terça-feira, 5 de fevereiro de 2008

O Mestre da Música Clássica no Sertão Nordestino

Monsenhor Augusto Moreira, filho de Augusto Moreira e Raimunda Moreira, nasceu em terras de Quixará, estão pertencentes à Paróquia de Assaré no dia 05 de fevereiro de 1918. Ordenou-se a 18 de dezembro de 1943.
Com a morte do Cônego Manoel Feitosa foi provisionado a vigário de Quixará em dezembro de 1945, sendo Pe. Davi seu irmão nomeado seu cooperador.Este já tinha sido seu primeiro vigário.
Nesse período projetaram um santuário em honra à Virgem de Fátima, no alto denominado Moriá.
Posteriormente ,os donatários do terreno concederam que lá fosse construída a Nova Matriz de Nossa Senhora da Conceição em substituição ao Santuário.
Pe. Ágio comemorou o seu Jubileu de Ouro, na Sé Catedral em 18 de dezembro de1993.
A fundação de uma escola rural foi sempre o seu sonho , onde ele pudesse evangelizar, através da música clássica, o povo simples e humilde da zona rural ao sopé da serra do Araripe e esse sonho foi concretizado há mais de cinquenta anos.
Publicou: Um Sonho realizado, 1990, O Cajueiro e Padre Davi Moreira, 2004.
Recebeu do governo do Ceará a medalha da Abolição pelo seu trabalho como fundador e diretor da SOCIEDADE LÍRICA DO BELMONTE, que beneficia filhos de agricultores , ministrando técnicas, teorias musicais, bem como a bibliografia dos grandes compositores.Depois do aprendizado na escola eles passam a tocar o clássico, o popular e o folclórico e muitos deles se projetam como músicos lá fora.
Por todos esses méritos é que nós fariasbritenses nos congratulamos com a comunidade cratense e desejamo-lhes votos de saúde, paz e que ele possa levar adiante esse trabalho magnânimo.
O bem não faz barulho e o barulho não faz bem
D. Antõnio Mucciolo
Postar um comentário