quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

VLT que liga Juazeiro a Crato funciona parcialmente

Image-0-Artigo-1786471-1
Demanda do transporte é estimada em 5 mil passageiros por dia, operando das 5h 30 às 22h30
Juazeiro O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Cariri está sem funcionar plenamente desde segunda-feira (26). Usuários que já são acostumados com o transporte, hoje mais barato que o ônibus, para fazer a linha entre as cidades de Juazeiro do Norte e Crato reclamam da situação e dizem se sentir prejudicados, porque, segundo eles, na segunda, nenhum trem circulou e, ontem, apenas um funcionou.
"Na segunda-feira, cheguei cedo à estação, como de costume, mas soube que o trem não estava operando, aí tive que ir para um ponto de ônibus e acabei perdendo tempo. O ruim é que quando o metrô quebra eles não avisam antes para a gente não dar a viagem perdida", reclama a doméstica Elvira Lima.
O projeto é considerado de grande relevância social por beneficiar a camada da população de renda mais baixa. Porém, o que nasceu para prestar um serviço diferenciado com segurança, rapidez e pontualidade, requalificando o transporte intermunicipal, tem deixado a desejar em outras questões.
Uma antiga expectativa dos usuários, prometida no início do projeto, é de que a linha do Metrô fosse ampliada, com a construção de mais estações, para bairros mais afastados nos dois municípios e até para as outras cidades da região metropolitana do Cariri.
Insatisfação
Mas o serviço continua restrito e, por conta disso, o número de pessoas atendidas é menor que o previsto inicialmente. Hoje, a linha conta com nove estações de passageiros.
A passageira Fátima Cardozo comenta que gosta do transporte ferroviário e já se acostumou a usar o metrô, porém acha que a quantidade de estações deveria ser expandida, para que mais pessoas possam aderir. Ela também aponta que, ocasionalmente, os trens sofrem problemas de circulação, mas, em sua opinião, as falhas são normais. "Em todo transporte tem problema", diz.
O Metrô do Cariri tem uma extensão total de 13,9km, ligando os municípios de Crato e Juazeiro do Norte. O trecho adotado é o mesmo do antigo ramal ferroviário do Crato, utilizado pela Rede Ferroviária Federal S.A. (RFFSA), até o início dos anos 1980.
Demanda
O material rodante é composto por duas composições, formada por dois carros equipados com ar condicionado, passagem tipo gangway e capacidade de transporte de 330 passageiros por composição.
A velocidade máxima operacional é de 60km/h. A demanda inicial foi estimada em 5 mil passageiros por dia, com período operacional entre 5h30 e 22h30. Ao todo, são realizadas 38 viagens em cada sentido, somando de 76 viagens por dia.
O Metrô do Cariri foi implantado a partir de um convênio entre o Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA), e as prefeituras de Juazeiro do Norte e Crato, tendo por objeto a Cooperação técnica, financeira e administrativa para a implementação do Metrô.
Expansão
O Metrô do Cariri foi inaugurado em 1º de dezembro de 2009, com o início da Operação Assistida (Operação Branca), caracterizada por testes dos equipamentos envolvidos (trem, via, estações e sinalização). Por enquanto, a operação ocorre somente nas estações Crato e Juazeiro. A proposta inicial seria interligar, pelo sistema de Veículo Leve sobre Trilhos, outros municípios da região do Cariri, mas o projeto ainda está somente no papel.
A reportagem não conseguiu entrar em contato com a administradora do Metrô do Cariri até o fechamento desta edição.
Mais informações
Metrofor
Rua 24 de maio
Centro
Fortaleza
Fone: (85) 3101-7100
Mirelly Morais
Colaboradora
Postar um comentário