segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

ISAU DUARTE LEITE- Exemplo de Fé e Esperança.

Na casa de Penha e Belo, no Sítio Lagoa de Dentro, nasceu Isaú no dia 19 de maio de 1928, na residência de seus genitores, no terreiro de “Mãe Porcina”, matriarca da família Leite. Nos idos de 30 juntamente com os pais e seus irmãos migrou para Exu – PE para a companhia de alguns familiares, ali permanecendo por mais de 40 anos. No Sítio Cacimbas viveu a sua infância e juventude, roceiro, agricultor, em meio à humildade e ao contato restrito ao entorno familiar, não tendo oportunidade de freqüentar a Escola. Em 1959, no primeiro dia do ano, casou-se com Irene, sua prima legítima , filha de Belo e Belinha, que residia na Lagoa de Dentro. Esta foi a passeio ao Pernambuco, para a casa de “Tia Penha’ e lá começaram o namoro que terminou em casamento. Ali nasceram os filhos Mazim e Marineide. Nos idos de 1970, retornaram a Farias Brito , onde nasceu Cícero, o filho caçula. A volta á sua terra deu-se por motivos de saúde , aqui vindo em busca de tratamento. Afirma ter sentido muita saudade do Pernambuco, onde deixou a mãe viúva e 10 irmãos. Aqui foi muito bem acolhido pelo primo e compadre Aurélio Liberalino, por quem sempre nutriu grande afinidade, consideração e respeito familiar, dando o seu filho caçula para afilhado de batismo.

Nesta terra, Isaú e sua eterna companheira Irene, habituaram-se com muita facilidade por terem voltado para casa. Ele dedicou-se ao roçado e ela ao serviço publico e assim criaram a sua família. Hoje colhe os seus frutos, aproveitando os benefícios da terceira idade com a consciência de seu dever cumprido. Sente-se amado pela sua família, percorre as ruas da cidade todos os dias fazendo “ troca de relógios” e conversando com os inúmeros amigos . Conhece muitas pessoas da localidade ou quase todas, fruto de sua memória privilegiada. Aos 85 anos, acha tão bom viver que a cada aniversário já aumenta a idade que irá completar no ano vindouro. Admira as famílias Liberalino e Leite, onde estão as suas origens, guardando um carinho especial por Isa Macêdo, que considera como prima pelo seu carinho por Madrinha Tetê e Tio Isaias, filhos de Mãe Porcina.
Abraça a comunidade de Farias Brito e agradece pela homenagem que lhe foi prestada. Bênçãos dos céus para todos e obrigado ao Padre Adalmiran pelo reconhecimento aos mais humildes.

Cícero Menezes , orgulhosamente, seu filho.
Postar um comentário