste ano ao minerador João Neto, da cidade de Nova Olinda, responsável pelo repasse de 630 peças aos integrantes do Projeto Jovens Paleontólogos.

Ypsilon Félix acredita que, com o projeto, foi possível preservar uma grande quantidade de material fossilífero. "Se o projeto não existisse, todo este material teria sido jogado fora ou, então, teria sido vendido. Estaria tudo perdido", diz. O gerente de Marketing do Cariri Garden Shopping, Eduardo Tuffles, afirma que a empresa se sente satisfeita em participar da exposição "Talhado" devido à importância do contexto histórico e cultural que ela possui.

"O Cariri Garden tem por objetivo enaltecer o que há de melhor na região do Cariri. Neste sentido, apoiar a realização da exposição é garantir que as questões históricas e culturais na nossa região sejam pulverizadas junto as populações que, até então, desconheciam o potencial aqui existente", afirma.

A exposição acontece até o próximo dia 22 de outubro e, após seu encerramento, serão analisados convites para exposição das peças nos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. "É provável que façamos uma espécie de exposição itinerante das peças em vários locais do país", finaliza Ypsilon Félix.

Mais informações
Cariri Garden Shopping
Av. Padre Cícero, 2555
Santa Tereza
Juazeiro do Norte
Telefone: (88) 3566.1600

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário