quarta-feira, 1 de abril de 2009

História da Comunicação sonora de Aurora

"Quando o Sol nasce teu nome é lembrado" É assim que é nominada a minha querida cidade "Aurora" na força do astro rei {sol} e nas bênçãos do Menino Deus, abriga todos que residem "neste teu solo que identificam nossas vidas, o acolher de teus filhos e imigrantes". Assim, como o "Egito é um presente do Nilo", Aurora é um presente do Rio Salgado, pois, nos meados do ano 1950, nasce, pelo ideal de jovens humanistas, livres, democratas o primeiro veículo de Comunicação Sonora de Aurora, A Voz do Rio Salgado, é festejado, pelo povo aurorense, quando da abertura oficial pelo seu idealizador o estudante Antonio Jaime de Alencar Araripe, atual Desembargador Jaime de Alencar Araripe estirpe familiar oriunda da capital cultural do Cariri – Crato – Ceará; com a força de seu idealismo é plantada a primeira semente da comunicação em Aurora no estado do Ceará. Semente esta, que foi regada em sequência, primeiramente, pelo idealismo do também estudante, Moacir Soares Pinto, com a criação do "Centro de publicidades aurorenses" na força deste ideal, já nos anos 70, a plantinha ganha robustez com a inauguração da Voz do Araçá, pelo grande benfeitor de Aurora, O Prof. Francisco Moacir Leite, que foi sequenciado no primeiro galho de defesa dos Trabalhadores Rurais de Aurora, pelo seu Presidente, Dr.Joaquim Daniel com a implantação do Sistema de Comunicação A Voz do Trabalhador Rural, apresentado o primeiro programa -Sindicalismo em marcha - pela jovem, Francisca Evandra Leite Gonçalves. O ano de 1985 termina a primeira fase da Comunicação Sonora por Sistemas de alto falantes, com a implantação última, da Voz da cidade de Aurora que por mais de 10 anos formatou a unidade social do nosso povo, numa transição pacífica, sustentável, segura, pois, entram no ar rádios comunitárias que muito fizeram pelo processo de aprimoramento democrático neste município, Fm 104, Fm 97 e Fm Por do sol, mas na verdade o sol não quis pousar; pois, o sonho do pioneiro da comunicação sonora em Aurora, Antonio Jaime de Alencar Araripe, sonho do estudante, e hoje desembargador Jaime de Alencar Araripe é de forma majestosa realizado de forma plena neste momento, onde de braços dados, povo, instituições livres, poder executivo, legislativo e judiciário, participam da inauguração oficial da "Arvore sonho do Desembargador Jaime Alencar Araripe, pioneiro da comunicação neste municipio" a concretude do ideal dos seus verdes anos, agora sim, legalizada, oficializada, emancipada, onde na sua sombra iremos presenciar, o dia a dia da história, dos fatos, do entretenimento, da noticia, da utilidade pública, da prestação de serviço, ao nosso povo, a força democrática de um som cristalino, levando em ondas, o que  construímos com a força dos pioneiros, o ápice da pirâmide  do verdadeiro poder, o poder fazer, o poder dar, o poder, doar-se, o poder dar caminhada a nossa civilização.

Parabéns Aurora! Parabéns povo de aurora, parabéns ao poder público, e parabéns a todos nós por dar parabéns a nossa língua sonora, verdadeira, uniforme, segura, no relato do tempo e da nossa história. A Nossa eterna e querida Rádio Fm Educativa 102,3. Aurora do Povo que nasce como aspiração dos pioneiros da comunicação e com a força do povo forte e altaneiro do meu querido município de Aurora-Ce; Assim, no raiar de mais uma aurora no próximo 1º de maio, 2009, na base de um tripé imaginário mais um aniversário do maior Patrimônio Imaterial de Aurora, A rádio Educativa, Fm 102,3 -Aurora do Povo, a bailar na construção da argamassa do pensamento social, emanando o som cristalino de um povo que soube na escada da existência trilhar no caminho do prumo, da escala, da luz, perfurando no estado laico o orifício que deixa escapar o mel da existência do convívio social harmônico com todas as forças pulsativas que originam o estado Democrático de direito, Assim, neste dia os diretores José Fernandes de Oliveira, Pedro Guedes Rolim e toda equipe a compartilhar de uma história feita do paradoxo coronelista a fenda de luz iluminista, pois, sendo Aurora a cidade que introduziu o rei do Cangaço na Ordem Santo Cruz- Penitentes - é hoje, ao som do microfone a academia humanística do povo de Aurora, tecendo os pontos para o repasse de uma urbe voltada para o bem estar comum e do bem estar da coletividade e civilidade como um todo. 

Luiz Domingos de Luna. Mestre de Ordem. Ordem Santa Cruz – Penitentes, Santa Igreja de Roma, forania de Aurora ao primeiro dia do mês de abril, 2009.
Postar um comentário