sábado, 31 de maio de 2014

Marcha para Jesus reúne multidão de fiéis no Centro do Rio



Cores verde e amarelo tomaram conta da Presidente Vargas.
Fernandinho, Andre Valadão, Perlla e Bruna Karla são atrações.

Marcelo Elizardo Do G1 Rio
Marcha para Jesus acontece no Centro do Rio (Foto: Marcelo Elizardo/G1)Marcha para Jesus acontece no Centro do Rio (Foto: Marcelo Elizardo/G1)
A Marcha para Jesus reuniu uma multidão de fiéis na Avenida Presidente Vargas, Centro do Rio, na tarde deste sábado (31). O evento, que acontece há 27 anos, teve shows de bandas evangélicas em trios elétricos que agitaram os presentes. De acordo com 5º BPM (Praça Harmonia) a caminhada reuniu em torno de 600 mil pessoas. Por volta das 17h30, estavam reunidas cerca de 200 mil pessoas no local de concentração do evento. Até este horário  não havia sido registrado nenhum incidente.
As cores verde e amarelo tomaram conta da Presidente Vargas em homenagem à Copa do Mundo, que começa em 12 dias.

Maria José Ferreira foi à Marcha para Jesus na companhia da filha Gilmara Ferreira e do neto Paulo Victor Ferreira. É a segunda vez da família no evento. "Espero que seja uma benção e uma vitória para o Rio de Janeiro", disse Gilmara.

Oito trios elétricos acompanharam os religiosos durante o trajeto até o palco montado na Cinelândia. Os cantores Fernandinho, Andre Valadão, Perlla e Bruna Karla participaram da festa.
Evento acontece há 27 anos
A “Marcha para Jesus” registrou seu maior público em 2013, onde meio milhão de pessoas marcharam pelo trajeto até a concentração. A Marcha para Jesus aconteceu pela primeira vez no ano de 1987, em Londres, com a intenção de levar os cristãos para fora das quatro paredes das igrejas.

Dois anos depois, mais de 45 cidades do Reino Unido organizaram o evento, incluindo a capital da Irlanda, Belfast, que uniu seis mil católicos e protestantes, historicamente desafetos no país.
Público lotou a Avenida Presidente Vargas com cores verde e amarelo (Foto: Marcelo Elizardo/G1)Público lotou a Avenida Presidente Vargas com cores verde e amarelo (Foto: Marcelo Elizardo/G1)
tópicos:

Governo proíbe fumo em locais fechados e amplia alerta nos maços

Decreto proíbe qualquer propaganda e entrará em vigor em até 180 dias.
Nova norma veta o fumo em locais coletivos, exceto em tabacarias e cultos.


Filipe Matoso Do G1, em Brasília
 
Lei antifumo (Foto: G1)
O Ministério da Saúde anunciou neste sábado (31), Dia Mundial Sem Tabaco, novas regras de combate ao fumo, que incluem o fim da propaganda de cigarros, a extinção dos fumódromos em ambientes coletivos e a ampliação de mensagens de alerta em maços de cigarro vendidos no país.

A regulamentação da lei antifumo será publicada nesta segunda-feira (2) no "Diário Oficial da União" e as regras passarão a valer em até seis meses.

Segundo o governo, os fumantes não serão fiscalizados. Poderá ser punido somente o estabelecimento que desobedecer as normas. Locais de comércio e restaurantes, por exemplo, deverão orientar os clientes sobre a lei e pedir para que não fumem, podendo chamar a polícia quando alguém se recusar a apagar o cigarro.
A lei antifumo foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff em dezembro de 2011, após ter sido aprovada no Congresso Nacional, e desde então estava sem regulamentação, que define como e quando deve ser aplicada.
Conforme a lei, fica proibido o fumo em locais coletivos fechados em todo o país, com exceção das tabacarias e dos cultos religiosos.
Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, o ponto principal da regulamentação é a definição de quais são os locais onde não poderá haver consumo e venda de tabaco. As regras preveem que as pessoas não poderão fumar em lugares públicos ou privados (acessíveis ao público) que possuam cobertura, teto, parede, divisórias ou toldos. Em varandas de restaurante com toldo, por exemplo, não será permitido o fumo, bem como na área coberta de pontos de ônibus. As normas também valem para narguilés ou qualquer tipo de fumígeno, mas não abrangem cigarros eletrônicos, pois, segundo Chioro, eles não são legais no Brasil.
Segundo especialistas, o cigarro está associado a 26% das mortes por todos os tipos de câncer. Dados do governo apontam que o tabagismo está ligado a 200 mil mortes no Brasil por ano
Propaganda e embalagens
De acordo com as regras, qualquer propaganda de cigarro será proibida. Segundo Chioro, com a proibição de qualquer propaganda, inclusive em "displays" (painéis para anúncios), como ocorre hoje. A única forma de exibição dos maços deverá ser em locais de venda, mas, ainda assim, com 20% do espaço ocupado pela mensagem de alerta.
"É importante deixar claro que toda e qualquer propaganda de tabaco no Brasil, em relação a todos os produtos fumígenos, está proibida. Tudo em termos de propaganda sobre o que é fumável e legal no nosso país está proibido", disse Chioro.
A partir de agora, 100% da face de trás da embalagem e uma das faces laterais terão que ter imagem e mensagem sobre os problemas relacionados ao fumo. A partir de janeiro de 2016, na parte frontal da embalagem, 30% do espaço será destinado a mensagens de alerta. Atualmente, este tipo de mensagem só é estampada na parte de trás dos maços de cigarro.

Fiscalização e punição
Os estabelecimentos que desrespeitarem as regras poderão receber advertência, multa, ser interditados e ter a autorização de funcionamento cancelada. As multas irão variar de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão, de acordo com a infração. As vigilâncias sanitárias dos estados serão responsáveis pela fiscalização.
Segundo o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Dirceu Barbano, a pessoa que estiver em um restaurante e se incomodar com o fato de alguém fumar deverá, primeiro, pedir ao estabelecimento que tome providências. Caso o responsável pelo restaurante se negue, a orientação é que a pessoa, então, denuncie o caso à Vigilância Sanitária.
Consumo e riscos
Pesquisa divulgada neste sábado pelo Ministério da Saúde diz que 11,3% dos adultos que vivem nas capitais do Brasil fumam. Em 2006, o índice era de 15,7%. Os homens são os que mais fumam, com índice de 14,4%. O percentual entre as mulheres é de 8,6%. Os fumantes passivos têm 30% a mais de chance de ter complicações respiratórias.
No ano passado, o Sistema Único de Saúde (SUS) registrou 1,4 milhão de diárias por internação relacionada ao tabagismo, ao custo de R$ 1,4 bilhão aos cofres públicos. A estimativa do governo é que, neste ano, sejam registrados 16,4 mil novos casos de câncer de pulmão.
O secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, afirmou durante entrevista coletiva neste sábado que o tabagismo é responsável por 200 mil mortes no Brasil por ano. Além disso, está relacionado a 90% dos casos de câncer de pulmão; 85% das mortes por bronquite; 45% das mortes por infarto agudo do miocárdio; 25% das doenças vasculares e 30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer.
Entenda os males do cigarro
Segundo especialistas, o cigarro está associado a 26% das mortes por todos os tipos de câncer. No caso de tumores no pulmão, esse índice aumenta para 84%. Além desta doença, o cigarro pode causar alterações na voz, principalmente das mulheres, que podem adquirir uma voz grossa e totalmente diferente por infecção nas cordas vocais.
Em apenas um dia sem fumar, já é possível ter benefícios para a saúde, segundo a cardiologista Jaqueline Issa. É preciso ainda prestar atenção em outros sintomas de problemas na garganta, como dor, dificuldade para engolir ou respirar e sensação de caroço na região.
Segundo os médicos, o cigarro pode também afetar a tireoide, causando hipotireoidismo e levando ao ganho de peso, especialmente na região abdominal. Mulheres fumantes com mais de 50 anos, por exemplo, têm entre três a quatro vezes mais chances de ter hipotireoidismo que a população em geral.
Fora a alteração na voz e a rouquidão, o cigarro pode ainda causar também perda óssea nos dentes. Isso acontece porque a nicotina e outros componentes agridem a gengiva e a raiz dos dentes.
Infográfico cigarro x coração (Foto: G1)

 

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Ceará é zona livre internacional de febre aftosa com vacinação


Aftosa Certificado Zona LivreO Ceará foi reconhecido como zona livre internacional de febre aftosa com vacinação. O reconhecimento aconteceu nesta quinta-feira (29), durante a Assembleia Internacional de Delegados da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), em Paris. Além do Ceará, também receberam o reconhecimento os outros Estados do Nordeste, exceto a Bahia, e o Norte do Estado do Pará.

Em fevereiro passado, o Ceará recebeu a visita de fiscais OIE, que avaliaram as ações que o Estado está desenvolvendo no que diz respeito aos programas de sanidade animal executadas pela Adagri. "Cumprimos as exigências do Ministério da Agricultura e da OIE e, por isso, conquistamos o status de Zona Livre Internacional", afirmou o presidente da Agência, Augusto Júnior.

O secretário Nelson Martins destaca que o reconhecimento do Ceará como zona livre internacional de febre aftosa "representa a coroação de um trabalho árduo do Estado com importantes parceiros, como os produtores rurais, os movimentos sociais, a Ematerce e a imprensa, que divulga as campanhas de vacinação do rebanho". Nelson Martins informa, porém, que o Estado precisa manter os índices de vacinação. A campanha prossegue até o próximo sábado e a meta é superar os 95% de animais vacinados e imunizar mais de 80% das propriedades.

O secretário Nelson Martins afirma ainda que com o reconhecimento internacional, "todo o mundo vai conhecer o potencial da pecuária cearense, já que o Ceará terá condições de exportar a carne e os produtos bovinos, abrindo as nossas fronteiras, o que vai representar mais desenvolvimento para a nossa zona rural, por isso, vamos continuar vacinando o nosso rebanho".

29.05.2014
Assessoria de Comunicação da SDA
Lúcio Filho – (85) 3101.8022 | 3101.8023
lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br
Amanda Sobreira – (85) 3101.8029
amanda.sobreira@sda.ce.gov.br
Mariana Galvão - estagiária de Jornalismo
'; document.write( '' ); document.write( addy_text19106 ); document.write( '<\/a>' ); //-->
Twitter: @ImprensaSDA

Câmara dos Deputados aprova texto do PNE

Os parlamentares analisarão na próxima semana três destaques que propõem alterações ao documento principal


congresso
Parlamentares após a aprovação do projeto que prevê 10% do PIB para a Educação ao longo da próxima década
foto: agência câmara/ luís macedo
Brasília. A Câmara dos Deputados aprovou ontem o texto principal do Plano Nacional da Educação (PNE), que estabelece metas e estratégias para o setor no período de 10 anos, entre elas a previsão de investimento público na educação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) até o final do decênio.

Os parlamentares analisarão na próxima semana três destaques que propõem alterações ao texto. Depois que concluírem a votação, o projeto seguirá para sanção presidencial.

A proposta, de autoria do Executivo, já havia sido aprovada pelos deputados em 2012, mas como foi modificada no Senado, voltou para a Câmara.

Atualmente, o país aplica 5,1% do PIB no setor, incluindo recursos da União, dos estados e municípios. Pelo texto-base da proposta, os 10% do PIB poderão ir tanto para investimentos em escolas públicas quanto para programas como o ProUni (incentivo fiscal para universidades privadas em troca de bolsas para alunos de baixa renda) e o Fies (financiamento das mensalidades para estudantes em faculdades particulares). Há, contudo, um destaque que retira esses programas do cálculo dos 10% do PIB. O objetivo da proposta de alteração é destinar o percentual inteiramente para investimentos na qualidade das escolas, creches e universidades públicas.

Metas

O texto principal prevê 20 metas a serem cumpridas nesta década na área de educação, como a erradicação do analfabetismo e universalização da educação infantil (crianças de 4 e 5 anos), do ensino fundamental (6 a 14 anos) e do ensino médio (adolescentes de 15 a 17 anos).

Repercussão

“Toda a sociedade, e particularmente as entidades de estudantes e professores, que lutaram muito pela aprovação do PNE, merecem os parabéns neste momento. Mas a luta continua, e precisamos estar atentos à votação dos destaques, na semana que vem, quando haverá definição sobre os pontos mais polêmicos do Plano”, enfatizou o deputado Chico Lopes (PCdoB-CE).

“Para chegarmos aos 10% do PIB direcionados à educação pública, ao longo dos dez anos seguintes, precisaremos buscar outras fontes de financiamento. Acreditamos que os 75% dos royalties do pré-sal e 50% do Fundo Social do Pré-sal ajudarão bastante, mas não serão suficientes”, alertou o deputado federal Artur Bruno (PT-CE), que integrou Comissão Especial que discutiu o PNE na Câmara.

 

Dia D para contratação de pessoas com deficiência acontece nesta quinta-feira (29)


Ceara AcessivelO Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), realiza nesta quinta-feira (29), das 8 horas às 17 horas, o Dia Nacional da Contratação das Pessoas com Deficiência. O objetivo é reunir empresas e pessoas com deficiências, interessadas em ingressar no mercado de trabalho. Participam do Dia D, 32 empresas com 841 vagas disponíveis para contratação. A solenidade contará com as presenças do Ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, e do titular da STDS, Josbertini Clementino, que estarão no evento às 10 horas.

Os interessados devem ir ao Centro de Profissionalização Inclusiva para a Pessoa com Deficiência (Cepid), para onde a STDS oferecerá transporte gratuito, durante todo o dia, nos terminais do Papicu, da Parangaba e do Antônio Bezerra, munidos de Carteira de Trabalho, RG, CPF, currículo e laudo de homologação de deficiência. Serão disponibilizadas vagas de operador de caixa, recepcionista, técnico de enfermagem, promotor de vendas, operador de telemarketing, auxiliar de manutenção, repositor de mercadorias, eletricista, auxiliar de bombeiro hidráulico, motorista, cobrador, analista financeiro, atendimento ao cliente, entre outras.

A ação é fruto de parceria entre Governo do Estado, Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Sine/IDT e Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). O Cepid é o maior centro de capacitação para pessoas com deficiência do Norte e Nordeste e tem capacidade para atender 1.200 jovens e adultos. O equipamento dispõe de três salas de aulas, dois laboratórios adaptados para capacitação nas áreas de informática, um na área de hotelaria, além de capacitação nas áreas de comércio e serviços administrativos, confecção e moda inclusiva, bem como cursos de Libras, formação de Audiodescritores e Braille e dispõe também de unidade de atendimento do Sine/CE.

Além de completa infraestrutura para atendimento das pessoas com deficiência, como academia de baixo impacto, auditório, piscina e quadra poliesportiva acessíveis para paraesportistas de diversas modalidades: natação, basquete, futsal e tênis de mesa; e salas de convivência com cafeteria. Além do atendimento às pessoas com deficiência, o Cepid oferece à comunidade ações para a pessoa idosa.

Censo demográfico

Dados do último Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que cerca de 2,3 milhões de cearenses apresentam alguma deficiência, seja ela física, auditiva, visual, mental ou múltipla. Um contingente de pessoas com direitos de inserção no cotidiano, no dia a dia das cidades, na vida, mas ainda privados de participar mais intensamente do mundo que nos cerca, um mundo cada vez mais dinâmico e cheio de atividades, oportunidades e desafios.

Desse total, 963,4 mil ocupam algum posto de trabalho, formalizado ou não. Entre as ocupações com maior presença dessa população estão àquelas ligadas principalmente ao setor industrial e de serviços, entre elas: o trabalhador polivalente de calçados e alimentador de linha de produção, bem como o auxiliar de escritório e assistente administrativos. Atualmente, o Ceará conta com 931.584 pessoas com deficiência visual; 307.593, auditiva; 132.527, Cognitiva e 462.316, com alguma deficiência física.

Significado de Deficiência

Pessoas com deficiência são aquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdades de condições com as demais pessoas.

A Lei de Cotas

A reserva legal de cargos, também conhecida como Lei de Cotas (art. 93 da Lei nº 8.213/91) estabeleceu a obrigatoriedade de as empresas com cem (100) ou mais empregados preencherem uma parcela de seus cargos com pessoas com deficiência, em proporções que variam de acordo com o número de empregados: de 100 a 200, a reserva legal é de 2%; de 201 a 500, de 3%; de 501 a 1.000, de 4%; e acima de 1.001, de 5%.

Mais informações: 3101.2653 / 2792

Serviço:
Data: 29 de maio (quinta-feira)
Horário: 8h às 17h
Local: Cepid – Av. Senador Robert Kennedy, 128, Planalto das Goiabeiras – Barra do Ceará

28.05.2014
Assessoria de Comunicação Social da STDS
Carlos Eugênio ( imprensa@stds.ce.gov.br / 85 3101.2089 - 2099 / 8878.8510)
Twitter: www.twitter.com/stdsonline

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Prazo de inscrição para Sisu do meio do ano vai abrir na próxima segunda

Quem fez o último Enem pode participar e consultar vagas disponíveis.
Inscrições terminam na quarta-feira e lista de aprovados sairá na sexta.



Do G1, em São Paulo
Estudantes já podem consultar as vagas no site do Sisu (Foto: Reprodução )Estudantes já podem consultar as vagas no site do Sisu (Foto: Reprodução )
saiba mais
O prazo de inscrição para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do meio do ano começa na próxima segunda-feira (2) e vai até as 23h59 de quarta-feira (4). Os candidatos já podem pesquisar as vagas disponíveis no site sisu.mec.gov.br. São oferecidas vagas em 66 instituições públicas de ensino superior, sendo 32 universidades federais, 28 institutos federais e 6 universidades estaduais.
A primeira chamada será divulgada em 6 de junho, com matrículas nos dias 9, 10, 11 e 13. A segunda chamada, prevista para 24, terá matrículas nos dias 27 e 30 de junho, 1º e 2 de julho.
Pode fazer a inscrição o estudante que participou do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obteve nota acima de zero na redação. É necessário informar o número de inscrição e a senha usados no Enem de 2013. Notas de outras edições do Enem não serão consideradas. Veja as instituições participantes:
Acre: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac).
Alagoas: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (Ifal), Universidade Federal de Alagoas (Ufal).
Amapá: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (Ifap).
Bahia: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano), Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFRB), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba).
Ceará: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Universidade Federal do Cariri (UFCA).
Distrito Federal: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB).
Espírito Santo: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), Universidade Federal do Espíritop Santo (Ufes).
Goiás: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG).
Maranhão: Universidade Federal do Maranhão (UFMA).
Minas Gerais: Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet/MG), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudoeste de Minas Gerais (IFSEMG), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IF Sul de Minas), Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Universidade Federal de Lavras (Ufla), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).
Mato Grosso do Sul: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).
Pará: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA).
Paraíba: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Universidade Federal da Paraíba (UFPB).
Pernambuco: Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).
Piauí: Universidade Federal do Piauí (UFPI).
Paraná: Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).
Rio de Janeiro: Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet/RJ), Centro Universitário Estadual da Zona Norte (Uezo), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IF Fluminense), Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).
Rio Grande do Norte: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).
Rondônia: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO).
Roraima: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR.
Rio Grande do Sul: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (IFSUL), Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).
Santa Catarina: Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).
Sergipe: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS).
São Paulo: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP).
Tocantins: Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO).

 

Estado intensifica ações para garantir vacinação contra a febre aftosa


AftosaO Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e da Agência de Defesa Agropecuária (Adagri), vai visitar os municípios cearenses para acompanhar a vacinação do rebanho contra a febre aftosa. A ideia, segundo o secretário adjunto do Desenvolvimento Agrário, Antônio Amorim, é visitar os municípios e orientar sobre a importância da vacinação do rebanho, em parceria com os Sindicatos Rurais e movimentos sociais, escritórios da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural e Prefeituras Municipais. “Vamos percorrer os municípios neste primeiro momento, e perto do dia 31 de maio (data final da campanha), vamos intensificar as ações nos municípios que apresentarem os menores índices”.

Entre os próximos dias 25 e 30 de maio, acontecerá, em Paris, a Assembleia Mundial de Delegados da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O Ceará estará representado no evento pelo Secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, e pelo presidente da Adagri, Augusto Júnior. O evento deve confirmar o Nordeste Brasileiro, incluindo o Ceará, e o Norte do Pará como zona livre internacional de febre aftosa com vacinação. Os auditores da OIE visitaram o Ceará em fevereiro deste ano e constaram que o Estado cumpriu as exigências internacionais para pleitear o título.

O secretário adjunto, Antônio Amorim, ressalta a importância de sempre manter o rebanho vacinado para que os ganhos do Estado com a zona livre internacional se mantenham. “Não podemos deixar de vacinar o nosso rebanho, pois assim vamos conseguir exportar, através dos portos do Pecém e Mucuripe, os nossos animais e os produtos correlatos, valorizando cada vez mais a nossa pecuária”.

O diretor técnico da Ematerce, Walmir Severo, destaca que os escritórios já estão preparados para oferecer as orientações necessárias aos produtores e orientar sobre a importância da vacinação. “Não podemos baixar a guarda, temos que mobilizar os sindicatos e as Prefeituras para sempre apoiar as ações de vacinação do rebanho para manter a febre aftosa longe do Ceará”, afirmou.

Os produtores rurais devem vacinar o rebanho bovino e bubalino até 31 de maio. Segundo o coordenador estadual da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Ceará, Joaquim Sampaio, o rebanho cearense é de aproximadamente 2,5 milhões de cabeças e a meta da primeira etapa é vacinar mais de 95% dos animais e imunizar mais de 80% das propriedades.

A dose da vacina custa aproximadamente R$ 1,70 e a multa para quem não vacinar dentro do prazo será de aproximadamente R$ 16, por cabeça não vacinada.

O secretário Nelson Martins destaca que o principal interessado em vacinar o rebanho é o produtor rural. “Um animal contaminado pode causar um prejuízo enorme, pois todo o rebanho poderá ser sacrificado também, por isso o maior interessado em vacinar é o produtor rural, que terá muitos benefícios quando o nosso Estado for reconhecido internacionalmente como livre de aftosa”, destacou.

26.05.2014
Assessoria de Comunicação da SDA
Lúcio Filho – (85) 3101.8105 | 8897.8510
lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br

Amanda Sobreira – (85) 3101.8137
amanda.sobreira@sda.ce.gov.br
Twitter: @ImprensaSDA

terça-feira, 27 de maio de 2014

Cartilha para eleições 2014


O Centro Nacional de Fé e Política “Dom Helder Câmara (Cefep), organismo vinculado à CNBB, em parceria com outras entidades, lançou a cartilha “Eleições 2014”, cuja temática é “Seu voto tem consequências: um novo mundo, uma nova sociedade”. O subsídio foi apresentado durante a 52ª Assembleia Geral da CNBB e entregue aos bispos.
 Na apresentação do material, o bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação da CNBB, dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, orienta que a cartilha seja estudada nas dioceses, grupos, comunidades, para um “grande movimento de cidadania e vivência da fé”. De acordo com dom Joaquim, o texto quer ajudar os cristãos a se prepararem para as eleições de outubro. A reflexão proposta pela cartilha utiliza o método ver, julgar e agir.
“Com o olho nas eleições, vemos o Brasil que temos com suas conquistas e desafios, com suas luzes e sombras”, disse dom Joaquim Mol. Ao final da apresentação, o bispo disse “ter a alegria de expressar o apoio da CNBB a este relevante trabalho” proposto na cartilha das “Eleições 2014”.
Para aquisição da cartilha, acesse: www.cpp.com.br ou 0800.703.8353

segunda-feira, 26 de maio de 2014

O importante é o buquê?

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo de Campos (RJ)

A floricultura que não entrega o buquê de flores da noiva no dia do casamento é obrigada a indenizar por danos morais, esse foi o entendimento da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul,que mandou pagar a empresa demandada a quantia de 30 salários mínimos, fato acontecido a uma década atrás. O argumento afirma que: "o buquê insere-se como costume da tradição ocidental, dentro das circunstâncias de livre escolha do culto e da cerimônia".

Os sinais são certamente relevantes, em especial o buquê como as flores, expressam o amor conjugal, a consagração e a vitória de uma história que une duas vidas para sempre no Altar de Deus. No entanto o significante não pode ter uma importância ou maior peso que o significado. Se faltar o amor conjugal que dá conteúdo ao consentimento motivando-o e dirigindo-o a prestar um assentimento definitivo a um projeto de vida esponsal e familiar, falta tudo.
Lamentavelmente estamos acostumados a atender os detalhes e as cerimônias externas que dão brilho ao casamento e esquecemos ou não nos ligamos aos aspectos essenciais que conformam o sacramento do matrimônio qual sejam,o livre e consciente consentimento mutuo de adesão ao contrato e instituição que o próprio Jesus Cristo abençoou e instituiu, dando-lhe consistência e estabilidade permanente. Se priorizamos aquilo que é acidental e muitas vezes espetaculoso e emocional corremos o risco de estar celebrando casamentos teatrais e simulados, mas que carecem da verdade sacramental que a Igreja pede, e Deus propõe como Aliança indissolúvel.
Está na hora de resgatarmos e levarmos mais a sério a liturgia matrimonial,recentrando-a e focalizando mais o protagonismo dos nubentes que são os verdadeiros ministros do sacramento e como tais devem dar o máximo destaque ao ato, que realiza para sempre a união de suas pessoas, mostrando claramente a assembléia eclesial constituída a intenção amorosa e vocacional que os trouxe ao Altar de Deus.
A escolha como afirma a decisão judicial é livre e deve ser uma opção de fé por Cristo que consagra e abençoa os nubentes, no meio de uma comunidade eclesial que participa deste "admirável sacramento" ao dizer de São Paulo. Deus seja louvado!

Fonte: www.cnbb.org.br

domingo, 25 de maio de 2014

Diocese de Iguatu promove seminário


Coordenações de Pastorais Sociais, sindicatos, associações de classe, políticos e membros da sociedade civil participaram do Seminário sobre a conjuntura nacional e reforma política promovido pela diocese de Iguatu (CE). O encontro aconteceu na terça-feira, dia 20, e contou com a presença de padres, leigos e do bispo diocesano, dom João José Costa.
 O membro da assessoria da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Nelito Dornelas, foi o assessor do evento. Representantes do poder judiciário e de entidades, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Ordem dos Advogados do Brasil participaram de debates durante o seminário.
Os projetos e ações relacionadas à Reforma Política, apoiados pela CNBB, foram apresentados aos participantes. “Trata-se de uma grande mobilização junto à população para que esta se sinta chamada a assumir com responsabilidade democrática seu dever de cidadania. Temos que ter eleições limpas e penso que através de iniciativas como essas e uma união de forças prevaleça para a conquista desse ideal”, afirmou o bispo de Iguatu (CE), dom João José Costa.
Com informações da diocese de Iguatu (CE)

Ceará tem quinto maior número de inscrições no Enem 2014


Inscritos para o Enem 2014 somam mais de 9,5 milhões, anuncia governo
Ceará registrou 596.568 inscrições, atrás de SP, MG, BA e RJ.

Do G1 CE
O Ceará registrou 596.568 inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014. De acordo com os dados do Ministério da Educação, o estado ficou no quinto lugar de número de inscritos. Na manhã deste sábado (24), o ministro da Educação, Henrique Paim, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Chico Soares, anunciaram, em Brasília, que 9.519.827 pessoas se inscreveram no Enem.O prazo para inscrições terminou às 23h59 desta sexta (23).
O primeiro lugar de inscrições foi o estado de São Paulo (1.476.041), seguido por Minas Gerais (1.057.521), Bahia (707.835), Rio de Janeiro (691.789). De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Educação, houve um aumento de 21,8% no número de inscritos em relação à edição de 2013, quando 7.834.017 se inscreveram.
Durante a coletiva, o ministro da Educação afirmou que o número de inscrições do Ceará foi um dos mais experessivos do país. No ano passado, o Ceará teve 518.017 inscrições no Enem.
Os candidatos que não têm isenção na taxa de inscrição, no valor de R$ 35, podem pagar o boleto no banco até a próxima quarta (28). Ficam isentos da cobrança todos os alunos de escola pública ou que comprovarem renda familiar mensal inferior a R$ 1.086. Só depois do fim do prazo para o pagamento da taxa é que o Inep deve divulgar o número final de pessoas inscritas e aptas a fazer a prova, que este ano será realizada nos dias 8 e 9 de novembro.
Em 2013, 7,8 milhões de alunos fizeram a inscrição, mas, como muitos não pagaram a taxa, no final 7,1 milhões de candidatos puderam prestar o exame. Nos dias do Enem, compareceram efetivamente mais de 5 milhões de estudantes.
O exame deverá ser usado pelas 115 universidades e institutos federais para acesso a cursos de graduação. Os candidatos podem tirar dúvidas sobre a inscrição em um passo a passo no site enem.inep.gov.br.
Assim como nos anos anteriores, o Enem ocorrerá em dois dias seguidos. No sábado, dia 8, os participantes farão as provas de ciências humanas e ciências da natureza, das 13h às 17h30 (horário de Brasília). No domingo, dia 9, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, matemática e redação. Nessa data, o tempo do exame será mais longo, entre as 13h e as 18h30 (horário de Brasília).
Segundo o MEC, serão impressas 18,3 milhões de provas (incluindo normal, ampliada, ledor e braile – estas três últimas, para quem tem diferentes graus de deficiência visual) em 1.699 municípios do país. Este ano, 785 mil funcionários vão ajudar na realização do Enem, entre coordenadores de locais de aplicação, assistentes de coordenação, chefes de sala, fiscais e apoio. Em todo o Brasil, haverá 16,6 mil locais de exame.
Detectores de metal
No dia 8 de maio, o MEC anunciou que nesta edição serão aperfeiçoados os procedimentos de segurança contra fraude na aplicação do exame. Os fiscais poderão, inclusive, usar detectores de metais portáteis para comprovar que candidatos não estão usando equipamentos eletrônicos durante a realização do Enem.
O detector poderá ser utilizado em qualquer estudante inscrito, a não ser que a pessoa apresente uma justificativa para que não possa passar por esse tipo de monitoramento. O aparelho também poderá comprovar o uso indevido de celulares para postar fotos do exame nas redes sociais – infração que acabou eliminando dezenas de jovens nas últimas duas edições.
Segundo o MEC, este ano o edital foi traduzido para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), e o site do Enem terá uma versão do edital incorporada a um sistema de computação acessível a cegos, chamado Dosvox.
Sabatistas
Nesta edição, os alunos sabatistas (que guardam o sábado por motivos religiosos) poderão fazer a prova de 8 de novembro às 19h (horário de Brasília) desse dia, exceto nos estados do Acre, Amazonas, de Roraima e Rondônia. Nesses quatro estados, os candidatos sabatistas poderão realizar o primeiro dia de provas às 19h de sua hora local, em função do horário de verão.
Correção da redação
Segundo o ministro da Educação, Henrique Paim, os atuais filtros de correção da redação do Enem serão mantidos e ampliados. De acordo com ele, o MEC tem investido no aprimoramento dos itens de correção e na capacitação dos corretores. O presidente do Inep, Francisco Soares, também disse a jornalistas que cada prova será avaliada por dois corretores.
Combatendo a abstenção
Segundo informou o MEC, os candidatos que não compareceram às provas do ano passado e se inscreverem novamente em 2014 receberão uma mensagem do governo alertando sobre o problema de faltar ao Enem mais uma vez.
De acordo com os dados levantados pelo governo, a maioria dos ausentes no exame são pessoas que não precisam pagar a taxa de inscrição – como treineiros, que ainda não terminaram o ensino médio, e adultos que já acabaram o terceiro ano e trabalham.
Em 2013, o governo estima que cerca de 30% dos candidatos inscritos no Enem não chegaram a fazer os dois dias de prova. O prejuízo com os ausentes, no ano passado, foi de R$ 58 milhões, calcula o MEC.

sábado, 24 de maio de 2014

Inscritos para o Enem 2014 somam mais de 9,5 milhões, anuncia governo

Prazo para pagar inscrição de exame termina na próxima quarta-feira (28).
Inscrições já se encerraram; provas acontecem nos dias 8 e 9 de novembro.

Do G1, em Brasília e em São Paulo
O ministro da Educação, Henrique Paim (centro), ao lado do presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Chico Soares (direita), ao anunciar o número de inscritos do Enem 2014  (Foto: Mariana Oliveira/G1)O ministro da Educação, Henrique Paim (centro), ao
lado do presidente do IInep, Chico Soares (direita),
durante anúncio do número de inscritos do Enem
2014 (Foto: Mariana Oliveira/G1)
O ministro da Educação, Henrique Paim, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Chico Soares, anunciaram neste sábado (24), em Brasília, que 9.519.827 pessoas se inscreveram para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014.
De acordo com os dados divulgados, houve um aumento de 21,8% no número de inscritos em relação à edição de 2013, quando 7.834.017 se inscreveram. Em 2012, foram 6.495.446 inscritos e em 2011 haviam sido 6.221.697.
O prazo para inscrições terminou às 23h59 de sexta (23). Segundo o Inep, somente no último dia, foram 1,9 milhão de inscrições.
Os candidatos que não têm isenção na taxa de inscrição, no valor de R$ 35, podem pagar o boleto no banco até a próxima quarta (28). Ficam isentos da cobrança todos os alunos de escola pública ou que comprovarem renda familiar mensal inferior a R$ 1.086.
Só depois do fim do prazo para o pagamento da taxa é que o Inep deve divulgar o número final de pessoas inscritas e aptas a fazer a prova, que este ano será realizada nos dias 8 e 9 de novembro.
Em 2013, 7,8 milhões de alunos fizeram a inscrição, mas, como muitos não pagaram a taxa, no final 7,1 milhões de candidatos puderam prestar o exame. Nos dias do Enem, compareceram efetivamente mais de 5 milhões de estudantes.
Confira o número de inscrições por estado
UF
Inscritos
CENTRO-OESTE
857.195
Distrito Federal
185.039
Goiás
296.911
Mato Grosso do Sul
175.829
Mato Grosso
199.416
NORDESTE
3.062.161
Alagoas
159.489
Bahia
707.835
Ceará
596.568
Maranhão
324.335
Paraíba
244.966
Pernambuco
467.653
Piauí
206.658
Rio Grande do Norte
221.082
Sergipe
133.575
NORTE
1.033.109
Acre
73.112
Amazonas
205.995
Amapá
68.698
Pará
464.469
Rondônia
115.324
Roraima
30.109
Tocantins
75.402
SUDESTE
3.407.684
Espírito Santo
182.333
Minas Gerais
1.057.521
Rio de Janeiro
691.789
São Paulo
1.476.041
SUL
1.159.678
Paraná
453.333
Rio Grande do Sul
521.132
Santa Catarina
185.213
O ministro Henrique Paim informou que, em média, 60% dos inscritos são isentos do pagamento, mas que os demais devem efetuar o pagamento até, no máximo, dia 28 de maio. "O pagamento tem que ser efetuado no dia 28. Não pode ser agendado, pela internet, para o dia 30, por exemplo", frisou. Segundo ele, quem não efetuar o pagamento terá a inscrição cancelada.
Perguntado sobre se a greve de vigilantes no Rio, que afeta o funcionamento das agências bancárias, poderá prejudicar os inscritos, o ministro disse que é preciso recorrer a alternativas, como pagamento pela internet ou caixa eletrônico. No entanto, Paim informou que vai conversar com autoridades do estado para saber o que pode ser feito para não haver prejuízo aos inscritos para o exame.
Aumento no número de inscritos
O ministro da Educação comemorou o aumento no número de inscritos e afirmou que os dados mostram que o brasileiro acredita "cada vez mais que pode mudar sua vida por meio da educação".
"É importante destacar esse aumento de 21% porque todo ano achamos que chegamos a um patamar que não tem mais possibilidade de crescer. Tivemos a confirmação da expectativa no país em torno da questão educacional. O imaginário do estudante vem mudando. As pessoas estão acreditando cada vez mais que podem mudar sua vida por meio da educação", disse a jornalistas.
O exame deverá ser usado pelas 115 universidades e institutos federais para acesso a cursos de graduação. Os candidatos podem tirar dúvidas sobre a inscrição em um passo a passo no site enem.inep.gov.br.
Henrique Paim disse que, a partir deste exame, algumas universidades, como a Universidade Federal de Goiás, ampliaram as vagas por meio do sistema de seleção unificado. Conforme o ministro, termina em agosto o prazo para novas instituições se cadastrarem.
Realização das provas
Assim como nos anos anteriores, o Enem ocorrerá em dois dias seguidos. No sábado, dia 8, os participantes farão as provas de ciências humanas e ciências da natureza, das 13h às 17h30 (horário de Brasília). No domingo, dia 9, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, matemática e redação. Nessa data, o tempo do exame será mais longo, entre as 13h e as 18h30 (horário de Brasília).
Segundo o MEC, serão impressas 18,3 milhões de provas (incluindo normal, ampliada, ledor e braile – estas três últimas, para quem tem diferentes graus de deficiência visual) em 1.699 municípios do país. Este ano, 785 mil funcionários vão ajudar na realização do Enem, entre coordenadores de locais de aplicação, assistentes de coordenação, chefes de sala, fiscais e apoio. Em todo o Brasil, haverá 16,6 mil locais de exame.
Detectores de metal
No dia 8 de maio, o MEC anunciou que nesta edição serão aperfeiçoados os procedimentos de segurança contra fraude na aplicação do exame. Os fiscais poderão, inclusive, usar detectores de metais portáteis para comprovar que candidatos não estão usando equipamentos eletrônicos durante a realização do Enem.
O detector poderá ser utilizado em qualquer estudante inscrito, a não ser que a pessoa apresente uma justificativa para que não possa passar por esse tipo de monitoramento. O aparelho também poderá comprovar o uso indevido de celulares para postar fotos do exame nas redes sociais – infração que acabou eliminando dezenas de jovens nas últimas duas edições.
Segundo o MEC, este ano o edital foi traduzido para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), e o site do Enem terá uma versão do edital incorporada a um sistema de computação acessível a cegos, chamado Dosvox.
CRONOGRAMA DO ENEM 2014
28 de maio: último dia para pagar a taxa de R$ 35
PROVAS

8 de novembro (das 13h às 17h30, horário de Brasília):
provas de ciências humanas e ciências da natureza

9 de novembro (das 13h às 18h30, horário de Brasília): provas de linguagens
e códigos, matemática e redação
Sabatistas
Nesta edição, os alunos sabatistas (que guardam o sábado por motivos religiosos) poderão fazer a prova de 8 de novembro às 19h (horário de Brasília) desse dia, exceto nos estados do Acre, Amazonas, de Roraima e Rondônia. Nesses quatro estados, os candidatos sabatistas poderão realizar o primeiro dia de provas às 19h de sua hora local, em função do horário de verão.
Correção da redação
Segundo o ministério, os atuais filtros de correção da redação do Enem serão mantidos e ampliados. De acordo com ele, o MEC tem investido no aprimoramento dos itens de correção e na capacitação dos corretores. O presidente do Inep, Francisco Soares, também disse a jornalistas que cada prova será avaliada por dois corretores.
Combatendo a abstenção
Segundo informou o MEC, os candidatos que não compareceram às provas do ano passado e se inscreverem novamente em 2014 receberão uma mensagem do governo alertando sobre o problema de faltar ao Enem mais uma vez.
De acordo com os dados levantados pelo governo, a maioria dos ausentes no exame são pessoas que não precisam pagar a taxa de inscrição – como treineiros, que ainda não terminaram o ensino médio, e adultos que já acabaram o terceiro ano e trabalham.
Em 2013, o governo estima que cerca de 30% dos candidatos inscritos no Enem não chegaram a fazer os dois dias de prova. O prejuízo com os ausentes, no ano passado, foi de R$ 58 milhões, calcula o MEC.

 

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Faltam 09 dias para encerrar o prazo para vacinação do rebanho contra aftosa


A Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa será encerrada no Ceará no próximo dia 31 de maio. Até lá, os produtores rurais devem ter comprado as doses necessárias para a vacinação do rebanho nas lojas credenciadas pela Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri). A dose da vacina custa aproximadamente R$ 1,70 e a multa para quem não vacinar dentro do prazo será de aproximadamente R$ 16, por cabeça não vacinada.

Após a vacinação, os produtores devem declarar a vacinação nos escritórios da Adagri ou da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce). O secretário adjunto do Desenvolvimento Agrário, Antônio Amorim, percorreu esta semana os municípios de Acaraú e Itapipoca, no Norte do Estado, para orientar os sindicatos rurais, secretarias municipais de Agricultura e produtores sobre a importância da vacinação.

A meta da campanha é vacinar 95% do rebanho bovino e bubalino do Estado e imunizar mais de 80% das propriedades. O presidente da Agência, Augusto Júnior, lembra que o prazo para a vacinação do rebanho não será prorrogado. “É uma determinação do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) e nós temos que segui-la, por isso orientamos os produtores a não deixar a vacinação para a última hora”, reforça.

O Ceará foi reconhecido como zona livre nacional de febre aftosa com vacinação e pleiteia o reconhecimento internacional pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). O secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, e o presidente da Adagri, Augusto Júnior, participam da Assembleia Mundial dos Delegados da OIE, entre 25 e 30 de maio em Paris.

O titular da SDA demostra otimismo com o reconhecimento internacional. “Cumprimos todas as exigências da OIE e do Mapa e esperamos, junto aos demais estados do Nordeste e o Norte do Pará receber este reconhecimento, daí a importância dos produtores continuarem vacinando o rebanho”, comentou o secretário.

22.05.2014
Assessoria de Comunicação da SDA
Lúcio Filho / Amanda Sobreira ( asscom@sda.ce.gov.br / 85 3101.8105 - 8897.8510)
Twitter: @ImprensaSDA

Confira programação de festivais de quadrilha junina no Ceará


Seis festivais ocorrem em Fortaleza.
Camocim abre calendário de festivais.

Do G1 CE
A União Junina divulgou o calendário de 19 festivais de quadrilhas juninas para este ano de 2014. Ao todo, seis deles ocorrem em Fortaleza. Os festivais vão se iniciar no dia 4 de junho, no município de Camocim. Outros festivais devem ser acrescentados a esta programação até o fim do mês de maio. Confira:
Festival Cidade Data
Festival de Aiuaba Aiuaba 13 e 14 de junho
Festejo Junino de Barbalha Barbalha 5 a 7 de junho
XXV Festival de Quadrilhas Juninas de Camocim Camocim 4 a 6 de julho
Cariré Junino Cariré 12 a 14 de junho
X Festival Junino de Ponta da Serra Crato 20 a 22 de junho
41°Festival Cumade Chica Fortaleza 20 a 29 de junho
Arraiá do Cumpade Antônio Fortaleza 20 a 22 de junho
Festival Profetas do Sertão Fortaleza 27 e 28 de junho
São João da Ari de Sá Fortaleza 20 e 21 de junho
Arraiá do Ceará Fortaleza 10 a 12 de junho
1 Festival Noth Shopping Joquei Fortaleza 20 a 22 de junho
Festival Regional de Granja Granja 25 a 27 de julho
Festival Junino de Guaraciaba do Norte Guaraciaba do Norte 20 a 22 de junho
8º Iguatú Festeiro Iguatu 7 a 16 de junho
VIII FestFogo Itapipoca 21 de junho
Limoeiro Junino Limoeiro do Norte 6 a 8 de junho
Festival Municipal de Maracanaú Maracanaú 14 a 20 de julho
Festival Regional de Martinópole Martinópole 18 a 20 de julho
XI Festival de Quadrilhas de Uruoca Uruoca 11 a 13 de julho


Comissão da Câmara aprova Lei da Palmada, rebatizada Menino Bernardo

Acordo com bancada evangélica alterou redação e permitiu aprovação.
Projeto, que agora homenageia menino morto no RS, vai para o Senado

Felipe Néri e Nathalia Passarinho Do G1, em Brasília
 A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou nesta quarta-feira (21), após acordo entre parlamentares, a chamada Lei da Palmada, rebatizada Lei Menino Bernardo, em homenagem a Bernardo Boldrini, morto no Rio Grande do Sul com uma injeção letal – o pai, a madrasta e uma assistente social foram indiciados pelo crime em 13 de maio.
A proposta proíbe pais e responsáveis legais por crianças e adolescentes de baterem nos menores de 18 anos. Aprovada em caráter terminativo, seguirá diretamente para análise pelo Senado, sem necessidade de votação no plenário da Câmara.
O projeto prevê que os pais que agredirem fisicamente os filhos devem ser encaminhados a cursos de orientação e a tratamento psicológico ou psiquiátrico, além de receberem advertência. A matéria não especifica que tipo de advertência pode ser aplicada aos responsáveis. As crianças e os adolescentes agredidos, segundo a proposta, passam a ser encaminhados para atendimento especializado.
O texto altera o Estatuto da Criança e do Adolescente para incluir trecho que estabelece que os menores de 18 anos têm o direito de serem "educados e cuidados sem o uso de castigo físico ou de tratamento cruel ou degradante" como formas de correção ou disciplina.
O acordo que permitiu a aprovação foi costurado no gabinete do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-AL). A necessidade de entendimento foi motivada pela discordância da bancada evangélica em relação à definição do termo “castigo físico”.
Para viabilizar a aprovação, o relator, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), concordou em alterar a definição, especificando tratar-se de “ação de natureza disciplinar com uso da força física que resulte em sofrimento físico ou lesão à criança ou adolescente”. A definição anterior falava em “sofrimento”, sem o termo “físico” logo em seguida.
“Foi uma pequena mudança para explicitar que o sofrimento em questão é o sofrimento físico. Havia uma impressão de que apenas a palavra sofrimento não traduzia aquilo que tinha sido debatido”, disse.
O deputado Marcus Rogério (PDT-RO), um dos representantes da bancada evangélica que mais demonstrou rejeição ao projeto, participou da reunião com Henrique Alves e saiu do encontro defendendo o acordo firmado.
“Decidimos votar fazendo a mudança apenas na definição de ‘castigo físico’. Do jeito que a lei tinha sido construída qualquer correção que vá aplicar pode ser considerada castigo. A definição era muito aberta. Falava-se em ação que causasse sofrimento. Mas que tipo de sofrimento?”, indagou o deputado.
Xuxa
Para Alessandro Molon, a presença da apresentadora Xuxa Meneghel na sessão da CCJ pela manhã foi importante para “jogar luz” sobre o projeto e viabilizar o acordo.
“Não tenho dúvida de que a presença da apresentadora Xuxa foi importante. Há anos que a CCJ tenta reiteradamente votar essa proposta”, afirmou.
Após participar de sessão na CCJ, Xuxa visitou o Disque 100 – centro que coleta por telefone denúncias de violação aos direitos humanos e faz orientações a agredidos, incluindo crianças e adolescentes.
Ela afirmou que é preciso proteger as crianças e garantir que elas tenham os mesmos direitos que os adultos em casos de agressão.
“Hoje, os pais têm o direito de fazer o que quiser [com os filhos]. A gente quer que a criança tenha os mesmos direitos dos adultos. Se eu bater em você, eu posso ser presa, é agressão, física ou psicológica. Com a criança, não. Ela pode ouvir que não vale nada, que não presta, e apanhar em nome da educação”, declarou.  “Muitas pessoas que batem falam ‘eu não espanco, eu só bato’. E depois você vê que ela dá beliscão, espanca, o que pode levar à morte.”
De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos, pasta responsável pelo Disque 100, a central recebeu 124.094 denúncias de agressão contra crianças em 2013. Em 2012, foram 130.033 ligações, enquanto em 2012 foram 96.474. As denúncias incluem violência, exploração de menores, abuso sexual, trabalho forçado, negligência e violência psicológica.

 

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Campanha de vacinação contra gripe termina dia 30 no Ceará

  banner vacinacao gripe2014-
 O período de maior circulação do vírus da influenza está sendo agora no mês de maio, conforme o Ministério da Saúde. Como a vacina demora em torno de 15 dias para efetiva proteção, a Secretaria da Saúde do Estado Estado alerta que ¨quanto mais demorar para se vacinar, maior o risco do ser contaminado pelo vírus¨ e estabeleceu uma data para o encerramento da campanha de vacinação: próximo dia 30 de maio.

O alerta e o prazo para cumprimento da meta de vacinar 80% dos grupos prioritários estão em nota técnica feita pela Sesa no dia 15 de maio. A nota foi encaminhada para todas as 22 regiões de saúde para conhecimento e mobilização dos coordenadores e profissionais de imunização em todos os municípios.

O primeiro prazo definido pelo Ministério da Saúde para o alcance da meta foi 9 de maio, mas como a maioria dos municípios brasileiros não atingiu prorrogou a Campanha Nacional de Vacinação da Influenza,  sem fixar data. O início da campanha foi no dia 22 de maio.

No início da manhã do dia 16, o Ceará tinha 951.480 pessoas vacinadas, o que representa 53,66% da meta dos grupos prioritários para a vacinação contra a gripe. Quem deve se vacinar até o dia 30 de maio?

- Crianças de seis meses a menores de cinco anos
- Pessoas com 60 anos ou mais
- Pessoas com doenças crônicas
- Gestantes
- Puérperas até 45 após o parto
- Trabalhadores de saúde
- Povos indígenas
- População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional

A transmissão dos vírus influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar ou através das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). Entre os cuidados simples para prevenir a gripe, está a lavagem das mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal. Os sintomas da gripe são febre, tosse ou dor na garganta, além de dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. O agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastro-intestinais, dor muscular intensa e prostração.

20.05.2014

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá /  ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Campanha de vacinação contra gripe será prorrogada


Vacinação Gripe 2014A meta de vacinação da campanha nacional de vacinação contra gripe, que começou no dia 22 de abril, estabelecida pelo Ministério da Saúde até esta sexta-feira (09), é de 80% dos grupos prioritários. Os municípios que não atingirem a meta nesse período devem continuar a Campanha. O Ministério da Saúde informou na última quinta-feira (08) que prorrogou a mobilização para ampliar o número de pessoas protegidas em todo o país. No Ceará, até ontem 693.435 pessoas tinham se vacinado, o que significa 39,10% da meta.

As pessoas que estão nos grupos prioritários a para a vacinação devem procurar os postos. São: crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; pessoas com doenças crônicas; gestantes; puérperas até 45 após o parto; trabalhadores de saúde; povos indígenas e população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Foram distribuídos pelo Ministério da Saúde para todo o Brasil 53,5 milhões de doses, que protegem contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). A vacina não é indicada para pessoas com reação anafilática prévia em doses anteriores e a qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e derivados.

A transmissão dos vírus influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar ou através das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). Entre os cuidados simples para prevenir a gripe, está a lavagem das mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal. Os sintomas da gripe são febre, tosse ou dor na garganta, além de dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. O agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

09.05.2014
Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Qual o peso da sua mochila



Quer você goste ou não, sendo humano, você tem uma sombra, segundo Carl Jung, psiquiatra suíço, discípulo de Freud e criador da psicologia analítica. A sombra se apresenta em diferentes faces: ambiciosa, egoísta, mandona, crítica, censora, dissimulada, hostil, preguiçosa, manipuladora etc. A lista é interminável.
A sombra, como diz o próprio nome, é o nosso lado sombrio e, por vezes, difícil de aceitar. Ela age como um reservatório para os aspectos inaceitáveis da nossa personalidade, todas as coisas que relutamos para não ser e que, na maioria das vezes, nos provocam ódio, repulsa e embaraços.
Do ponto de vista da Janela de Johari, a sombra pode ser tanto o seu "eu aberto", ou seja, conhecido, mas negado por você e conhecido pelo outros, quanto o seu "eu cego", aquele conhecido pelos outros, mas desconhecido ou ignorado por você. Se você não conhece a si mesmo, como pode conhecer os outros?
Em diferentes momentos, ela apresenta-se com uma cara que você não deseja mostrar ao mundo tampouco a você mesmo, entretanto, o fato de você ignorá-la não significa que ela deixará de existir. Para livrar-se da sombra, temos de aprender a existir e a livrar-se do medo, o que não é tão simples assim.
Considerando as imperfeições do ser humano e a predisposição de cada um para julgar ou prejulgar os outros, se quiser realmente ser livre você precisa, antes de tudo, parar de julgar a si mesmo. Se eu próprio, ser humano consciente das minhas imperfeições, não consigo me livrar delas facilmente, porque deveria exigir que os outros assim o fizessem?
O poeta e escritor norte-americano Robert Bly descreve a sombra como uma mochila invisível que cada ser humano carrega nas costas. Na medida em que crescemos, guardamos na mochila todas as características que não são aceitas pela família e pelos amigos. Segundo Bly, as pessoas passam as primeiras décadas de vida enchendo a mochila e gastam o restante tentando recuperar o que puseram na mochila para aliviar o fardo.
Erick Erikson, renomado psicólogo da Universidade de Harvard, refere-se a essa última fase como um dos estágios de desenvolvimento de interesse, o que ele chama de Integridade versus Desespero. Trata-se do último estágio da vida. Ao tomar consciência de que o fim está próximo, existem duas opções: o indivíduo se sente íntegro, realizado, admite que a vida foi plena, digna e bem aproveitada ou, então, se desespera. Se a mochila estiver muito pesada, a frustração aumenta.
De certo modo, isso justifica o fato de o ser humano olhar somente para a mochila alheia com olhar crítico e tendência ao prejulgamento, afinal, a mochila está nas costas. É mais fácil avaliar a mochila de quem está à nossa frente em vez de se preocupar com a nossa, a que não conseguimos ver.
Uma das maiores armadilhas do nosso tempo é a síndrome do "eu já sei" ou "eu já conheço isso". E mesmo que não saiba, eu entro no Google, digito o que quero e a informação aparece ainda que não apresente uma fonte confiável. Com um pouco de preguiça é possível escolher a primeira que aparece.
Com frequência, esse pseudo-conhecimento disponível nos impede de conhecer a fundo a realidade do assunto. O mesmo acontece com a nossa realidade pessoal. A soberba nos impede de descobrir a verdade sobre nós mesmos.
Muitas pessoas preferem não assumir o seu lado sombrio. Elas têm medo de encarar a realidade, mas é praticamente impossível mudar a si mesmo sem conhecer a realidade da sua própria sombra. Como a tarefa mais difícil do mundo é pensar, a maioria prefere julgar e prejulgar, o que torna o trabalho mais simples.
Quer você goste ou não, o mundo é um espelho de nós mesmos. Ao aceitar e perdoar os seus próprios defeitos que não são poucos, assim como os meus, é possível aceitar e perdoar os outros. Isso significa que se você parar de julgar a si mesmo é bem provável que você pare de julgar os outros. Mas a gente demora a aprender essa dura lição.
Se você não consegue enxergar a sua sombra como gostaria, pergunte a alguém da sua família ou às pessoas com quem trabalha, preferencialmente, a um amigo que não tenha medo de dizer a verdade. Se for realmente seu amigo, ele vai indicá-la e talvez você perceba que não é tão querido quanto imagina ser.
É difícil viver num mundo que privilegia a beleza, o consumo, a injustiça, o ter mais do que o ser, que exige as suas qualidades e faz com que você esconda os defeitos. Entretanto, não é necessário ser perfeito para ser divino.
Todos os seres humanos têm uma sombra que representa apenas uma parte da sua realidade. Ela existe para indicar em que ponto estamos vulneráveis, incompletos e onde podemos melhorar. Quando a nossa psique reconhece isso, a sombra deixa de ser inimiga para se tornar uma fonte inesgotável de competências, energia, potencial e autenticidade.
Quando você compreende que tem todos os defeitos que enxerga nos outros, a perspectiva muda. Se você se concentrar nos defeitos e nas imperfeições alheias nunca encontrará a sua sombra. E se não encontrá-la, continuará sendo tão imperfeito quanto aqueles que você julga. Será que a mochila alheia tem mais defeitos do que a nossa?
Pense nisso e seja feliz!

 Por Jerônimo Mendes
Colaboração: Tarcísio Pinto-EMATERCE