quinta-feira, 1 de maio de 2014

Dia Internacional do Trabalho é lembrado pelos senadores


O Dia Internacional do Trabalho, que marca a luta em favor de condições justas de trabalho foi lembrado pelos senadores nesta quarta-feira (30) que antecede o feriado. Enquanto Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Cidinho Santos (PR-MT) e Jorge Viana (PT-AC) salientaram os bons índices de emprego e a melhora da renda, nos últimos anos, dos trabalhadores do país, Casildo Maldaner (PMDB-SC) observou que o mercado de trabalho passa por profundas mudanças. Ele sugeriu a criação de uma lei das cooperativas e a regulamentação do teletrabalho também para funcionários públicos.
No dia anterior, a senadora Ana Rita (PT-ES) sublinhou a origem da comemoração: a greve geral nos Estados Unidos, seguindo a manifestação que reuniu milhares de pessoas em Chicago, nos Estados Unidos, no dia 1º de maio de 1886, pela qual os trabalhadores reivindicavam a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Nos dias que se seguiram, houve confrontos com a polícia e alguns manifestantes morreram. A data foi pouco a pouco adotada por movimentos de trabalhadores em vários países, até ganhar caráter internacional.
No Brasil, o dia ainda guarda relação com fatos significativos para o trabalhador. Em 1940, o 1º de maio foi a data escolhida pelo então presidente Getúlio Vargas (1882-1954) para instituir o salário mínimo. No ano seguinte, na mesma data foi criada a Justiça do Trabalho.
Agência Senado

Postar um comentário