segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Festa para "Mãe das Dores" inicia ciclo de romarias em Juazeiro

Devido ao período eleitoral, auxílios ao transporte de romeiros é visto como fator para aumento de público


Image-1-Artigo-1684422-1
Durante todos os dias de novena, fiéis acompanham as missas na basílica de Nossa Senhora das Dores, abrindo o calendário de romarias na cidade
Image-0-Artigo-1684422-1
Fiéis lotam a igreja para celebrar Nossa Senhora das Dores. A festa recebe, neste ano, reforço e acontece na fase de discussão para que seja criado o Conselho Permanente das Romarias. O movimento aumenta a cada ano
fotos: Elizângela santos
Juazeiro do Norte. A festa de Nossa Senhora das Dores inicia o ciclo das grandes romarias na 'terra do Padre Cícero'. Neste ano, a cidade deverá receber maior número de romeiros durante o período de realização da festa da padroeira. Segundo a Secretaria de Cultura e Romaria, a meta é de cerca de 400 mil romeiros. Uma das justificativas para o período, que acolhe em média de 300 a 350mil pessoas, será a fase eleitoral, em que os romeiros contam com auxílios para a viagem.
A festa de Nossa Senhora das Dores recebe esse ano reforço e acontece na fase de discussão para que seja criado o Conselho Permanente das Romarias. Na semana passada, na reunião de organização da romaria, foi debatida a efetivação do conselho. De acordo com a secretária de Cultura e Romaria, Marli Bezerra, diversos segmentos da sociedade e instituições terão participação, para a formação de um grupo responsável para esse trabalho. Uma comissão permanente já foi criada para realizar a organização.
Crescimento
A romaria da 'Mãe das Dores' é uma das mais festejadas. A abertura da festa acontece no dia 1º, com a programação religiosa. Esse ano, nota-se uma movimentação maior, conforme a secretária, mesmo antes de começar os festejos à padroeira. O crescimento das romarias tem sido notório, conforme a secretária.
Uma das preocupações colocadas durante a reunião foi o transporte dos romeiros nos paus-de-arara, já que nesse período das eleições há maior facilidade de passarem pelos postos de fiscalização e, após, há maiores restrições. Segundo a secretária, essa questão vem sendo debatida há vários anos, inclusive, buscando a alternativa de melhor acomodação e segurança para os romeiros, mesmos nesse tipo de transporte mais precário, mas que se tornou uma tradição. "Muitas pessoas não têm outra alternativa para vir ao Juazeiro, por conta das condições financeiras. Então deve ser debatida uma viagem segura e com valor acessível", afirma. O Ministério Público vem acompanhando há alguns anos o processo e organização e recepção dos romeiros. A reclamações maiores dos visitantes diz respeito à hospedagem na cidade. Quanto a isso, a fiscalização, conforme o órgão, tem se tornado mais efetiva, e há uma sensível melhora nesses locais de movimentação.
O processo de organização dos barraqueiros terá continuidade, com a instalação dos vendedores no Mercado dos Romeiros, desobstruindo as ruas principais como as São Pedro e Padre Cícero. Será criado neste ano um serviço a mais para auxiliar os romeiros, com uma equipe destinada a trabalhar com orientação aos visitantes. Um espaço na praça do Cinquentenário, no bairro Socorro, à entrada da Secretaria de Cultura e Romaria será utilizado para 'achados e perdidos'. No local também será iniciado um trabalho de captação de registros, por meio de vídeos, dos relatos dos milagres do Padre Cicero pelos romeiros. A meta é ter documentos favoráveis e que possam reforçar o pedido de reabilitação do sacerdote.
Segurança
A segurança contará com um reforço de mais de 80 policiais, segundo Marli Bezerra. Ela disse que um contingente de policiais também será garantido na procissão dos carros, que acontece no dia 14, data anterior à grande procissão da padroeira, com o desfile dos carros da romaria, uma forma de homenagem à santa e agradecimento à recepção pelos fiéis. O cortejo será iniciado às 15 horas, com concentração dos veículos prevista para ocorrer a partir das 13 horas.
Uma das preocupações quanto ao evento, realizado de forma voluntária pelos visitantes, é que no ano passado muitos romeiros chegaram a ser agredidos no percurso que sai com veículos de Barbalha e segue pelo Triângulo, passando pelo bairro Santa Teresa e Centro, até a praça do Romeiro, de frente à Basílica de Nossa Senhora das Dores.
Mesmo com a forma de agradecimento carinhosa dos fiéis, que jogam bombons pelas ruas, algumas pessoas atiraram pedras contra os carros. Outro romeiro, segundo a secretária, chegou a ser agredido num assalto. O mês se estende com homenagens, como a procissão dos carroceiros, que acontece no domingo dia 7 de setembro.
Abastecimento
Mesmo com a festa iniciada no dia 1º, a data da romaria fica estabelecida para os cinco últimos dias da festa. As reservas das hospedagens ficam em sua grande maioria para os três últimos dias. A maior parte no Centro e no bairro Socorro. O abastecimento de água pela Cagece nessas áreas será intensificado, segundo o órgão, por conta do consumo que aumenta consideravelmente nessas áreas.
A procissão de encerramento da festa acontece no dia 14 com mais de 80 mil pessoas, saindo da Basílica às 17 horas, com missa celebrada ás 15 horas. A despedida dos romeiros na Basílica será às 12 horas. A romaria de Nossa Senhora das Dores abre o calendário de festejos dos romeiros com as grandes romarias em Juazeiro do Norte ao Padre Cícero e à 'Mãe das Dores'.
A festa tem como grande incentivador o próprio sacerdote, que era um devoto da santa. É a segunda maior em número de romeiros, conforme a Igreja. A primeira acontece pouco mais de um mês de depois, com a 'Romaria de Finados', de 29 de outubro a 2 de novembro, todas com características diferenciadas. A concentração é de mais de 500 mil pessoas.
Nesse período, as hospedagens acontecem até mesmo em bairros mais distantes do Centro, como no Novo Juazeiro. Há uma grande participação de fiéis no bairro Franciscanos. No Santuário de São Francisco há uma organização especial para recepção do público. Em janeiro começa a terceira maior romaria, com a festa de Nossa Senhora das Candeias, que vai até 2 de fevereiro. Nesta são mais de 250 mil pessoas.
Mais informações:
Secretaria de Cultura e Romaria de Juazeiro
Memorial Padre Cícero
Praça do Cinquentenário, s/n
Centro
Juazeiro do Norte - CE
Telefone (88) 8877.3402
Elizângela Santos
Repórter
Postar um comentário