domingo, 25 de outubro de 2009

Xico Bizerra - O Fenômeno. Esse é coisa nossa!

Por Joilson Kariri Rodrigues

Assim Xico Bizerra se apresenta:

"Desembuchei no mundo numa cidade cearense chamada Crato, nos calcanhares da Serra do Araripe, avizinhada, parede-e-meia, com o Pernambuco. Por aquelas bandas se nasce sentindo as baforadas do baião, se toma mingau com gosto de xote, a chupeta já vem melada com o açucar do xaxado. Além do mais, ao sair do bucho da mãe, já bate nas 'oiça' da gente um violeiro, um cantador ou cego de feira, do outro lado da calçada, cantarolando Goanzagão. Como não se apaixonar pelo rei Lua? Assim, fui balançando na rede ouvindo o acalanto Gonzagueante e sentindo no pau da venta o cheirinho bom da terra do sertão. Para completar, minha mãe tocava bandolin, quando nao tava namorando meu pai. Daí o gosto pela música, consequência de uma relação quase umbilical."

Lembra que desde os 14, 15 anos ja compunha umas "besteirinhas". Meio por timidez, meio por falta de tempo para dedicação integral, foi "embauzando" as composições, guardando-as só para si. Até que, com a proximidade da aposentadoria e percebendo o processo "pinelizante" dos colegas que se aposentavam, resolveu que, no período de "vagabundagem" que se avizinhava, valeria a pena fazer algo prazeroso, que lhe afagasse a alma. E a cultura nordestina foi quem ganhou mais com isso, pois Xico é daqueles "operários da cultura" que se dedica integralmente a sua função.
Hoje Xico Bizerra é um fenômeno no cenário musical brasileiro, tendo sido gravado e regravado por mais de 200 cantores de todo o país, entre eles os renomados Dominguinhos e Elba Ramalho. Só para se ter uma idéia a música "SE TU QUISER" possui mais de 90 gravaçoes.
Vale contar
O CD "Balaio de Amor", de Elba Ramalho, foi indicado ao Grammy Latino 2009. No Balaio de Amor de Elba tem duas canções do nosso Xico Bizerra: "Oferendar" e "Se Tu Quiser".
Postar um comentário