domingo, 28 de agosto de 2011

Loucamente feliz

Um abraço aos profissionais, parceiros amigos da comunidade, pacientes e familiares, que compõem o CAPS de Farias Brito essa poesia é uma breve homenagem a todos aqueles que não têm preconceito, e que reconhecem que por trás de cada pessoa existe uma história, e que todos são iguais perante Deus.
Louco é acreditar
Que existe lucidez
Pois falo sem hesitar
Em um claro português
Que se diferença existe
São, louco alegre ou triste
Cada um tem sua vez

Louco é ter o preconceito
De julgar sem entender
É ter só uma visão
Sem de nada conhecer
Isso sim é algo errado
Seguir para o outro lado
Sem nada disso saber

Viver bem e ser feliz
É direito natural
Aproveitar sua vida
Tendo saúde mental
Encarando a diferença
Pois assim como se pensa
Nem todo mundo é igual

As crises e depressões
São males que estão envolta
Quando nós ignoramos
A doença então se solta
E logo os males da mente
Afetam o corpo da gente
O qual só não se escolta

Problemas e descontroles
A gente tem normalmente
Mas cada um tem direito
De mostrar como se sente
Melhorando pouco a pouco
Pois ninguém aqui é louco
É apenas diferente

Tudo é feito por etapas
Isso tem que se falar
A vida é um barco e dois remos
O agir, e o acreditar.
Tomamos os dois por igual
Para assim no final
Nosso barco manobrar

Doido, louco, mongoloide.
Nomes tristes e errados
São formas das mais horríveis
As quais homens são chamados
Termos repugnantes
Completamente distantes
Dos quais foram batizados

Alguns dos maiores gênios
Foram, sim deficientes
Mudaram o nosso mundo
Foram tão inteligentes
Venceram dificuldades
Moldaram realidades
Apenas com suas mentes

Quem garante seu futuro?
Ou dos seus descendentes?
Se nascerem, ou com o tempo.
Se tornarem diferentes
Vão querer ser tratados
Por pobrezinhos coitados
Ou como simples doentes?

Quando há vida a um meio
A família tem que saber
Necessita-se cuidado
E apoio deve ter
Quando existe a parceria
Com muito mais alegria
Cada um pode viver

O CAPS tem surgimento
Com a nobre função
De acolher essa parcela
De nossa população
Com trato e com qualidade
Demonstrando a sociedade
O valor do cidadão

Antonio Wilton da Silva
Postar um comentário