segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Presidente do TJ/CE se reúne com juízes do Cariri para avaliar a situação da justiça na região








Roberto Bulhões
O desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido esteve reunido na manhã de hoje com 36 juízes da várias cidades da região do Cariri, na cidade de Juazeiro do Norte (Foto: Roberto Bulhões)
O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ/CE), desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido esteve reunido na manhã de hoje com 36 juízes da várias cidades da região do Cariri, na cidade de Juazeiro do Norte. O objetivo foi fazer uma avaliação da atual situação dos fóruns de cada comarca, na tentativa de encontrar uma solução a curto e médio prazo para os problemas que afetam os trabalhos do judiciário no interior. Diante de sua simplicidade, Luiz Brígido ouviu um a um os juízes que participaram do encontro no auditório do fórum de Juazeiro. De todos os participantes o presidente ouviu queixas e falta de condições de trabalho.

A principio foi tratado à situação do fórum juazeirense, o segundo construído entre 1996 e 2000. Atualmente o fórum de Juazeiro conta apenas com duas varas cíveis e três criminais e a meta do tribunal é instalar imediatamente a 3ª vara cível, para tentar amenizar um pouco a situação das outras varas. Para tanto, deve deslocar imediatamente o Juizado Especial para a Faculdade Paraíso cuja estrutura está pronta e com convenio firmado entre as partes. O presidente do TJ reconhece as deficiências pela falta de juízes e servidores, assegurando que está preparando novo concurso para 2014. Existe ainda a possibilidade de instalar a vara da Infância e da Juventude, cujo local seria numa das casas que antes servia de moradia para os juízes.

O encontro aconteceu no auditório do fórum de Juazeiro do Norte (Foto: Roberto Bulhões)

SEGURANÇA

Um dos assuntos em pauta girou na problemática da segurança dos fóruns e dos magistrados, onde vez por outra fóruns estão sendo arrobados e juízes ameaçados e até agredidos. “Estamos finalizando o projeto de criação de uma companhia da Policia Militar direcionada para atender ao judiciário do nosso estado”, disse o desembargador Luiz Brigado, ressaltando que “nosso estado é muito grande e, em algumas cidades, são apenas dois ou três policiais nos destacamentos. Com uma companhia da PM especializada na segurança do judiciário, inclusive com monitoramento eletrônico, fica tudo mais fácil e podemos ter em tempo real toda situação nas comarcas”.

Indagado sobre a possível edificação de um novo fórum para Juazeiro do Norte, uma vez que o atual ficou ultrapassado em poucos anos, após sua construção, o presidente do TJ disse que “pedi ao desembargador Raimundo Nonato para vir a Juazeiro antes de mim e tomar pé da situação. Dai surgiu a ideia de se construir mesmo um novo fórum, uma vez que o atual está realmente ultrapassado no seu espaço físico”. O desembargador afirmou ainda que “tudo é possível e até o final do meu mandato de presidente, pretendo dar uma melhorada substancial no judiciário em todo estado do Ceará”.
Postar um comentário