quarta-feira, 25 de junho de 2014

Estreante, Neymar já tem mais gols que Messi e CR7 em Copas do Mundo


Brasileiro fez quatro gols em três jogos no Mundial. Argentino e português, que jogam o torneio pela terceira vez na carreira, marcaram só três e dois, respectivamente

Por Teresópolis, RJ
Neymar tem apenas 22 anos. Está em sua primeira Copa do Mundo. Mas, logo de cara, tem números de gente grande. Em três partidas no torneio de 2014, o camisa 10 da seleção brasileira já marcou quatro gols - média de 1,33. Nem os principais rivais do brasileiro, entre eles o argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo, tiveram desempenhos parecidos em seus primeiros mundiais. E mais: disputando a competição pela terceira vez na carreira, ambos já foram superados camisa 10 canarinho em número de gols.
É inegável que, em termos de currículo no futebol mundial, Neymar ainda tem degraus a escalar para chegar ao patamar de Messi e CR7, multicampeões na Europa. O gajo, aliás, ostenta atualmente o prêmio de melhor jogador do mundo concedido pela Fifa (ainda foi eleito em 2008). Uma honraria que pertenceu ao hermano de 2009 a 2012. Porém, falando de Copa do Mundo e, principalmente, de gols, a frieza dos números é favorável ao astro brasileiro.
O craque argentino debutou em Mundiais em 2006, na Alemanha. Ainda reserva, aos 19 anos, participou de três jogos e fez um gol, contra a Sérvia. Ao todo, em Copas do Mundo, Messi fez dez partidas e balançou a rede em apenas três oportunidades. As outras duas foram nesta Copa, contra Bósnia e Irã. Em 2010, passou em branco. A média é de 0,3 por jogo.
Cristiano Ronaldo também marcou apenas uma vez em sua primeira Copa. Foram seis partidas no Mundial de 2006 e um único gol, diante do Irã, de pênalti. Em 2010, na África do Sul, CR7 também balançou a rede uma só vez, contra a Coreia do Norte. Este ano, no Brasil, ainda não marcou. São 12 partidas e dois gols - média de 0,16 por partida.
neymar segundo gol brasil x camarões (Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm)Neymar festeja um de seus dois gols diante de Camarões (Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm)

Mas os números do camisa 10 da Seleção não impressionam apenas em sua estreia no torneio. Com pouco menos de quatro anos atuando pelo Brasil, o jogador está na lista dos dez maiores goleadores da história do time canarinho. Foram 36 gols em 53 jogos, de acordo com as contas da assessoria particular do jogador.
- Acho que a responsabilidade que assumo dentro de campo é de ajudar meus companheiros, de criar as jogadas. E na marcação também, todo mundo tem sua missão na equipe. E não tem ninguém mais importante. Todos são importantes - disse o Neymar, eleito o melhor em campo pela Fifa em dois dos três jogos da Seleção nesta Copa.
O maior artilheiro da história da Seleção é Pelé, com 95 gols em 115 jogos. Se continuar com a média de bolas na rede, Neymar tem tudo para desbancar, ainda nesta edição da Copa, nomes como Ademir Menezes, Leônidas da Silva e Tostão. Ronaldinho Gaúcho, com 35 gols, e Rivaldo, com 34, já ficaram para trás.
A Seleção volta a treinar na Granja Comary nesta quarta-feira, às 13h (de Brasília). No sábado, a equipe vai encarar o Chile, no Mineirão, em Belo Horizonte, em partida válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo. O confronto será transmitido ao vivo por TV Globo, SporTV e GloboEsporte.com. O site também acompanha em Tempo Real.
Tabela artilheiros Seleção (Foto: Editoria de Arte)

 

Postar um comentário