quarta-feira, 29 de setembro de 2010

A OPERAÇÃO CÓSMICA

Luiz Domingos de Luna*
Outro dia fui convidado a retornar ao meu planeta natal – Aquarius, na verdade não foi um convite, mas uma intimação, de certa forma fiquei aliviado, pois a missão de me levarem de volta, achei um tanto quanto arriscada, pois o meu problema com o campo gravitacional é de conhecimento pleno nos computadores de Aquarius.
Pensei também, os radares humanos estão ficando bem aprimorados, qualquer falha no plano, estaríamos fadados ao fracasso, além do fato de, ao que me lembre, a minha memória Aquariana, nada, a importância que justifique este risco, a meu ver inoportuno, desprovido de racionalidade aquariana.Como a ética aquariana é muito forte, antes de concluir o pensamento, fui totalmente desmaterializado e, como sempre, a velocidade, inúmeras vezes a da luz, entrou na galáxia de Atenas, e lá, brilhantemente o meu querido planeta Aquarius, como lá, tempo real não existe, não precisa explicar que tudo estava do jeito que deixei.Na plenária, a discussão sobre a nova cápsula, o teste, e a cobaia, até que eu vinha entendendo os preliminares, porém quando foi aberta a discussão sobre a cobaia, levei um grande susto ao citarem meu nome.Mas fazer o que, o relatório já pronto no código Central, umbral de uma vida todo detalhada, aplicaram a injeção de materialização e voltei à silhueta humana em Aquarius, tudo funcionou perfeitamente, mesmo assim, a luz vermelha acendeu o programa de força gravitacional, precisava ser corrigido.Aplicaram a cápsula de Correção, não mais que um grão de areia, mas a dor insuportável, o metabolismo entrou em pane, as células, uma conspiração geral, umas aceitaram o comando outras uma rebelião, ora azulado, ora avermelhado, às vezes até mesmo sem cores.Remeti para o código geral a minha insatisfação, o comando, notificou que estes efeitos colaterais se dava ao fato de o corretor de gravidade, ser utilizado no planeta terra, o que estava sendo feito era apenas uma operação a ser testada na terra.
-Se der certo ?
Nós acertamos
- Se der errado
Será um problema para os terrestres
Tem certeza
Não
Dúvidas
Todas
Mas é assim que a coisa funciona.
(*) Professor Aurora - Ceará
(*) Colaborador do blog Farias Brito
Postar um comentário